Ex-embaixador do Reino Unido nos EUA acusou Trump de “vandalismo político”

Michael Reynolds / EPA

O embaixador britânico nos EUA, Kim Darroch, com o candidato à liderança do Partido Conservador, Boris Johnson

O ex-embaixador do Reino Unido nos Estados Unidos disse que o Presidente norte-americano, ao abandonar o acordo nuclear iraniano de 2015, cometeu um ato de “vandalismo político”, num telegrama divulgado por um jornal britânico.

Num telegrama publicado hoje pelo Mail on Sunday (do jornal britânico Sunday Mail), o ex-embaixador do Reino Unido nos Estados Unidos, Kim Darroch, disse que o Presidente Donald Trump abandonou o acordo nuclear com o Irão como um ato de “vandalismo diplomático” para ofender o seu antecessor, o Presidente Barack Obama.

Kim Darroch renunciou na semana passada ao cargo, depois de o jornal publicar outros telegramas diplomáticos relacionados com os Estados Unidos. A Casa Branca respondeu recusando-se a lidar com o embaixador.

A polícia do Reino Unido está à procura dos culpados desta divulgação pública de mensagens confidenciais, tendo alertado os jornalistas que a publicação dos documentos “também poderia constituir uma ofensa criminal“.

Jeremy Hunt e Boris Johnson, que concorrem para se tornar o próximo primeiro-ministro do Reino Unido, defenderam o direito de publicação dos meios de comunicação.

Kim Darroch apresentou a 10 de julho a sua demissão, numa carta ao Governo, na sequência do incidente diplomático provocado pela divulgação de mensagens confidenciais em que o diplomata acusava a Casa Branca de “incompetente“.

A revelação pelo jornal inglês Sunday Mail, na edição do domingo passado, de telegramas diplomáticos em que o embaixador Kim Darroch se referia ao Governo dos EUA como “incompetente” e “instável” levou o Presidente norte-americano a reagir na sua conta da rede social Twitter, dizendo que aquele diplomata é “uma pessoa muito estúpida“.

Nos telegramas diplomáticos inicialmente divulgados, Darroch, que estava no posto de embaixador em Washington desde 2016, sugeriu que para se comunicar com Donald Trump é preciso “apresentar os argumentos de forma simples”, dizendo que não acreditava em mudanças com o evoluir do tempo.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ministro alemão encontrado morto "estava muito preocupado" com apoio à população

O ministro das Finanças do Estado alemão de Hesse, Thomas Schäfer, foi encontrado morto no sábado. O corpo do político estava nos carris de uma linha de comboios de alta velocidade, na cidade de Hochheim, …

Oposição denuncia sequestro de dois membros da equipa de Guaidó

Este domingo, a oposição venezuelana denunciou que alegados funcionários das forças de segurança sequestraram dois membros da equipa do líder da oposição, Juan Guaidó. Rafael Rico, do partido Vontade Popular, indicou que o sequestro teve lugar …

Há 853 profissionais de saúde infetados. Cerco sanitário no Porto em discussão

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, revelou que existem 853 profissionais de saúde infetados com a covid-19 em Portugal. Em conferência de imprensa ao fim da manhã desta segunda-feira, depois de a …

Fazer despedimentos ou não renovar contratos são situações distintas, explica Siza Vieira

O ministro da Economia afirma que o acesso aos apoios financeiros do 'lay-off' simplificado está condicionado ao compromisso de não haver despedimentos, mas reconhece que despedimento e não renovação são situações distintas. O ministro da Economia …

Empresas denunciadas por abusos nos despedimentos e violações ao código de trabalho

A CGTP recebeu denúncias a 40 empresas em que são relatadas situações de abuso e aproveitamento laboral. Milhares de trabalhadores foram afetados em todo o país, garante a líder sindical. Isabel Camarinha, classificou como "muito negro" …

NOS Primavera Sound adiado para setembro

Devido ao estado de emergência em que o país se encontra, resultado do surto de COVID-19, a nona edição do NOS Primavera Sound foi adiada e vai acontecer de 3 a 5 setembro. “Perante este cenário …

Twitter apaga publicações de Bolsonaro que defendiam fim das medidas de contenção

O Twitter bloqueou dois vídeos publicados no perfil oficial de Jair Bolsonaro sobre a visita que fez no domingo a vários pontos de Brasília, contrariando as recomendações sanitárias da Organização Mundial de Saúde (OMS) para …

País vai entrar no "mês mais crítico" da pandemia (e medidas vão ser prolongadas)

O primeiro-ministro, António Costa, avisou esta segunda-feira que Portugal "vai entrar no mês mais crítico desta pandemia" da covid-19 e por isso é necessário que se prepare para esta fase. António Costa falava aos jornalistas na …

Bancos também dão moratória no crédito automóvel

Para além da moratória no crédito à habitação decretada pelo Governo, alguns bancos estão a alargar a moratória ao crédito de consumo, como por exemplo, à prestação do carro. Face à pandemia de covid-19, o Governo …

Justiça dos Estados Unidos investiga senadores por delitos financeiros

Vários senadores norte-americanos estão a ser investigados por terem vendido ações depois de terem recebido briefings sobre a pandemia de covid-19. De acordo com a CNN, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos começou a investigar …