Explosão de táxi em Liverpool considerada ataque terrorista

A polícia britânica acredita que a explosão de um táxi em Liverpool, que vitimou uma pessoa e fez um ferido, foi um ataque terrorista.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A explosão de um veículo em Liverpool, no norte de Inglaterra, da qual resultou um morto e um ferido, está a ser considerada pela polícia inglesa um ataque terrorista. O incidente ocorreu pouco depois das 11h00, na entrada do Liverpool Women’s Hospital, naquela cidade inglesa.

“Infelizmente, podemos confirmar que há uma vítima mortal e que outra, um homem, foi conduzido ao hospital para ser tratado a vários ferimentos que, por sorte, parecem não constituir ameaça de morte”, anunciou o porta-voz da Polícia de Merseyside na declaração lida à comunicação social.

O passageiro da viatura pediu para ser levado até ao hospital que ficava a dez minutos de distância. Já no local, o táxi explodiu, com o taxista a conseguir escapar, embora com alguns ferimentos.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, três homens, com 29, 26 e 21 anos, foram detidos no domingo por suspeita de serem os responsáveis pelo incidente. Esta segunda-feira, um novo homem, de 20 anos de idade, foi também detido.

A explosão está a ser tratada “como a ignição de um dispositivo explosivo”. A polícia acredita que os homens detidos podem estar envolvidos com o homem que estava dentro do táxi.

Os agentes prosseguem o seu trabalho “a fim de perceber o que aconteceu”.

Mantemos todas as opções em aberto em relação ao que poderá ter provocado a explosão, mas dada a forma como ocorreu, por precaução, é a unidade de polícia antiterrorista que lidera a investigação com o apoio da Polícia de Merseyside”, indicou o porta-voz da polícia.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.