Há estranhas rádios-fantasma na Rússia (e exploradores entraram numa delas)

Aos 14 anos, um jovem comprou um rádio de ondas curtas e estava a testá-lo quando encontrou a transmissão errada – uma rádio fantasma.

Imagine que é um entusiasta da rádio, sozinho à noite, a trabalhar no espectro do rádio quando se depara com uma transmissão num canal de ondas curtas desativado, onde normalmente não haveria nada além de estática. A transmissão é uma melodia – ou um zumbido – ou, às vezes, um desenho animado a falar, seguido por uma série de números lidos por um humano ou voz sintetizada.

Para o engenheiro de software Chris Smolinski, de Baltimore, isto não era apenas uma hipótese. Aos 14 anos, conta o IFLScience, tinha acabado de comprar um rádio de ondas curtas e estava a testá-lo quando encontrou a transmissão errada.

“Estava a sintonizar estações como a BBC e a Rádio Moscovo, e então um dia descobri alguém a ler números”, contou Smolinski, em declarações ao Miami New Times.

Smolinski começou a documentar os números que ouvia na estação e outros ao longo de 20 anos antes de finalmente receber uma resposta.

A estação que ouvira – segundo a teoria prevalecente na maioria das estações de números – transmitia mensagens codificadas, destinadas às pessoas que saberiam descodificá-las do outro lado.

Essas mensagens particulares foram enviadas por Cuba, destinadas a espiões no campo.

A vantagem de enviar as mensagens desta forma é que, embora se possa descobrir de onde vem o sinal, é quase impossível descobrir a quem se destinam e quem as está a receber.

A desvantagem – como Cuba descobriria – é que quando alguém intercetasse o criptograma, conseguiria continuar a desvendar as mensagens a partir daí.

Algumas das mensagens, que seriam reveladas num processo judicial pelo FBI, seriam “priorizar e continuar a fortalecer a amizade com Joe e Dennis” e “sob nenhuma circunstância, os [agentes] German ou Castor devem voar com o BTTR ou outra organização em dias 24, 25, 26 e 27”.

Estas estações existem desde a I Guerra Mundial, embora tenham sido mais prolíficas no auge da Guerra Fria. Por vezes, transmitiam programação, outras aparentemente de forma aleatória, assustavam as pessoas em todo o mundo, não se limitando a um único idioma.

Uma teoria particularmente alarmante sobre uma estação numérica – “MDZhB”, também conhecida como “UVB-76” e “The Buzzer” – é que está a ser usada como um sinal de “Mão Morta”. A estação transmite um tom monótono constante, interrompido a cada poucos segundos por um som semelhante ao de uma sirene de nevoeiro e, ocasionalmente, por uma voz russa emitindo mensagens como “Ya UVB-76, Ya UVB-76. 180 08 BROMAL 74 27 99 14. Boris, Roman, Olga, Mikhail, Anna, Larisa. 7 4 2 7 9 9 1 4”.

A teoria da “Mão Morta” sugere que só se precisa de preocupar quando o sinal pára. Se estiver correto, o monótono está lá como uma espécie de alarme “está tudo bem”. Se o sinal cessar durante um certo período de tempo por causa de um ataque nuclear, uma resposta nuclear automática seria acionada.

A estação começou a transmitir na era soviética, mas não terminou com a sua queda. Na década de 1990, os entusiastas do mistério ouviram atentamente e perceberam que conseguiam ouvir as pessoas ao fundo, conversando baixinho.

O tom, que continua até hoje, não é uma gravação, mas um som ao vivo produzido por um microfone colocado perto de um altifalante.

Em novembro de 2001, os amadores ouviram uma pessoa a falar em russo. Noutras alturas, o tom parou para tocar uma parte do Lago dos Cisnes.

Em 2010, as conversas eram cada vez mais ouvidas até que, um dia, pararam. O silêncio durou pouco tempo. A estação tinha sido transferida da remota vila russa de Povarovo para outro local.

Isso deu a alguns investigadores corajosos a oportunidade de fazer uma visita ao redor da estação. Um explorador russo encontrou um diário de bordo militar que parecia confirmar que a estação estava a transmitir mensagens do estado russo, enquanto outros capturaram algumas fotografias de uma base militar degradada, que parece que poderia ter sido abandonada há muito tempo.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …

Paquistão. Quem não se vacinar pode ficar sem acesso ao telemóvel

O governo regional de Punjab, no Paquistão, decidiu que os cidadãos que não se vacinarem contra a covid-19 "ao fim de um certo tempo" podem ver o cartão SIM do seu telemóvel bloqueado. "Estamos a fazer …

Seleção Nacional testa negativo na véspera da estreia no Europeu

Depois do susto de João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, a seleção nacional respira de alívio na véspera da estreia no Europeu, depois de ter testado negativo à covid-19. Esta segunda-feira de manhã, a …

Associação quer que os testes em eventos culturais sejam gratuitos

A Associação Espetáculo - Agentes e Produtores Portugueses defendeu que os testes de diagnóstico à covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais. A Associação Espetáculo – Agentes e Produtores Portugueses defendeu, este domingo, que os testes …

Advogados repudiam declarações de Cabrita sobre agendamentos do SEF

Um grupo de advogados repudiou as declarações do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que atribuem a um escritório de advogados a responsabilidade pelo mau funcionamento do sistema de agendamentos para atribuição de vistos de …

Fundo Azul só aplicou um quarto do orçamento desde 2016

O Fundo Azul tem tido um orçamento anual de 13 milhões de euros nos últimos cinco anos, mas não tem gasto três quartos desde 2016. Em cinco anos, o Fundo Azul entregou apenas 17 milhões de …

Polónia 1-2 Eslováquia | Paulo Sousa surpreendido no arranque

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, entrou hoje da pior forma no Euro2020, ao perder por 2-1 com a Eslováquia, em encontro do Grupo E, disputado em São Petersburgo, na Rússia. O guarda-redes Wojciech …

Agostinho Branquinho nega tráfico de influências na construção de hospital em Valongo

O antigo deputado Agostinho Branquinho negou esta segunda-feira qualquer envolvimento ou tráfico de influências junto da Câmara de Valongo, no processo de licenciamento e construção do Hospital de São Martinho, naquele concelho do distrito do …

Estádio Sp. Braga

17 anos depois, Câmaras ainda devem 55 milhões dos estádios do Euro 2004 (só 2 já pagaram tudo)

Apenas duas Câmaras municipais já não têm dívidas no âmbito da construção de estádios para o Euro 2004. Ao cabo de 17 anos, as autarquias ainda têm cerca de 55 milhões de euros para pagar …

PSD quer aumentar penas para corrupção por políticos em funções e evitar megaprocessos

O PSD quer agravar as penas de prisão para crimes de corrupção, sobretudo quando cometidas por políticos, mas admite a dispensa ou atenuação da pena em caso de colaboração, e apresenta propostas para evitar os …