Faturas detalhadas de telecomunicações estão a confundir os clientes, alerta a Deco

As faturas detalhadas de telecomunicações, adotadas na sequência da decisão da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), estão a confundir os clientes, revelou esta terça-feira a Deco Proteste, que considerou que a medida do regulador deve ser aperfeiçoada.

No âmbito da decisão da Anacom, passou a surgir um novo tipo de fatura que tem de incluir o detalhe mínimo definido pelo regulador, onde é indicado o fim do período de fidelização do contrato (caso seja cliente fidelizado) e o custo da rescisão antecipada do contrato à data de emissão.

A medida entrou em vigor em 25 de maio e obriga as operadoras de telecomunicações a fornecerem estas informações de forma gratuita aos clientes que pedirem fatura com detalhe mínimo, em papel ou em formato digital.

No entanto, de acordo com a Deco Proteste, as “faturas detalhadas de telecomunicações confundem clientes”, já que há, “pelo menos, quatro modelos e sobram dúvidas sobre qual pedir e como fazê-lo de forma simples e gratuita”.

Os consumidores, refere a Deco Protesto, podem neste momento estar a receber um de quatro modelos de fatura: simples sem informação adicional, detalhada sem informação adicional, simples com o detalhe mínimo definido pela Anacom, e detalhada com o máximo de detalhe (listagem dos serviços contratados e respetivos preços, dia, hora e duração de todas as chamadas efetuadas, detalhe dos consumos de Internet, descrição dos consumos extra) e ainda o detalhe mínimo estabelecido pelo regulador.

A fatura com informação contratual considerada essencial pelo regulador é mínima, mas tem de ser pedida, o que pode ser feito através do apoio ao cliente (chamada que é paga) ou então deslocar-se à Loja e pedir a fatura ao balcão. A Deco Proteste considera que o “detalhe mínimo deveria estar por defeito em todas as faturas”.

Considera, por isso, que “há que aperfeiçoar a decisão da Anacom de incluir o detalhe mínimo nas faturas apenas a pedido”, já que “se essa informação existe, não há razão para não ser disponibilizada, por defeito, a todos os consumidores”.

A associação da defesa do consumidor refere que, atualmente, “o detalhe mínimo chegou apenas aos clientes que têm conhecimento da existência deste tipo de faturas, ou seja, a decisão do regulador acabou por deixar de fora a larga maioria dos consumidores“, além de que teve “como consequência uma multiplicação desnecessária de faturas”.

No que respeita às condições de rescisão antecipada, “estamos a aguardar a discussão de uma proposta que foi remetida pelo regulador à Assembleia, para rever a lei das comunicações eletrónicas”, conclui.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pneumonia viral na China já fez seis vítimas mortais

Subiu para seis o número de mortos na China devido ao vírus de pneumonia que está a assolar o País. Esta terça-feira registaram-se 77 novos casos da misteriosa doença com origem na cidade Wuhan, elevando …

Gil Vicente tem um registo único em Portugal e apenas igualado por "gigantes" europeus

O Gil Vicente é a única equipa imbatível em casa na liga portuguesa. Apenas oito equipas no resto da Europa conseguem equiparar este registo de invencibilidade. O Gil Vicente é a única equipa da Liga NOS …

Governo avança com incentivos à natalidade. Baixas para assistência a filho vão ser pagas a 100%

O Governo vai avançar com novos incentivos à natalidade. Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, avança que as baixas para assistência aos filhos passarão a ser pagas a 100%. Em entrevista ao …

OE2020. Afinal, o risco de incumprimento é "bastante baixo"

O presidente do Eurogrupo e ministro das Finanças de Portugal mostrou-se esta segunda-feira despreocupado com os alertas da Comissão Europeia, afirmando que, enquanto responsável pela elaboração do Orçamento de Estado para 2020, não conta ter …

Claques do Sporting vão passar a estar numa caixa de segurança no Estádio de Alvalade

A partir da próxima época, o Sporting vai colocar todas as suas claques na arquibancada do Estádio de Alvalade e no interior de caixas de segurança. As claques serão assim "despromovidas" do primeiro anel do …

Rui Tavares sentiu "vergonha alheia" durante discurso de Joacine no Congresso do Livre

O fundador do Livre, Rui Tavares, disse ter sentido “a vergonha alheia dos outros” durante o discurso de Joacine Katar Moreira no congresso do fim de semana. Em entrevista ao Diário de Notícias, o fundador do …

Dono de poço onde Julen morreu condenado a um ano de prisão

O juiz do Tribunal de Instrução n.º 9 de Málaga aceitou o acordo alcançado entre os pais de Julen Roselló, o menino de dois anos que morreu depois de cair num poço, e o dono …

Caio Lucas fez escala de seis meses na Luz e deverá regressar aos Emirados

Após pouco mais de meia época no Benfica, Caio Lucas deverá agora ser emprestado ao Al-Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos. A cedência do brasileiro vai render 1,5 milhões de euros ao Benfica. Caio Lucas chegou ao …

PGR de Angola admite emitir mandado de captura de Isabel dos Santos

No seguimento das revelações do Luanda Leaks, o procurador-geral de Angola, Hélder Pitta Grós, admite emitir um mandado de captura de Isabel dos Santos. A empresária fala de uma campanha "puramente política". O procurador-geral de Angola …

Wolves quer juntar Nélson Oliveira à armada portuguesa

O Wolves está em negociações com o AEK para a contratação do internacional português Nélson Oliveira. O jogador tem estado em destaque ao serviço do emblema helénico. O Wolverhampton está interessado na contratação do ponta-de-lança português …