Os neozelandeses não estão nada contentes com o “fake burger”

Impossible Foods / Facebook

O “Impossible Burger” que causou a ira dos neozelandeses

A Air New Zealand passou a oferecer a bordo um hambúrguer de carne sintética que está a provocar a ira nacional. Várias figuras da política neozelandesa consideram que é “uma ameaça aos produtores de carne nacionais”.

Segundo o The Guardian, um hambúrguer vegetariano, que “sangra” sangue falso, está a ser acusado de representar uma “ameaça” para a indústria da carne na Nova Zelândia, com uma grande discussão a crescer no país sobre o aparecimento da carne sintética.

O “Impossible Burger” (“hambúrguer impossível” em tradução para português) está a ser servido na companhia aérea nacional Air New Zealand e já provocou a ira do primeiro-ministro interino, que está a substituir a chefe do Governo Jacinda Ardern, atualmente em licença de parto.



Winston Peters afirma ser “totalmente contra a carne falsa” e considera que a companhia aérea deveria usar produtos animais verdadeiros. O “fake burger”, como já é chamado, foi criado por uma empresa norte-americana e está a ser servido a passageiros da “business class” em voos da transportadora entre Los Angeles e Auckland.

De acordo com o jornal, um representante do partido New Zealand First, Mark Patterson, alerta num comunicado que o hambúrguer pode representar “uma ameaça existencial ao segundo maior produto exportado na Nova Zelândia” e é como uma “bofetada” para o setor da carne vermelha.

“Ter a Air New Zealand a promover ativamente proteínas sintéticas, com uma componente de modificação genética, não é um bom exemplo da Nova Zelândia”, afirmou o porta-voz do partido nacionalista.

Por sua vez, Nathan Guy, porta-voz do Partido Nacional da Nova Zelândia, afirmou no Twitter que é “dececionante” ver a companhia aérea optar por uma opção vegetariana, com as empresas não-carnívoras a assumir que o país precisa de “acompanhar os tempos”.

Em comunicado, a Air New Zealand afirma que gasta milhões de dólares, todos os anos, na compra de carne bovina e ovina da Nova Zelândia, considerando que este hambúrguer vegetariano não representa uma ameaça à indústria nacional de carne vermelha.

“Só no ano passado servimos, com orgulho, cerca de 1,3 milhões de quilos de carne neozelandesa para clientes de todo o mundo”, refere a companhia. “A Air New Zealand não se desculpa por oferecer produtos inovadores aos seus clientes e continuará a fazê-lo no futuro”, remata.

De acordo com o Expresso, esta não é a primeira vez que este hambúrguer – e a empresa que o criou – gera polémica. A Impossible Foods foi fundada em 2011 pelo bioquímico Patrick O. Brown e captou investimentos na ordem dos 300 milhões de dólares. A sua meta: abolir a carne até 2035.

No caso do hambúrguer, os ingredientes base são proteína texturizada de trigo, proteína de batata, óleo de coco e leg-hemoglobina, uma molécula que contém ferro e que existe naturalmente em todas as plantas e animais, escreve o semanário. Nos Estados Unidos, o “Impossible Burger” já está disponível em 2.500 restaurantes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …

Fuse Valley, Matosinhos

Está a nascer em Matosinhos a Silicon Valley portuguesa (e até Siza Vieira está "espantado")

O "Fuse Valley" promete ser a Silicon Valley portuguesa, em Matosinhos, num empreendimento inovador da Farfetch e da Castro Group que até deixa o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "espantado". A abertura está prevista …

Portugal aguarda "luz verde" da EMA para avançar com terceira dose aos idosos

Portugal aguarda a autorização da Agência Europeia de Medicamentos para avançar com a administração da terceira dose da vacina contra a covid-19 a maiores de 65 anos. Com base nos resultados de dois grandes estudos científicos …

E depois de Merkel? Alemanha já sente falta da Chanceler que saiu da sombra para salvar o seu "delfim"

Angela Merkel tinha prometido ficar afastada das eleições legislativas deste domingo, na Alemanha, mas saiu da sombra para apoiar o seu "delfim", o candidato da CDU, Armin Laschet, que deverá disputar a vitória com o …