Ex-assessora de Ricardo Salgado vai vender imóveis do Novo Banco

Tiago Petinga / Lusa

O Novo Banco escolheu a empresa espanhola Alantra, que é gerida em Portugal pela ex-assessora de Ricardo Salgado, Rita Barosa, que também surge envolvida no “saco azul” do GES, para proceder à venda da sua carteira de imóveis que está avaliada em cerca de 700 milhões de euros.

O jornal Público dá conta deste dado, realçando que a escolha criou “ruído” no seio do Novo Banco. De tal forma, que o nome de Rita Barosa acabou por “desaparecer” da documentação relativa à Alantra.

O Novo Banco escolheu a Alantra para a venda da sua carteira de imóveis através da Hudson Advisor, um veículo do fundo Lone Star, que adquiriu o banco, no seguimento da queda do BES.

Na primeira proposta enviada pela Alantra à Hudson Advisors, aparecia o nome de Rita Barosa, frisa o Público. Contudo, depois do desconforto verificado, o nome da ex-assessora de Salgado acabou por desaparecer dos documentos, refere o jornal.

“Ficámos espantados quando as alusões a Barosa desapareceram subitamente da documentação da Alantra que passou a ser enviada de Espanha”, refere uma fonte não identificada ao diário, concluindo que “alguém deu a volta ao texto e apagaram o nome”.

Rita Barosa, por seu lado, assegura que o seu nome “nunca constou de qualquer proposta da Alantra”.

A ex-assessora de Salgado deixou o antigo BES em Agosto de 2014, no seguimento do veto do Banco de Portugal à inclusão do seu nome numa lista da família Espírito Santo para a Comissão Executiva.

Rita Barosa nunca foi acusada no âmbito das investigações ao Grupo Espírito Santo (GES), mas o seu nome aparece entre os pagamentos efectuados através do “saco azul” daquela entidade.

Antes de se tornar assessora de Salgado, Rita Barosa foi o braço-direito do ex-líder do Departamento Financeiro, de Mercados e Estudos do BES, Amílcar Morais Pires, e foi também secretária de Estado da Administração Local e da Reforma Administrativa no Governo de Passos Coelho.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Podemos estar á vontade, está tudo ok. A respeitável doutora foi companheira de viagem do Salgado e do Coelho; com tão excelsos mentores não há motivo para preocupações. Os 700 milhões estão bem entregues.

    • Claro que podemos estar à vontade, tudo gente honesta. Já agora sobre o companheirismo nas viagens, o nosso presidente tb já foi companheiro de viagens do Salgado.

RESPONDER

Líder do Volt é candidato à Câmara de Lisboa

Tiago Matos Gomes anunciou a sua candidatura à Câmara Municipal de Lisboa. É a primeira vez que o Volt Portugal vai a votos. O líder do recém-criado Volt, Tiago Matos Gomes, é o cabeça de lista …

Tribunal não consegue notificar informador do caso Tancos conhecido por "Fechaduras"

O Tribunal de Santarém não conseguiu notificar a testemunha Paulo Lemos, conhecido como "Fechaduras", para esta segunda-feira ser ouvido no processo de Tancos, onde chegou a ser arguido. No início da sessão, a decorrer no Centro …

“Ajudar o presidente a encontrar mulheres”. Deputada do PSD vai enviar lista de candidatas disponíveis para as autárquicas

No sábado, o líder do PSD Rui Rio afirmou que o partido tinha dificuldade em encontrar candidatas mulheres para as eleições autárquicas. Em resposta, Lina Lopes, coordenadora das Mulheres Social-Democratas, diz que não faltam mulheres …

Chega vai questionar Governo sobre "despesas supérfluas" da presidência da UE

O deputado único do Chega anunciou, no domingo, que vai questionar esta segunda-feira o gabinete do primeiro-ministro acerca das "despesas supérfluas" da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Em comunicado, André Ventura, que foi reeleito …

Ministra da Saúde alerta para continuidade de “três ameaças” da pandemia

A pandemia de covid-19 em Portugal continua a apresentar “três ameaças” apesar das medidas de restrição em vigor, adiantou hoje a ministra da Saúde, reservando o anúncio de eventuais medidas de desconfinamento para quinta-feira. Em declarações …

Portugal está "em condições invejáveis" de produzir hidrogénio verde, diz ministro do ambiente

"Estamos mesmo em condições invejáveis de sermos um grande produtor de hidrogénio verde", assegurou o ministro do ambiente e da ação climática, João Pedro Matos Fernandes, no terceiro de quatro debates do Expresso e da …

Biólogo defende que pandemia pode ter nascido de "erro honesto" em laboratório chinês

Professor de Princeton defende que não é possível descartar a possibilidade de que a pandemia tenha começado com uma fuga acidental num laboratório de virologia de Wuhan. A origem da pandemia de Covid-19 continua por apurar …

Israel reabre restaurantes e universidades após vacinar mais de metade da população

Israel, um dos países mais vacinados do mundo contra a covid-19, iniciou a terceira fase do desconfinamento, depois de o governo ter aprovado novas medidas que passaram a ser adotadas no domingo. Segundo avançou o Expresso, …

Mais 25 mortes e 365 novos casos nas últimas 24 horas

Os dados atualizados da Direção-Geral da Saúde (DGS) indicam que Portugal registou, nas últimas 24 horas, 25 mortes e 365 novos casos de covid-19. O boletim epidemiológico desta segunda-feira mostra que mantém-se a tendência de …

Ministra da Presidência lembra que desconfinamento será sempre "faseado e lento"

A ministra de Estado e da Presidência afirmou, este domingo, que o plano de desconfinamento será sempre "faseado e lento", dependendo da atuação do país e dos números concretos de cada momento. Em entrevista à SIC …