Ex-assessor de Manuel Pinho ganhou 153 mil euros em 8 meses (sem trabalhar)

João Conceição, ex-assessor de Manuel Pinho no governo de Sócrates, ganhou mais de 153 mil euros como diretor do BCP, entre setembro de 2008 e maio de 2009. Porém, o BCP não encontrou provas dos serviços prestados por Conceição.

Esta foi a conclusão de uma auditoria interna ordenada pelo atual presidente-executivo Miguel Maya. Nesse mesmo período, Conceição foi assessor de Pinho na área da energia e é agora arguido no caso EDP, por suspeitas de alegados favorecimentos à elétrica na legislação produzida pelo gabinete de Pinho para o setor energético.

De acordo com o Correio da Manhã, o BCP descobriu que Conceição não prestou serviços no banco depois de ter feito no início deste ano, a pedido de Miguel Maya, uma auditoria interna à contratação do ex-assessor de Pinho. “No período de vigência do contrato de trabalho celebrado entre o Banco e o Eng.º João Conceição (entre 15/09/2008 e 11/05/2009) não obtivemos evidências de quaisquer serviços prestados ao Banco por aquele ex-colaborador”, lê-se no documento do BCP.

Como diretor do BCP, Conceição tinha um salário mensal bruto de 10 mil euros e beneficiava de seguro de vida, seguro de saúde e carro. O mesmo documento do BCP revela que o banco pediu a Conceição, em 23 de janeiro deste ano, o reembolso dos mais de 153 mil euros, por “incumprimento da contraprestação laboral”.

Seis dias depois, Conceição respondeu, “refutando e repudiando o seu conteúdo e estranhando o facto de ‘só agora’ [10 anos depois] o Banco colocar esta questão, deixando também uma alusão ao argumento da prescrição”.

Conceição garante, de acordo com o CM, que prestou “as tarefas que me foram cometidas, nomeadamente por indicação do senhor Dr. Fernando Maia e, presumo, que com o conhecimento também de outros responsáveis.” Contactado pelo jornal, Conceição afirmou não ter esclarecimentos públicos adicionais”.

Quando foi ouvido na auditoria interna do BCP, Fernando Maia disse não se recordar do caso de Conceição. Num outro documento interno do BCP, no qual surge o nome de Fernando Maia, refere-se que os custos mensais com a contratação de Conceição devem ser imputados à EDP.

João Conceição já esteve envolvido noutras polémicas. Em fevereiro deste ano, soube-se que a consultora Boston Consulting Group (BCG) que pagou João Conceição, o assessor do ex-ministro da Economia, Manuel Pinho, trabalhou para a EDP, em 2007 — o mesmo período em que João Conceição assessorou Pinho. A consultora ganhou centenas de milhares de euros em trabalhos para a EDP.

Além disso, João Conceição garantiu à comissão de inquérito às rendas da energia desconhecer quem pagava os seus servicos. Nem a consultora nem o Ministério tinham os documentos sobre a prestação do serviço.

João Conceicão foi contratado pelo banco – onde a EDP é das maiores acionistas – após ter enviado ao presidente da elétrica, António Mexia, um email com o currículo anexado e onde estipulava condicões salariais (valor anual de 140 mil euros). Foi entendido pela Justica como um pedido de cunha a António Mexia para o lugar no BCP.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Mais um grande português para a lista dos heróis nacionais, tipo Sócrates este que só será julgado daqui por dez anos e, na primeira sessão, será declarada a prescrição de todos os crimes.

  2. Esse é feio como merd… é um suino é um de milhares que roubam ao povo e o povo nada faz, deixa a caravana passar e depois ladra!!!
    Deveria estar preso, mas como são maçons a liberdade e o roubo está protegido…

  3. Pois:
    Este cavalheiro,
    Sr. Corninhos,
    Eng. 44,
    Encormado,
    Encorajador,
    Milú,
    Pedrosos,
    Jamé,
    Rex Azores,
    Divino espírito santo,
    Etc.
    Etc.
    Etc.

    Viva a xu(xo)lândia!!!
    Vai de continuar a botar a cruz neles…

  4. …..país de bandidos…..e ainda querem que o cidadão caminhe para as assembleias de voto……….por mim enquanto for democracia do nacional-porreirismo, podem esperar sentados ……

  5. Como este caso há muitos, só fico admirado por que razão a PGR não actua nestes casos?
    É uma vergonha, muitos dos políticos dizem que estão contra, mas eles favoreceram muitos que nem sequer tinham competência para o cargo e no final até foram indemnizados com valores exorbitantes.
    Os amigos deles são sempre apoiados…nem digo mais, ia implicar um politico actual muito conhecido da esfera do PS.

  6. A culpa é do Costa e os amigos que escolhe…isto tem um nome, deviam ter vergonha, mas o povo sabe o que eles são, só que ….
    Deviam ser corridos com ovos podres, andam a roubar o contribuinte e todos dizem AMEN.

RESPONDER

Imagens de satélite indicam que Irão começou construções em instalação nuclear

Imagens de satélite divulgadas esta quarta-feira mostram atividades na instalação nuclear iraniana de Natanz, um dia depois de inspetores da Agência Internacional de Energia Atómica confirmarem que o Irão iniciou a construção de uma central …

"Salvadores brancos". Organização vai acabar com as viagens de celebridades a África

A organização Comic Relief vai deixar de enviar celebridades como Ed Sheeran ou Stacey Dooley para fazerem filmes promocionais em países africanos após decidir que a abordagem reforça estereótipos ultrapassados sobre “salvadores brancos”. Além de acabar …

Tragédia no Canal da Mancha. Quatro migrantes morreram em alto mar após Governo rejeitar rota segura

De acordo com as autoridades francesas, quatro migrantes - incluindo duas crianças de cinco e oito anos - morreram ao tentar chegar ao Reino Unido de barco através do Canal da Mancha. O pequeno barco …

Detidos 21 suspeitos de desviarem fundos para financiar Puigdemont na Bélgica

A operação da polícia espanhola contra o alegado desvio de fundos públicos para financiar as despesas do ex-presidente regional catalão Carles Puigdemont fugido na Bélgica resultou hoje em 21 detidos ligados ao movimento independentista na …

Ativista detido depois de tentar retirar uma escultura indonésia do Museu do Louvre

Mwazulu Diyabanza foi detido na semana passada em Paris, depois de tentar retirar uma escultura indonésia do Louvre. O ativista congolês disse que a ação foi parte de um protesto para que os museus europeus …

Proteção Civil do Porto já pediu recolher obrigatório e recomenda novo estado de emergência

A Proteção Civil do distrito do Porto já avançou com o pedido ao Governo de recolher obrigatório para a região. Marco Martins sugere ainda o regresso ao estado de emergência. Marco Martins, responsável pela proteção Civil …

Exames nacionais de 2021 mantêm normas excecionais criadas no anterior ano letivo

Os professores vão voltar a contabilizar, na classificação dos próximos exames nacionais, apenas as respostas às perguntas obrigatórias e àquelas em que o aluno tenha melhor pontuação, à semelhança das normas excecionais aplicadas no ano …

PSD-Madeira critica preços "pornográficos" e "obscenos" nas viagens da TAP no Natal

O PSD-Madeira voltou nesta quarta-feira a criticar os preços praticados pela TAP nas viagens para a região, referindo que na época do Natal chegam a atingir 1.143 euros, e considerou os valores “pornográficos” e “obscenos”. “São …

Autarca de Roma revela que máfia italiana planeou um ataque contra si e a sua família

A presidente da Câmara de Roma, Virginia Raggi, revelou que grupos do crime organizado planearam matá-la e a sua família porque ela os estava a atacar em partes da capital italiana que dominam. Aos 37 anos, …

OE2021. "Quem vota contra quer outro modelo ou desistiu de melhorar o SNS", diz Temido

A ministra da Saúde, Marta Temido, sustentou esta quarta-feira que os partidos que vão votar contra o Orçamento do Estado para 2021 querem outro modelo de sistema de saúde ou desistiram de melhorar o SNS. Numa …