Europa está prestes a bater “recorde de vergonha” com migrantes

Várias organizações não-governamentais acusaram esta sexta-feira a Europa de estar prestes a bater o “recorde de vergonha” ao recusar receber cerca de 30 migrantes desde que foram resgatados no Mar Mediterrâneo há duas semanas.

“Já faz 14 dias que eles [migrantes] estão abandonados no mar. Um novo recorde de vergonha”, escreveu no Twitter um conjunto de associações humanitárias e de defesa dos direitos humanos.

Três crianças, de um, seis e sete anos, “vomitaram continuamente e correm risco de hipotermia e desidratação“, disse Alessandro Metz, um dos líderes do grupo. Estas pessoas estão “a dormir no chão”, disse Philipp Hann, chefe da missão Sea-Watch 3, à radio italiana 24, acrescentando que têm “enormes problemas de higiene” e que a “situação está a ficar cada vez mais difícil do ponto de vista psicológico”.

Uma nova tripulação e alimentos chegaram este sábado a bordo do Sea-Watch 3, onde, além das três crianças, estão três adolescentes desacompanhados e quatro mulheres da Nigéria, Líbia e Costa do Marfim.

Na quarta-feira, a Organização Internacional das Migrações (OIM) pediu uma solução “urgente” para as dezenas de migrantes resgatados nos últimos dias por navios humanitários no Mediterrâneo e que continuam em alto mar à espera de um porto para desembarcar. A organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) também se juntou ao apelo da OIM, que lembra os 49 migrantes que foram resgatados no Mediterrâneo por navios de duas ONG alemãs nos últimos dias de dezembro e que estão bloqueados no mar há 12 dias.

Um dos casos é o navio “Sea Watch 3”, da ONG alemã com o mesmo nome, que resgatou no passado dia 22 de dezembro na rota do Mediterrâneo Central (da Líbia para Itália) um grupo de 32 migrantes. O outro caso é o navio “Professor Albrecht Penck”, da organização humanitária Sea-Eye, que resgatou outros 17 migrantes no passado dia 29 de dezembro.

“É urgente e necessário que os Estados europeus demonstrem sentido de responsabilidade e de solidariedade para com os imigrantes e para com os refugiados e que ofereçam o quanto antes um porto seguro às 49 pessoas em questão”, assinalou a OIM, organização liderada desde outubro pelo português António Vitorino, em comunicado.

“É inaceitável deixar tanto tempo no mar, sem uma assistência adequada, homens, mulheres e crianças que arriscaram as suas vidas a bordo de embarcações em mau estado, depois de terem enfrentado as dificuldades de uma viagem caracterizada por experiências dramáticas e violentas”, acrescentou a mesma nota informativa.

A MSF também se solidarizou com estes migrantes, pedindo uma “solução rápida”, uma vez que as condições meteorológicas estão a piorar, nomeadamente com a descida acentuada das temperaturas. “Fazemos um apelo às autoridades europeias e italianas para que se encontre um porto seguro o mais rápido possível”, afirmou a MSF.

A Holanda manifestou no mesmo dia disponibilidade para acolher alguns dos 32 migrantes que aguardam a bordo do “Sea-Watch 3”, navio que tem pavilhão holandês e que navega desde dezembro no Mediterrâneo.

Haia tinha inicialmente recusado receber estes migrantes, tal como fizeram outros Estados-membros da União Europeia como Itália, Malta ou Espanha, segundo a agência noticiosa francesa France-Presse. No sábado, a Alemanha também declarou que só aceitaria acolher estes migrantes se outros países europeus assumissem o mesmo compromisso.

Desde que Itália fechou oficialmente os seus portos aos navios humanitários em junho passado, a solução para estes casos tem sido avaliada “barco a barco” e tem passado pela distribuição dos migrantes por vários países.

Cerca de 113.482 migrantes atravessaram o Mar Mediterrâneo no ano passado e 2.262 morreram no mar, segundo dados do Alto Comité das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

// Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • Portanto a sua sugestão para resolver os problemas que estas pessoas estão a ter *hoje* é fazer uma viagem no tempo e convencer (quiçá obrigar) os pais delas a não os terem deixado nascer?
      Bem lembrado. Com viagens no tempo resolvia-se tanta coisa…!

  1. A Europa ja bateu o recorde da estupidez ao aceitar cerca de 2 milhoes de parasitas nestes tres anos, sim, porque isto nao vai acabar bem, vai acabar com a sustentabilidade do Sistema ou estao a espera que o dinheiro caia do ceu?

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …