Ex-socialista Manuel Valls excluído das listas de Macron (mas apoia por fora)

Ian Langsdon / EPA

O ex-primeiro-ministro francês Manuel Valls (esq)

O ex-primeiro-ministro francês Manuel Valls (esq)

O movimento político de Emmanuel Macron apresentou esta quinta-feira 428 candidatos da “maioria de mudança” às legislativas de Junho, lista que não inclui o ex-primeiro-ministro socialista Manuel Valls, que não cumpre os critérios definidos pelo movimento para os seus candidatos.

“Nunca um movimento político francês com 13 meses de existência teve a audácia de ter 52% dos seus candidatos civis, sem currículo profissional na política”, declarou o secretário-geral do movimento A República Em Marcha, Richard Ferrand, em conferência de imprensa. “A promessa de renovação está assim cumprida”, acrescentou.

O ex-primeiro-ministro Manuel Valls, que centrou as atenções nos últimos dias por abandonar o Partido Socialista para se juntar a Macron, não é candidato pelo A República em Marcha, por não cumprir os critérios definidos pelo movimento da “maioria de mudança”, mas foi encontrada uma solução de compromisso.

Manuel Valls “já fez três mandatos parlamentares” sucessivos, pelo que não pode candidatar-se pelo movimento, segundo uma regra “conhecida desde 19 de Janeiro”, definida para assegurar a renovação política.

Mas porque “não se fecha a porta na cara a um ex-primeiro-ministro“, o A República em Marcha não vai apresentar um candidato contra Valls na sua circunscrição de Essone, disse Ferrand.

“Estou determinado a envergar as cores do progresso, aqui, e de qualquer forma estarei envolvido na maioria presidencial“, disse Valls à televisão BFM-TV, explicando que vai candidatar-se para, mesmo sem integrar as listas de Macron, apoiar a política do novo presidente.

Os 428 candidatos apresentados hoje foram escolhidos entre “19.000 processos” de candidatura recebidos pelo movimento. Mais de metade (52%) são da sociedade civil, “no sentido de que nunca exerceram um mandado por eleição“, explicou Ferrand.

A lista obedece também a uma “real paridade”, com 214 candidatas mulheres e 214 candidatos homens.

A maioria (93%) trabalha, 2% estão à procura de emprego, 4% são reformados e 1% estudantes. A média de idades é 46 anos, a candidata mais nova tem 24 anos e a mais velha 72, precisou.

O movimento conta apresentar o resto das candidaturas mais tarde, para completar as 577 circunscrições, pois, segundo Ferrand, “é preciso dar espaço à recomposição em curso da paisagem política francesa”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Benfica e Porto estarão interessados na contratação de Pepê

FC Porto e SL Benfica, juntamente com outros emblemas, estarão interessados na contratação do jovem brasileiro do Grêmio, Pepê. O clube pede entre 15 e 20 milhões de euros. Aos 22 anos de idade, Pepê tem …

Diamante de 183 quilates está à venda em leilão angolano

A Sodiam, empresa pública de comercialização de diamantes angolana, lançou na quarta-feira o segundo leilão para venda de diamantes brutos, que inclui uma pedra de 183 quilates, e no qual estão já registadas mais de …

Bruxelas aprova compra de Seguradoras Unidas e AdvanceCare pela Generali

A Comissão Europeia aprovou, esta quinta-feira, a compra das portuguesas Seguradoras Unidas e AdvanceCare ao grupo norte-americano Apollo pelo grupo italiano Generali, um negócio no valor estimado de 600 milhões de euros. O Executivo comunitário adiantou, …

"Rebeldes" que saíram do Partido Conservador concorrem como independentes ou pela oposição

Vários deputados dissidentes ou expulsos do Partido Conservador estão a candidatar-se como independentes ou por partidos da oposição nas legislativas de 12 de dezembro por se oporem ao Brexit negociado pelo primeiro-ministro. O antigo procurador-geral Dominic …

CGD já está a cobrar comissões nos depósitos de instituições financeiras

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) já começou a cobrar comissões nos depósitos das instituições financeiras, de modo a tentar contornar a política monetária do Banco central Europeu. A intenção de cobrar comissões nos depósitos de …

Câmara de Oliveira de Azeméis pagou contas de concelhia do PSD, acusa Ministério Público

O Ministério Público (MP) deduziu esta quarta-feira acusação contra 68 arguidos no âmbito da operação “Ajuste Secreto”. Entre os acusados está o antigo autarca da Câmara de Oliveira de Azeméis Hermínio Loureiro, que é a …

PAN defende atribuição de cartão de cidadão a sem-abrigo

A iniciativa recomenda ao executivo socialista, liderado por António Costa, que seja atribuído "um cartão de identificação a todos aqueles que não têm uma casa ou um teto". O PAN apresentou na Assembleia da República um …

Governo quer criar regras especiais para alunos do profissional acederem ao Ensino Superior

O Governo quer criar um modelo de acesso específico para alunos do ensino profissional que queiram prosseguir estudos superiores, uma proposta que chegou a estar desenhada na anterior legislatura, mas que ainda não avançou. Segundo noticiou …

Menos de metade dos médicos do SNS trabalha em regime de exclusividade

Menos de metade (42,9%) dos médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) trabalha em regime de exclusividade, avança o Jornal de Notícias, citando números da Administração Central dos Serviços de Saúde.  Segundo dados apresentados esta quinta-feira …

Grávidas e crianças até aos 10 anos não devem comer peixe-espada e atum, recomenda Espanha

A Agência Espanhola de Segurança Alimentar e Nutrição publicou novas recomendações no final de outubro para o consumo de determinados tipos de pescado, nomeadamente o atum e o peixe-espada, tubarão ou cação e Lúcio. Em causa …