Farmacêutica recebe luz verde do Infarmed para cultivo de canábis em Vila de Rei

A farmacêutica internacional Cann10, que pretende instalar em Vila de Rei uma fábrica de produtos medicinais à base de canábis, recebeu um primeiro parecer favorável do Infarmed para cultivo, importação e exportação de canábis.

O Infarmed “deu parecer positivo ao pedido para cultivo, importação e exportação de Cannabis Sativa L por parte da farmacêutica Cann10-Portugal, que pode assim avançar para a implementação de uma unidade fabril em Vila de Rei”, com vista à transformação e produção de produtos farmacêuticos, informou o município do distrito de Castelo Branco.

Segundo um comunicado da autarquia, o Infarmed vai dentro de seis meses realizar “vistorias às novas instalações da farmacêutica, a instalar no Lote 1 da Zona Industrial do Souto, de forma a garantir o cumprimento das Boas Práticas Agrícolas e de Colheita (GACP) e demais requisitos decorrentes da atividade, para a concessão da autorização para cultivo, importação e exportação da espécie vegetal Cannabis Sativa L”.

No âmbito do processo, e ainda em análise pelo Infarmed, encontra-se o pedido para a transformação de canábis em produtos farmacêuticos, a implementar igualmente na unidade de Vila de Rei.

“Com este último parecer a ser também aceite, a Cann10-Portugal vai efetuar em Vila de Rei um investimento total na ordem dos 10 milhões de euros, com previsão de contratação de 100 trabalhadores, sendo a maioria qualificados com título académico superior, no prazo máximo de quatro anos”, informa a nota.

O presidente do município, Ricardo Aires, disse que “este primeiro parecer positivo do Infarmed é um passo importantíssimo naquele que será um investimento com enorme peso no desenvolvimento económico, atração de mão-de-obra qualificada e fixação de população no interior” do país.

Em declarações à Lusa no final de 2018, Yair Sayag, presidente da Cann10-Portugal, disse que o investimento a efetuar em Vila de Rei iria permitir “executar os serviços de produção, importação, exportação e transformação de ‘medical cannabis sativa’ com vista ao fabrico de produtos fitofarmacêuticos” a partir da zona centro do país.

“Temos muitos anos de experiência no que respeita à agricultura e às instalações de produção ‘chave na mão’, bem como tecnologia e pesquisa, e todos os produtos de canábis da Cann10 são fabricados por via de boas práticas de fabrico que atendem às especificações mais exigentes”, disse o gestor.

No âmbito deste projeto de investimento, o município de Vila de Rei e a empresa fitofarmacêutica Cann10-Portugal assinaram no final de novembro de 2018 os contratos alusivos ao arrendamento com opção de compra do antigo edifício da fábrica Frutinatura e à aquisição do Lote 1 da Zona Industrial do Souto, com 4,5 hectares.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

A supergigante Betelgeuse é mais pequena e está mais perto da Terra do que se pensava

De acordo com um novo estudo feito por uma equipa internacional de investigadores, podem ser necessários mais 100.000 anos até que a estrela gigante vermelha Betelgeuse morra numa explosão de fogo. O estudo, liderado pela Dra. …

Mulheres menos propensas à covid-19 por respeitarem mais o distanciamento social

Uma das razões pelas quais as mulheres podem ser menos vulneráveis ​​a infeção pelo novo coronavírus deve-se ao facto de serem mais propensas a aderir às políticas de distanciamento social, sugeriu uma nova pesquisa. Uma pesquisa …

Braga 3 - 0 AEK | Minhotos de gala conquistam atenienses

O Sporting de Braga iniciou a sua participação no Grupo G da Liga Europa com uma vitória. Na recepção aos gregos do AEK de Atenas, os minhotos mostraram ser muito mais equipa e ganharam por …

Capitalismo vai arruinar o planeta até 2050, alertam cientistas

Um grupo de cientistas alerta que se continuarmos com este capitalismo desenfreado, o nosso planeta vai sofrer consequências a nível climático e ambiental. Até 2050, o planeta Terra pode sofrer seriamente às mãos do capitalismo desenfreado. …

Os novos faróis inteligentes da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro

Os novos faróis LED da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro, já que são capazes de projetar imagens na estrada ou em paredes. A novidade é lançada na nova linha de SUVs elétricos da …

FC Porto foi "histriónico" e não se portou bem, escreve-se em Manchester

Jornal inglês alega que os elementos do FC Porto foram exagerados, turbulentos e não tiveram um comportamento adequado. Não há uma única palavra sobre o árbitro. Na manhã seguinte à derrota (3-1) do FC Porto em …

De passagem secreta a cemitério de carros. Túnel sob Nápoles "esconde" veículos enferrujados da II Guerra

No centro de Nápoles, em Itália, há veículos e motocicletas abandonados e enferrujados dos anos 1940 alinhados num túnel a mais de 30 metros abaixo dos seus pés. A Piazza del Plebiscito foi nomeada após uma …

Primeira ministra islandesa interrompida por um terramoto quando dava uma entrevista em direto

Um terramoto de magnitude 5.6 interrompeu uma entrevista em direto da primeira ministra islandesa ao The Washington Post. Mas Katrin Jakobsdottir reagiu à situação de forma tranquila: "Isto é a Islândia". Katrin Jakobsdottir estava a dar …

O voo mais longo do mundo está de volta (e agora é ainda mais longo)

O voo da Singapore Airlines que partia de Singapura com destino até Nova Iorque, foi uma das vítimas do covid-19 e ficou suspendo a 23 de março. Agora, é possível viajar nesta rota novamente, e …

Obras de cinco museus de Berlim vandalizadas no início do mês

Sarcófagos egípcios, pinturas do século XIX e esculturas em pedra de três dos principais museus de Berlim foram atacados com uma substância líquida oleosa a 3 de outubro, dia em que se festejaram os 30 …