Fatura da luz vai baixar com maior aposta da EDP nas renováveis

A maior aposta da EDP nas fontes de energia renovável vai levar a uma descida na fatura paga pelos consumidores. A garantia é de António Mexia, presidente executivo da empresa.

O reforço do investimento nas renováveis “contribui para uma descida sustentável dos preços da energia a prazo” e a evolução tecnológica na área das energias limpas também vai ajudar. “Os desenvolvimentos adicionais só podem contribuir para uma descida dos preços”, afirmou o gestor em Londres, numa conferência de imprensa após a apresentação do plano estratégico da EDP para 2019-2022.

Os preços da energia elétrica em Portugal são dos mais caros da Europa, de acordo com o Diário de Notícias. Portugal só fica atrás da Bélgica e da Dinamarca no preço da eletricidade. Metade dos custos devem-se a taxas cobradas, segundo dados do Eurostat.

Também os custos com o gás em Portugal estão entre os mais altos da UE. Em Portugal, os custos com a eletricidade atingem uma média de cerca de 24 cêntimos. As taxas cobradas na fatura representam 50% dos custos, ou seja, 12 cêntimos. Só na Dinamarca o peso das taxas na fatura é maior: 17 cêntimos num total de quase 27 cêntimos. Já o preço do gás natural atinge os 9 cêntimos, abaixo apenas da Suécia e da Irlanda.

António Mexia alertou que os preços finais da eletricidade dependem das várias componentes que “nada têm que ver com a dinâmica do mercado” português, que tem “maiores níveis de concorrência”.

Além do efeito na descida dos preços, as energias limpas têm outros contributos positivos para Portugal. O presidente da EDP destacou a redução da dependência energética de Portugal face ao exterior, a consequente redução do défice externo. Contribui ainda para a “criação de empregos e utilização de recursos nacionais”.

A empresa de eletricidade portuguesa está na linha da frente a nível mundial na área das energias limpas. O investimento inicial no negócio foi feito em 2006. Hoje, todas as empresas do setor estão a investir em força.

A EDP vai acelerar o crescimento nessa área e investir sete mil milhões de euros, em termos líquidos, sobretudo nesse negócio. No total, incluindo receitas de mais de quatro mil milhões de euros que espera ter com o desinvestimento em certos ativos, a EDP vai investir 12 mil milhões de euros até 2022.

Para isso, tem um plano para vender centrais termoelétricas e eventualmente barragens em Portugal e em Espanha, o que deverá resultar em proveitos de dois mil milhões de euros. O plano da empresa prevê ainda que a EDP volte a ter lucros acima de mil milhões de euros em 2022, depois de, em 2018, ter registado resultados positivos de apenas 519 milhões, uma quebra de 53%.

A EDP registou, pela primeira vez, prejuízos em Portugal em 2018. Na origem das perdas estão medidas regulatórias que penalizaram a companhia em 285 milhões de euros.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Marinha dos EUA está a desenvolver drones para matar ovos em ninhos de pássaros selvagens

A Marinha norte-americana e a empresa Hitron Technologies uniram esforços para desenvolver um drone autónomo projetado especificamente para procurar e destruir o maior inimigo da Marinha: os pássaros. Os drones, que estão já a ser testados …

Cientistas criam hologramas que se movem pelo ar

Uma equipa de cientistas da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um holograma que projeta imagens em movimento. Se é fã de Star Treck, ficará impressionado com a mais recente inovação. Um grupo de …

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …

Santuário medieval recebe escultura em pedra que usa máscara contra a covid-19

Uma catedral histórica do Reino Unido renovou um santuário do século XIV, acrescentando um detalhe que coloca em evidência o momento pandémico que o mundo vive. Agora, a nova escultura está a usar uma máscara …

Aos 10 anos, Adewumi chegou à elite mundial do xadrez (e fugiu ao Boko Haram)

Tanitoluwa Adewumi foi perseguido pelo Boko Haram, fugiu da Nigéria e foi sem-abrigo nos Estados Unidos. Agora, com apenas 10 anos, chegou à elite mundial do xadrez. Grande Mestre é um dos títulos vitalícios concedidos pela …

Hegemonia económica da China cada vez mais longe. Queda demográfica coloca Pequim sob pressão

O objetivo do país é tornar-se na maior potência económica do mundo nos próximos anos, mas a corrida pela hegemonia - disputada com os EUA - pode não ser uma meta fácil de alcançar. O …

Miss Universo 2021. Concorrente da Singapura usa roupa com o slogan "Stop Asian Hate"

Bernadette Belle Ong, uma concorrente do Miss Universo 2021, vestiu uma roupa com as cores de Singapura que continha as palavras Stop Asian Hate ("parem com o ódio contra os asiáticos"). Bernadette Belle Ong aproveitou o …

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …