Experiência sociológica revela indiferença perante violência doméstica

Uma experiência sociológica realizada por um coletivo sueco revela a indiferença das pessoas quando se deparam com uma situação em que uma mulher está a ser vítima de violência física e verbal.

A organização sueca STHLM Panda filmou, com recurso a uma câmara oculta, dois casais em elevadores com mais pessoas. A dado momento, os casais começam a discutir. Em todos os casos, a discussão vai subindo de tom, com as duas mulheres a serem vítimas de violência verbal e física.

O vídeo mostra que quase todas as pessoas que partilham o elevador com os dois casais reagiram passivamente, limitando-se a mostrar algum incómodo, alguma impaciência para sair do elevador.

Apenas uma mulher, entre as 53 pessoas que presenciaram as discussões dos casais, interveio e avisou o homem: “Vou chamar a polícia se lhe tocar novamente”.

Todas as outras pessoas ignoraram a discussão e saíram do elevador sem comentar.

Uma outra mulher só reage para fazer um pedido ao casal: “Desculpe, pode deixar-me sair daqui antes de fazer isso”.

Numa das situações, a mulher é empurrada pelo companheiro contra a parede e agarrada pelo pescoço. Em outra, o homem parece que vai bater na companheira, ameaçando-a, de forma audível, de morte.

Citado pelo The Independent, Konrad Ydhage, co-fundador do STHLM Panda, afirmou que realizou esta experiência para aumentar a consciencialização sobre a violência doméstica e para ver se as pessoas iam intervir “quando realmente era necessário”.

“Falamos depois com quase todas as pessoas que estiveram no elevador. A maioria disse que sentia vergonha por não ter reagido e disse que estava contente por ser uma experiência”, disse Konrad Ydhage.

“Algumas pessoas afirmaram que iam chamar a polícia, mas pensamos que isso é mentira. Filmamos durante dois dias e a polícia nunca apareceu”, concluiu.

No início deste mês, e por ocasião das III Jornadas Nacionais Contra a Violência Doméstica e de Género, a secretária de Estado da Igualdade portuguesa, Teresa Morais, afirmou que a comunidade deve despertar para o problema da violência doméstica e denunciar estes casos, que constituem “uma grosseira e grave violação” dos direitos humanos.

Na mesma ocasião, Teresa Morais lembrou as mulheres assassinadas em contexto familiar, que este ano já eram 32.

Citando os dados do Relatório Anual da Segurança Interna, a secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade referiu ainda que, em 2013, houve 40 homicídios conjugais, dos quais 30 foram de mulheres.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O detetive a bordo do rover da NASA Perseverance

Marte está muito longe da famosa 221 Baker Street, mas um dos detetives mais conhecidos da ficção estará representado no Planeta Vermelho quando o rover Perseverance da NASA pousar no dia 18 de fevereiro de …

Nem o mar profundo se safa das alterações climáticas

Um novo estudo mostra que as alterações climáticas já estão a bater à porta do mar profundo, e os seus habitantes poderão em breve estar em perigo. De acordo com o site IFLScience, a equipa de …

Príncipe belga pede desculpa por violar confinamento em festa ilegal em Espanha

O príncipe Joachim da Bélgica disse “lamentar profundamente” não ter respeitado “todas as medidas” do confinamento durante uma viagem a Espanha, onde participou numa festa ilegal em Córdoba que está a ser investigada pela polícia. Depois …

Politólogo que previu que Trump seria Presidente vaticina a sua reeleição

O politólogo que previu que Donald Trump seria Presidente dos Estados Unidos vaticina agora a sua reeleição em novembro de 2020. Helmut Norpoth, professor de ciências políticas da Universidade Stony Brook, nos Estados Unidos, previu …

Índia regista mais de oito mil novos casos. Tem "uma longa batalha" pela frente

A Índia registou mais de oito mil novos casos de covid-19 num único dia, um novo recorde desde o início da pandemia no país, foi este domingo anunciado. O número de casos confirmados de covid-19 na …

Jovens bolivianos forçaram picada de viúva-negra. Queriam ser como o Homem-Aranha

Três irmãos bolivianos de 8, 10 e 12 anos acabaram hospitalizados depois de fazerem com que uma viúva negra os picasse para que ficassem com super-poderes como o Homem Aranha. "Pensando que a [picada] lhes …

Bloco exige retirada de norma "insultuosa" no apoio a recibos verdes

O Bloco de Esquerda (BE) exigiu este domingo ao Governo que retire do formulário de apoio para os trabalhadores independentes uma norma "insultuosa" que lhes exige o compromisso de retomarem a atividade no prazo de …

Espetada de porco 2.0. Novameat propõe carne impressa em 3D para o jantar

A Novameat, uma empresa espanhola de tecnologia alimentar, apresentou um novo produto: carne de porco à base de plantas impressa em 3D, a que batizaram de espetada de porco 2.0. A Novameat quer apoiar um sistema …

Uber acusada de exploração de trabalhadores em Itália

Um tribunal de Milão ordenou a nomeação de um administrador judicial para a Uber Itália durante um ano, após ter determinado que o serviço de entrega de refeições da empresa explorava os trabalhadores. De acordo com …

Pinto de Costa: "Se Rui Moreira tivesse avançado, não me candidatava"

Pinto da Costa revelou que não teria avançado para a recandidatura à presidência do FC Porto se o presidente da Câmara do Porto tivesse entrado na corrida. "Se o Rui Moreira se tivesse candidatado, embora …