Facebook e Instagram também excluem vídeo de Bolsonaro

jeso.carneiro / Flickr

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

O Facebook e o Instagram seguiram os passos do Twitter e excluíram esta segunda-feira um vídeo no qual o Presidente brasileiro desafia o isolamento defendido pelas autoridades sanitárias para combater a pandemia da covid-19.

Em comunicado, a empresa fundada por Mark Zuckerberg informou que decidiu excluir a publicação devido à sua política, que “não permite desinformação que possa causar danos reais às pessoas”, referindo-se ao vídeo de Jair Bolsonaro.

“Removemos o conteúdo do Facebook e Instagram que viola as nossas regras da comunidade, que não permite desinformação que possa causar danos reais às pessoas”, afirmou a empresa em comunicado.

O Facebook, que é dono do Instagram, anunciou nos últimos meses várias iniciativas para contribuir com a luta contra o coronavírus, entre as quais medidas para conter a desinformação e “notícias falsas”, assim como aumentar a divulgação das recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A empresa, situada no estado norte-americano da Califórnia, tomou a decisão de excluir o vídeo de Bolsonaro apenas um dia depois de o Twitter ter feito o mesmo, após considerar que a publicação “violou as regras” dessa rede social.

No vídeo, Bolsonaro, de 65 anos, conversa com um vendedor ambulante em Taguatinga, uma das cidades satélites de Brasília, capital do país, apesar das restrições impostas por diferentes estados brasileiros para travar o avanço da covid-19, que no Brasil, já fez 159 mortos e 4.579 infetados.

“Conversei com as pessoas e elas querem trabalhar. É o que eu disse desde o início. Vamos tomar cuidado, as pessoas com mais de 65 [anos] deve ficar em casa”, disse Bolsonaro, uma das figuras políticas mais céticos sobre a gravidade do coronavírus e defensor do fim do isolamento social.

Bolsonaro também disse aos populares que a cloroquina, um medicamento usado contra doenças como malária, “está a funcionar em todos os lugares“, apesar de sua eficácia contra o coronavírus ainda não ter sido comprovada cientificamente.

O Brasil tem 159 mortos e 4.579 infetados pelo novo coronavírus, sendo já 15 as unidades federativas brasileiras a registarem óbitos devido à pandemia da covid-19. Segundo o executivo brasileiro, liderado pelo Presidente Jair Bolsonaro, a taxa de mortalidade da covid-19 no Brasil é atualmente de cerca de 3,5%.

De acordo os dados divulgados, 15 das 27 unidades federativas do país (26 estados mais o Distrito Federal) registaram óbitos devido ao novo coronavírus: Amazonas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Piauí, São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Maranhão, Santa Catarina, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul. Todas as regiões do Brasil têm mortes confirmadas pela covid-19.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 750 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 36 mil.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O nosso cabelo sabe o que comemos, onde moramos e quanto custou o corte

Milímetro a milímetro, o cabelo constrói um registo da nossa dieta. Como os fios de cabelo são construídos a partir de aminoácidos, preservam os traços químicos da proteína da comida que ingerimos. Os fios de cabelo …

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …