Eurovisão 2017 em perigo por falta de financiamento

Maja Suslin / EPA

A ucraniana Jamala venceu a 61ª edição do Festival Eurovisão com a canção "1944"

A ucraniana Jamala venceu a 61ª edição do Festival Eurovisão com a canção “1944”

A Ucrânia está em risco de não ser anfitriã do Festival Eurovisão da Canção em 2017, por não conseguir suportar o investimento no concurso. A sombra do cancelamento do evento paira agora sobre a organização, depois da demissão do presidente da estação pública de televisão ucraniana (NTU).

Segundo a imprensa local, Zurab Alasania demitiu-se devido à pressão de assumir os compromissos para o financiamento do evento e apontou o dedo à falta de apoio estatal. Alasania explicou que o governo de Kiev investiu menos de 7 milhões de euros na Eurovisão, quando a fatura total pode ascender aos 40 milhões.

Em entrevista à imprensa ucraniana, o presidente da NTU afirmou: “Ultrapassar a resistência dos burocratas é muito difícil, e apenas nos queixámos recentemente.

Mas agora estamos desesperados. Não seremos capazes de organizar a Eurovisão em 2017“, confessou.

Alasania negou que a sua demissão seja um ato de chantagem e demonstrou esperança que a atitude fomente a discussão sobre os problemas que a estação pública enfrenta e sublinhou que não irá voltar atrás na sua decisão.

A NTU deve estar representada por alguém mais flexível, que seja capaz de cumprir os compromissos e de equilibrar os diferentes interesses presentes“, acrescentou.

O governo ucraniano aceitou de imediato a sua demissão.

A União Europeia de Radiodifusão (UER), organismo supervisor do festival, reconheceu estar ciente das dificuldades que se colocam à organização da 62.ª edição do Festival Eurovisão da Canção, mas espera que os obstáculos tenham resolução.

Um representante da UER falou com a Billboard: “Mantemos contacto permanente com a NTU e estamos a fazer todos os possíveis para os auxiliar.

O jornal britânico Telegraph adianta ainda que se a Ucrânia desistir da organização do evento, a vizinha Rússia, terceira colocada na edição deste ano, poderá assumir a responsabilidade.

A hipótese, se concretizada, iria inflamar ainda mais a tensão existente entre os dois países. No final do certame de 2016, a nação liderada por Putin ameaçou deixar de participar na competição.

Espalha Factos

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …

Documentos de vacinas roubados por hackers também foram "manipulados"

A Agência Europeia do Medicamento, entidade reguladora da União Europeia (UE), informou este sábado que os documentos da vacina contra a covid-19 roubados e colocados na Internet por hackers foram também "manipulados". A manipulação aconteceu depois …

Há 11 anos que não se consumia tanta eletricidade num só dia. A culpa é do frio

O país está a bater recordes de energia, tanto em termos de pico como de consumo diário. A culpa é da vaga de frio que assolou Portugal neste Inverno. O consumo de eletricidade bateu, na quarta-feira, …

Dymka, a gata que perdeu as patas e recebeu próteses de titânio impressas em 3D

Dymka, uma gata russa, ganhou um novo estímulo na sua vida depois de um grupo de veterinários realizar uma cirurgia para substituir as suas patas por próteses feitas de titânio impressas em 3D. A universidade revelou …

Hélder Amaral: "O meu partido de sempre está a morrer"

Em declarações ao semanário Expresso, o antigo deputado do CDS-PP, Hélder Amaral, diz-se desiludido com o seu partido. O ex-deputado centrista Hélder Amaral, que foi também presidente da distrital de Viseu, não está feliz com o …

EDP antecipa pagamento a mais de mil fornecedores em Portugal e Espanha

A EDP vai antecipar o pagamento a mais de mil fornecedores, uma iniciativa que, à semelhança do que já aconteceu no último ano, irá manter-se para todos os pagamentos a fornecedores ao longo do primeiro …

Há centenas de pessoas em busca de tesouros que não existem na Índia (e a culpa é de um boato)

Moradores de pelo menos três vilas no distrito de Rajgarh, no estado indiano de Madhya Pradesh (MP), passaram a última semana à procura de um tesouro antigo que provavemente não existe. Centenas de aldeões estão a …

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …