Extrema-direita francesa e holandesa anunciam “aliança histórica”

Antoine Bayet / Wikimedia

Marine Le Pen (foto: Antoine Bayet / Wikimedia)

Marine Le Pen (foto: Antoine Bayet / Wikimedia)

Marine Le Pen, líder da Frente Nacional francesa e Geer Wilders, cabeça do partido holandês Partido da Liberdade, anunciaram ontem uma “aliança histórica” com o objectivo de criar um grupo político no Parlamento Europeu.

O anúncio foi feito em Haia, numa visita de Marine Le Pen ao Parlamento holandês, a convite de Wilders, e tem como objectivo a criação de uma frente comum eurocéptica com vista às eleições europeias, em Maio de 2014. Segundo o anúncio, este grupo representará a voz dos eurocépticos à escala europeia.

Na conferência de imprensa, Geer Wilders assume esta aliança como “o início da libertação deste monstro chamado Bruxelas”, considerando ainda a União Europeia como um “Estado nazi”.

Marine Le Pen, num dia considerado “histórico”, teceu críticas sobre as “velhas nações europeias por estarem obrigadas a pedir autorização a Bruxelas para tudo”, afirmando a necessidade de “reencontrar a soberania territorial, monetária e orçamental”.

O grupo político pretende ainda reunir partidos de extrema-direita de outros países europeus como a Bélgica, Itália, Alemanhã e Áustria.

Esta aliança tem actualmente sete eurodeputados no Parlamento Europeu, três da Frente Nacional e quatro do Partido da Liberdade, sendo necessários 25 de pelo menos sete Estados-membros para conseguir formar um grupo político.

RC, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

O outono chegou e traz aguaceiros. Mas o calor ainda pode aparecer em outubro

O outono começou oficialmente às 8h50 desta segunda-feira. Este é o dia do equinócio, a data em que, segundo o saber popular, o dia e a noite têm a mesma duração. A data que assinala o …

Portugal não aderiu a programa da UE criado de propósito após os incêndios de 2017

No ano passado, a União Europeia criou um programa de proteção civil devido aos incêndios de 2017 em Portugal. Contudo, o país não aderiu ao mecanismo. Em 2017, Portugal viveu momentos difíceis devido aos incêndios que …

Boris responsabiliza Irão por ataque a petrolífera saudita

Boris Johnson diz que o país atribui ao Irão, "com muito alto grau de probabilidade, os ataques à gigante petrolífera saudita". O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, acusou esta segunda-feira o Irão de ser, muito provavelmente, responsável …

41 países comprometem-se com iniciativa "Clima e Qualidade do Ar"

A iniciativa "Clima e Qualidade do Ar", apresentada na véspera da Cimeira da Ação Climática, propõe alcançar até 2030 uma qualidade do ar saudável e a harmonização das políticas de luta contra as alterações …

Reino Unido. Trabalhistas querem abolir ensino privado se formarem Governo

O Partido Trabalhista britânico compromete-se a abolir o ensino privado no Reino Unido caso venha a formar Governo. O plano do partido liderado por Jeremy Corbyn implica nacionalizar e integrar no sistema educativo público todas …

Rio acusa PS de se comportar como "dono disto tudo" (e diz que também tem um "Centeno")

No último debate a dois antes das legislativas de 6 outubro, os líderes do PSD e PS trocaram esta segunda-feira críticas - em tom leve e cordial -, recordando telhados de vidro de cada força …

Em decisão histórica, partidos árabes recomendam Gantz como primeiro-ministro de Israel

O Presidente de Israel, Reuven Rivlin, iniciou este domingo as suas consultas para a formação de um novo Governo. A Lista Conjunta, uma coligação que reúne os principais partidos árabes do país (Balad, Hadash, Ta’al …

Tancos. Azeredo Lopes teve "exercício perverso" de funções públicas, diz Ministério Público

O Ministério Público (MP) já terá terminado a acusação do caso de Tancos, na qual sustenta que o antigo ministro da Defesa Azeredo Lopes soube de toda a encenação, tendo ainda tentado tirar louros políticos …

Salário de 273 mil euros brutos anuais para Varandas revolta accionistas do Sporting

Um grupo de acionistas do Sporting fez chegar ao presidente da Mesa da Assembleia Geral (AG) da Sporting SAD, Bernardo Ayala, um pedido em que exige a retirada da proposta de aumento salarial para o …

Eleições na Madeira. A noite em que quem perdeu ganhou e quem ganhou perdeu

Depois de 43 anos de poder absoluto, o PSD perdeu este domingo pela primeira vez a maioria do parlamento da Madeira. O PS, que atingiu um valor histórico na região, também reclamou louros de vitória. …