Dezasseis ex-governantes estão em administrações das maiores empresas da bolsa

Tiago Petinga / Lusa

O presidente da EDP, António Mexia

Das 18 empresas cotadas do principal índice bolsista português (PSI 20), metade conta com antigos governantes em administrações, cargos executivos ou não executivos, adianta o Dinheiro Vivo este sábado. 

De acordo com o jornal de economia, são dezasseis os antigos governantes a integrar estas empresas, sendo que a remuneração média é de 88,7 mil euros para participar e preparar reuniões das empresas.

A maioria dos ex-governantes assume funções não executivas, havendo outros que ocupam cargos em mais do que uma empresa – é no grupo EDP e na Mota-Engil que se encontram mais ex-políticos. O levantamento feito pelo DV não contou com o ex-secretário de Estado do Ambiente Adolfo Mesquita Nunes, que vai assumir um cargo na Galp.

No que respeita a funções executivas, estão três antigos governantes nas 18 cotadas do PSI 20: António Mexia (EDP), Luís Palha da Silva (Pharol) e Carlos Costa Pina (Galp).

Mexia, CEO da EDP, foi ministro das Obras Públicas e Transportes no governo de Santana Lopes. Antes disso, foi presidente executivo da Galp. Em 2018, ganhou 2,2 milhões de euros brutos. Luís Palha da Silva foi secretário de Estado do Comércio no início da década de 1990. Em 2018 teve um vencimento de 343 mil euros. Por sua vez, Carlos Costa Pina, antigo secretário de Estado do Tesouro e das Finanças do governo de José Sócrates, é administrador executivo da Galp, sendo que auferiu 705 mil euros em 2018.

Quanto aos administradores não executivos – aqueles que têm de trabalhar a tempo inteiro e em exclusividade nessas empresas – o trabalho passa por estarem presentes em algumas reuniões, explica o jornal.

No caso da EDP, por exemplo, o Conselho Geral e de Supervisão, onde está o antigo Ministro dos Negócios Estrangeiros Luís Amado, teve 11 reuniões em 2018. Os ex-governantes com assento nesse órgão ganharam entre 64 mil euros e 405 mil euros.

 

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Uma vergonha !
    Um esgoto !
    A corrupção no seu esplendor.
    Governantes preparam a legislação e os subsídios, para depois entrarem nas empresas que “ajudaram”.
    Diz o Jerónimo que basta a ética destes governantes para isto nunca acontecer.
    Como se vê o Jerónimo só deve saber mesmo de canalizações…

      • Comentário: Ex-governantes são enviados para esses cargos para receberem quantias que nunca receberiam em parte alguma. Por outro lado, essas empresas que, naturalmente, trouxeram benefícios aos acionistas, não trouxeram quaisquer vantagens para o Povo que paga os valores dos serviços fornecidos por essas empresas, em muitos casos mal geridas, por valores superiores aos praticados na UE. AAlves

    • Se calhar melhor é os xuxas que só mamam do Estado com suas famiGlias por serem uns incompetentes e ninguém do privado os quer. Quem produz riqueza, é o Estado ou os privados?

  2. E depois certos políticos ainda têm a desfaçatez de achar que os funcionários do Estado, que trabalham duro e em regime de exclusividade, não podem auferir uma remuneração superior – mas atenção, só no final das suas difíceis carreiras! – à dos políticos de topo. Estes, talvez ao cabo de uns poucos anos recheados de besesses e mordomias, saem dos seus cargos políticos, talvez para entidades especiais, onde vão talvez, coitados, ganhar milhares ou milhões. Haja vergonha!

  3. O melhor de Portugal está aqui! Tachos e mais tachos pagos a peso de ouro. Se eles não prestavam como governantes, prestam como administradores? Alguma vez seremos uma país a sério? Não, enquanto tivermos esta tralha de políticos. E o povo sereno, come e cala.

  4. Temos agora 3 vezes a possibilidade de tentar corrigir isto, nas próximas eleições mostrar aos políticos que o povo não esta contente. o pior é que falamos e ninguém faz nada. algum governante se vai reformar aos 69 anos? se não fosse isto até nos podíamos reformar todos aos 60 que a segurança social tinha fundo de maneio.

  5. andam estes dinossauros a comer á mais de 50 anos o nosso dinheiro, nunca se vê pessoas diferentes estou farto quero novos politicos e estes compadrios fora, sempre os mesmos.

RESPONDER

Contas do Metro de Lisboa podem ter “buraco” de três mil milhões, alerta auditoria

As contas do Metropolitano de Lisboa (ML) referentes a 2018, enviadas esta quinta-feira pela empresa pública à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), podem evidenciar um eventual "buraco" de quase três mil milhões de …

Rackete fica em liberdade e apela em tribunal para a ação da UE

A capitã do navio humanitário Sea Watch 3 Carola Rackete, suspeita em Itália de ajuda à imigração ilegal, regressou esta quinta-feira a um tribunal na Sicília para ser ouvida pela justiça italiana. Carola Rackete, a capitã …

“Ganhou um Nobel porquê?”, perguntou Trump a Nadia Murad

Na sala Oval, na Casa Branca, cheia de sobreviventes de perseguição religiosa, o presidente dos EUA falou com cada um, ouviu vários pedidos de ajuda.  Quando chegou a vez Nadia Murad, que ganhou em conjunto com …

Sismo de magnitude 5 atinge Atenas. Há partes da cidade sem eletricidade

Um sismo de magnitude 5,1 na escala de Richter foi esta sexta-feira sentido em Atenas, informou o Centro Sismológico Euro-mediterrânico, existindo relatos de que muitas pessoas saíram a correr para as ruas da capital grega. O …

Jerónimo acusa PS de se encostar à direita para impor “malfeitorias” aos trabalhadores

O secretário-geral do PCP afirmou esta quinta-feira que o país continua a ter uma distribuição de rendimentos injusta apesar dos avanços dos últimos quatro anos e acusou o PS de voltar a encostar-se à direita …

Inspetores da PJ entregam pré-aviso de greve (e fazem ultimato a Costa)

A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal dá uma semana ao Governo para alterar estatuto profissional dos polícias, caso contrário, não desmarca a greve. A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC) da Polícia …

Ministro coloca Chefe das Forças Armadas em sentido e abre-lhe a porta da saída

O ministro da Defesa desdramatiza as declarações do Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) que falou numa situação "insustentável". João Gomes Cravinho fala em "infelicidade na linguagem" e diz que se o CEMGFA …

Falta de controlo. Gestão de donativos de Pedrógão arrasada pelo Tribunal de Contas

A auditoria do Tribunal de Contas detetou graves falhas nas decisões de fundo gerido pelo Estado, destinado à reconstrução das casas em Pedrógão Grande. A auditoria do Tribunal de Contas ao Fundo Revita - criado pelo …

Vingança pode ter motivado o atentado ao estúdio de animação no Japão

O autor do atentado ao estúdio de animação em Quioto terá dado a entender às autoridades que agiu por vingança quando lançou o incêndio que levou à morte de 33 pessoas. Segundo as fontes da Jiji …

Presidente da TAP fala em "fake news" sobre os enjoos nos aviões A330neo

Apesar de ter admitido os relatos de enjoos, o presidente da TAP, Antonoaldo Neves, disse que ainda não foi comprovada a correlação com os cheiros estranhos detetados. O presidente executivo da TAP falou esta quinta-feira por …