Ex-inspector do SEF julgado por abuso sexual de crianças

Tem hoje início em Leiria o julgamento de um ex-inspector do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras por crimes de abuso sexual de crianças, pornografia de menores e devassa da vida privada, num processo que envolve uma funcionária desta força policial.

Ao ex-inspector na delegação de Leiria do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, que chegou a chefiar, o Ministério Público (MP) imputa dois crimes de abuso sexual de crianças, nove crimes de pornografia de menores e 19 crimes de devassa da vida privada, 17 dos quais alegadamente cometidos em co-autoria com a funcionária.

No despacho de acusação lê-se que o arguido, demitido na sequência de um processo disciplinar, foi treinador adjunto de uma equipa feminina sub-14, tendo aí conhecido uma menor, que transportava de e para os treinos juntamente com as restantes atletas, na viatura do clube.

O então inspector, de 46 anos, obteve o número de telemóvel da atleta e, “quer por sms, quer por e-mail, começou a trocar mensagens” para “criar uma maior aproximação com esta, de modo a cativá-la e aliciá-la a manter conversações consigo ou troca de ficheiros de imagens, de índole sexual”.

De meados de maio a 26 de Setembro de 2012, o arguido enviou à menor, então com 13 anos, “mensagens sms em número nunca inferior a 1.200“, nas quais insinuava e propunha uma “relação amorosa”.

Além de outras situações, o documento relata que o arguido abordava ainda com a atleta “assuntos de cariz sexual” e pediu-lhe que enviasse fotografias suas (em biquíni e nua), o que esta fez.

O MP adianta que em Julho de 2012 o arguido acompanhou a equipa feminina sub-19 do mesmo clube num campo de férias, tendo colocado nos balneários do pavilhão uma câmara de vídeo “para obter imagens dos corpos das jovens, mulheres e crianças desnudadas”, o que conseguiu, para “satisfazer a sua lascívia e intentos libidinosos”.

Nesse Verão, o ex-polícia filmou igualmente outras crianças, em biquíni ou nuas.

Na posse do arguido, a Polícia Judiciária de Leiria encontrou imagens e vídeos, sobretudo de menores em poses pornográficas e em práticas sexuais, com adultos e entre si, obtidos através de sítios na Internet de pornografia infantil.

O MP acrescenta que, em 2011, o inspector solicitou a uma funcionária do SEF, de 38 anos, com quem terá tido um relacionamento, que “captasse imagens de mulheres e crianças no balneário da piscina municipal de Vieira de Leiria”, o que a arguida fez, colocando a câmara de vídeo (do tamanho e formato de um comando de garagem), entregue por aquele, no seu porta-chaves.

Naquele local, durante cerca de dois meses, duas vezes por semana, a funcionária captou imagens “de mulheres e crianças nuas” que, depois, o arguido descarregava, lê-se no despacho, que acusa os arguidos de “total ausência de respeito pela intimidade sexual e pela dignidade dos ofendidos”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …

A maior entrada de sempre em bolsa. Saudi Aramco garante 25,6 mil milhões de dólares

Para além de fazer uma entrada em estilo na bolsa de Riade na próxima semana, com a maior IPO de sempre, a Saudi Aramco torna-se na empresa mais bem avaliada do mundo. A Saudi Aramco, petrolífera …

Novo livro revela provas de que Albert Camus foi assassinado pelo KGB

Giovanni Catelli é autor da teoria que o prémio Nobel da literatura Albert Camus foi assassinado pelo KGB. No seu novo livro, reitera essa ideia e revela algumas provas. O romancista Albert Camus foi vencedor do …

Embaixada da China reage com "forte indignação” às declarações de Pompeo em Lisboa

A embaixada da China em Portugal reagiu esta sexta-feira com “forte indignação e firme oposição” às declarações do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, sobre o governo e empresas chineses, durante a visita que fez …

Ministério Público quer anular libertação do amante de Rosa Grilo

O Ministério Público (MP) pediu a nulidade do despacho judicial que ordenou esta sexta-feira a libertação de António Joaquim, acusado de matar o triatleta Luís Grilo, em coautoria com a mulher da vítima, Rosa Grilo. “O …

Cofina condenada a pagar 55 mil euros ao ex-ministro Miguel Macedo

O grupo Cofina Media foi condenado a pagar 55 mil euros ao antigo ministro da Administração Interna Miguel Macedo por ter exibido ilegalmente imagens e áudio de interrogatórios no âmbito do processo dos Vistos Gold, …