Exploração de lítio ameaçada por protestos a nível nacional

(dr) Dakota Minerals

Prospecção de lítio em Montalegre

A exploração de lítio está comprometida por um movimento nacional de protestos. As preocupações prendem-se com a preservação do património ambiental e natural.

Um movimento nacional de oposição à exploração do lítio vai contra as intenções de várias empresas multinacionais e até mesmo da Comissão Europeia. As características do lítio permitem o armazenamento de energia e a CE está já a financiar vários projetos para a sua exploração. O objetivo passa por reduzir a dependência energética de países como a China.

A exploração de lítio em Portugal traz reticência a cada vez mais pessoas. A nova lei de bases para pesquisa e aproveitamento dos recursos geológicos está há quase quatro anos para ser regulamentada. Além disso, são várias as preocupações ambientais com a corrida ao lítio em Portugal.

Os protestos destacam a importância de preservar o património ambiental e natural português e defender o território e as populações destas áreas. Atualmente há 11 áreas identificadas com elevado potencial de pesquisa e exploração de lítio — e são já vários os interessados.

De acordo com o Público, os projetos de Covas do Barroso, em Boticas, e da mina do Romano, em Montalegre, têm já empresas destacadas para a sua exploração. No entanto, ainda no ano passado, ambos os locais foram reconhecidos pela Unesco como Património Agrícola Mundial.

A promessa de criação de postos de trabalho parece não ser o suficiente e quem o admite é o próprio presidente da Câmara de Boticas, Fernando Queiroga, que diz não vender a paisagem e o património a troco de 120 ou 140 empregos.

A empresa australiana Fortescue tinha também planos para a exploração no “Fojo”, uma área em pleno parque nacional da Peneda-Gerês. Os protestos e a contestação da população fez com que a empresa retirasse o pedido de prospeção que tinha pendente na Direção-geral de Energia e Geologia.

Noutro caso, o consórcio INature fez chegar ao mesmo organismo um apelo para que não avancem as autorizações de exploração requeridas, explicando que poderia causar efeitos nocivos a nível dos habitats naturais, dos ecossistemas, na gestão da paisagem e no equilíbrio do sistema agro-pastoril.

Em resposta, o Governo anunciou medidas para apaziguar as preocupações ambientalistas das populações. Para garantirem a prospeção de uma área, os concessionários terão de passar anualmente por avaliações ambientais. Além disso, fez ainda a promessa de partilhar os lucros com as Câmaras Municipais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Polícia britânica tingiu de negro uma lagoa azul para afastar visitantes

A Polícia britânica decidiu tingir de negro uma lagoa azul muito procurada na região de Derbyshire, visando assim afastar os visitantes e fazer com que estes cumpram o isolamento social exigido pelas autoridades para travar …

A maior cascata do Equador desapareceu repentinamente

A maior cascata do Equador, com cerca de 150 metros, desapareceu repentinamente por causa de uma dolina. Investigadores ainda não sabem se esta apareceu por causas naturais ou humanas. Em fevereiro, a cascata de San Rafael, …

Aprovada descida de 3% na eletricidade no mercado regulado

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou uma descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh). Contas feitas, trata-se de uma redução de aproximadamente 3% no total …

Turquemenistão proibiu o uso da palavra "coronavírus"

Enquanto o mundo luta para conter a propagação da pandemia de covid-19, no Turquemenistão os cidadãos podem ser presos só por dizerem a palavra "coronavírus". De acordo com a rádio NPR, que cita a organização não …

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …

Bill Gates deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia

Num artigo publicado no jornal norte-americano Washington Post, o fundador da Microsoft, Bill Gates, deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia de covid-19, que já fez 43 mil mortes em todo o …

Comissão de Trabalhadores da TAP pede nacionalização da companhia

A Comissão de Trabalhadores (CT) da TAP reforçou esta quarta-feira o apelo para que a transportadora “se torne 100% pública”, depois de a empresa ter anunciado o lay-off da maioria dos trabalhadores, segundo um comunicado. No …

"Posso ir?" Há uma app que lhe diz como estão as filas nos supermercados

A comunidade tecnológica tech4COVID19 criou uma aplicação móvel que permite aos seus utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados. A app, sob o nome "Posso ir?", pretende orientar os utilizadores nas idas aos …

Conte pede à Alemanha mais solidariedade europeia. “Se somos uma União, está na hora de o provarmos”

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, fez esta quarta-feira um apelo solene à Alemanha para que haja mais solidariedade europeia no combate à pandemia da covid-19, que está a afetar severamente o seu país. “Se somos uma …

Em França, Portugal é destacado como bom exemplo (mas também pela sorte da sua geografia)

Portugal tem "11 vezes menos mortes" do que Espanha, em proporção das respectivas populações, e parece estar a lidar melhor com a pandemia de Covid-19 do que o país vizinho. Esta é a conclusão de …