Explicação de Dilma para nomear Lula foi “ridícula”

joaobourbon / Flickr

Lula da Silva e Dilma Rousseff

Lula da Silva e Dilma Rousseff

O jornal “New York Times” dedicou o editorial deste sábado ao Brasil e faz duras críticas às últimas acções do governo de Dilma Rousseff.

Para o jornal nova iorquino, a presidente Dilma Rousseff criou uma “crise de confiança no seu próprio julgamento”.

O turbilhão político vivido no Brasil na última semana foi tema do editorial da edição deste sábado do prestigiado jornal The New York Times.

Num texto com o título “Crise política do Brasil aprofunda-se“, o diário faz duras críticas ao governo da presidente Dilma Rousseff e pinta-lhe um futuro sombrio.

Assinado pelo corpo editorial do jornal, o artigo destaca a “luta pela sobrevivência política” da presidente, ao mesmo tempo em que os apelos pelo impeachment da presidente se tornam mais altos em plena crise económica.

“Surpreendentemente, porém, Dilma achou que tinha capital político para gastar a semana passada, quando nomeou o seu antecessor e mentor político, Lula da Silva, para a Casa Civil”, escrevem os editorialistas do NYT.

Segundo o jornal, a explicação de Dilma para a escolha foi “insensível e ridícula”.

“Dilma Rousseff caracterizou a nomeação de Lula como uma oportunidade de trazer de volta ao governo um negociador talentoso para ajudar o Brasil a lutar contra uma série de crises.”

Para o New York Times, ao tomar esta opção, a presidente Dilma Rousseff acabou por criar uma nova crise, de “confiança na sua capacidade de julgamento“.

O jornal lembra que Lula afirma ser inocente.

O ex-presidente e Dilma, continua o artigo, querem retardar ao máximo o dia do julgamento de Lula “dando-lhe a protecção dos procuradores a que membros do governo têm direito”.

Os brasileiros estão enojados dos seus líderes, com razão. O último artifício do governo levou os manifestantes às ruas pedir a renúncia de Dilma”, relata o editorial.

“Se as suas últimas manobras impulsionarem agora verdadeiramente o processo de impeachment, Dilma só poderá culpar-se a si própria.”

ZAP / DW

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Quarentena de Charles Michel obriga a adiamento do Conselho Europeu

O Conselho Europeu foi adiado para 1 e 2 de outubro, depois de Charles Michel ter estado em contacto com um caso positivo de covid-19. O Conselho Europeu devia decorrer entre quinta e sexta-feira, mas foi …

Navalny tem alta de hospital na Alemanha

“O estado de saúde do paciente melhorou tanto que o tratamento médico foi interrompido”, disse o hospital num comunicado. “Os médicos consideram que uma recuperação total é possível”, referiu a nota, mas médicos sublinham que, …

Cai período de nojo para governantes que vão para o BdP. Privados têm que esperar três anos

A que poderá ser a nova regra para as nomeações futuras para a liderança do Banco de Portugal (BdP) indica que os governantes podem entrar diretamente enquanto personalidades do sector privado da banca ou empresas de …

Mais três mortes e 802 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quarta-feira, mais três mortes e 802 novos casos de infeção por covid-19 em relação a terça-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

"Vista invejável". Presidente de Almada diz que ia viver para o Bairro Amarelo "amanhã"

A presidente da Câmara de Almada afirmou esta segunda-feira, na reunião pública ordinária da autarquia, que não se importava de ir viver "amanhã" para o Bairro Amarelo, frisando a sua vista "invejável". "Almada tem este …

Aulas de Educação Moral e Religiosa juntam alunos de turmas diferentes. Sistema "bolha" violado

Há escolas em que a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) está a juntar alunos de turmas diferentes, violando assim as recomendações das autoridades por causa da pandemia e pondo em causa o …

Autárquicas. PS e PSD têm de renovar 33 presidentes de câmara

PS e PSD têm, no total, 33 presidentes de câmara que não se poderão recandidatar nas próximas eleições autárquicas, uma vez que já atingiram o limite de três mandatos consecutivos. Os números são apresentados esta …

Trump diz que evitou cenário de mais de 2,5 milhões de mortos nos Estados Unidos

Esta terça-feira, Donald Trump disse que que evitou o cenário dos Estados Unidos registarem mais de dois milhões de mortos por covid-19 e culpou a China por "deixar a praga escapar". O Presidente dos Estados Unidos …

Boris endurece discurso e admite que novas medidas podem prolongar-se por seis meses

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, avisou esta quarta-feira que um pacote de medidas mais apertadas para combater a pandemia do novo coronavírus (covid-19), incluindo o encerramento de bares e restaurantes às 22:00, pode ficar em …

Novo estudo já marcou data para o fim da pandemia (e normalidade pode estar para breve)

Um novo estudo da McKinsey prevê que o fim da pandemia só deve chegar no terceiro ou no quarto trimestre de 2021 nos países desenvolvidos. Contudo, o retorno à normalidade deve acontecer mais cedo. O artigo …