Facebook encerra centenas de páginas e contas falsas vinculadas à Rússia

Esta quinta-feira, o Facebook anunciou ter removido centenas de páginas, contas e grupos com origem na Rússia que julgou estarem envolvidos numa linha de comportamento “não autêntico”, coordenado no Facebook e no Instagram.

Segundo o Fast Company, Nathaniel Gleicher, o responsável pelo departamento de política de segurança cibernética do Facebook, escreveu no seu blogue que foram identificadas duas operações de desinformação de origem russa, uma ativa em vários países da Europa Oriental e outra específica para a Ucrânia.

O Facebook informou que encerrou cerca de 364 páginas e contas da primeira rede russa, operadas nos países do Mar Báltico, na Ásia Central, no Cáucaso e na Europa Central e Oriental. Estas páginas, segundo a rede social, estão ligados a funcionários da agência de notícias russa Sputnik.

As pessoas responsáveis pelas contas apresentavam-se como fontes de notícias independentes e publicavam sobre tópicos como o sentimento anti-NATO e movimentos de protesto.

Estas páginas eram seguidas, no total, por mais de 790 mil pessoas. No blogue, o responsável descreve os acontecimentos e informa que nesta primeira rede foram gastos 135 mil dólares, cerca de 118 mil euros, em anúncios no Facebook.

Além disso, o Facebook informou que, com base numa denúncia da aplicação da lei nos Estados Unidos, removeu separadamente 107 páginas do Facebook, grupos e contas e 41 contas do Instagram com origens na Rússia e operadas na Ucrânia.

“Não encontramos ligação entre essas operações, mas as táticas foram semelhantes com a criação de redes de contas para enganar outras pessoas sobre quem eram e o que estavam a fazer”, afirmou a rede social.

A Sputnik não respondeu aos pedidos de comentário feitos por e-mail pela Associated Press, mas critica o Facebook numa declaração citada pela agência estatal russa RIA Novosti.

Esta decisão é claramente política. Isto é equivalente a censura”, adianta a declaração, acrescentando que o Facebook bloqueou as contas de sete dos seus escritórios em antigas repúblicas soviéticas.

Esta é a mais recente de uma série de ações do Facebook para eliminar contas falsas nos últimos meses. A empresa acelerou os seus esforços de escrutínio depois de ser criticada por ter sido demasiado lenta a responder a tentativas de influenciar as eleições norte-americanas de 2016.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu um dos jovens infetados com peste negra na Mongólia

Morreu um dos jovens infetados com peste bubónica, também conhecida como peste negra, na Mongólia. O rapaz contraiu a doença depois de ter comido carne de marmota. Um jovem de 15 anos morreu, esta segunda-feira, vítima …

PCP quer Costa no Parlamento de 15 em 15 dias (e não vai contribuir para acabar com os debates quinzenais)

O PCP não concorda que será o fim da democracia caso os debate quinzenais passem a mensais. No entanto, não vai contribuir para acabar com este modelo. Ao Expresso, o deputado comunista António Filipe Duarte garantiu …

"Espero contar tudo o que sei". Cientista chinesa fugiu da China para alertar que "não temos muito tempo"

A virologista chinesa Li-Meng Yan, que fugiu para os Estados Unidos, deu uma segunda entrevista à Fox News, na qual alertou que "não temos muito tempo".   Li-Meng Yan, especialista em virologia e imunologia, era uma …

Galp perde 60 milhões de euros em negócios não autorizados

A Galp perdeu 60 milhões de euros em negócios não autorizados com licenças de CO2. A petrolífera já avançou com ações disciplinares e uma auditoria. A Galp informou que foram identificadas transações, não autorizadas pela empresa, …

"Bandeira vermelha". Tóquio em alerta máximo após aumento de novas infeções

A capital do Japão, Tóquio, com 14 milhões de habitantes, está no nível mais alto de alerta para o novo coronavírus após um aumento dos casos registados. “Os especialistas disseram-nos que a situação das infeções está …

Operação Saco Azul. Empresas "zombie" terão desviado 1,8 milhões do Benfica

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e a SAD do clube lisboeta foram constituídos arguidos pelo crime de fraude fiscal, no âmbito da operação ‘saco azul’, confirmou esta terça-feira à agência Lusa fonte oficial …

Maçãs com preços em alta, menos vinho e cerveja a estragar-se (os efeitos da pandemia)

A pandemia de covid-19 está a levar milhares de litros de cerveja a estragar-se, enquanto os produtores de vinho temem uma quebra na produção e, logo, nos lucros. Enquanto isso há menos maçãs e mais …

TAD anula sanção de cinco jogos à porta fechada ao Benfica

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) deu provimento ao recurso do Benfica e revogou a sanção de cinco jogos à porta fechada imposta pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao clube, pelo apoio prestado a …

Costa vira à esquerda, mas Catarina Martins diz que "não pode ser só conversa"

Esta quarta-feira, António Costa lança as negociações para o Orçamento do Estado para 2021 com os partidos que, até aqui, foram seus aliados. O primeiro-ministro insiste que o caminho da sua governação passa por entendimentos à …

No novo ano letivo, a Educação Física continua a ser maior incógnita

No início de julho, o Ministério da Educação anunciou algumas orientações sobre o próximo ano letivo que não contemplavam a Educação Física e o futuro da disciplina continua a ser uma incógnita.  Nas escolas, a falta …