Europa está prestes a bater “recorde de vergonha” com migrantes

Várias organizações não-governamentais acusaram esta sexta-feira a Europa de estar prestes a bater o “recorde de vergonha” ao recusar receber cerca de 30 migrantes desde que foram resgatados no Mar Mediterrâneo há duas semanas.

“Já faz 14 dias que eles [migrantes] estão abandonados no mar. Um novo recorde de vergonha”, escreveu no Twitter um conjunto de associações humanitárias e de defesa dos direitos humanos.

Três crianças, de um, seis e sete anos, “vomitaram continuamente e correm risco de hipotermia e desidratação“, disse Alessandro Metz, um dos líderes do grupo. Estas pessoas estão “a dormir no chão”, disse Philipp Hann, chefe da missão Sea-Watch 3, à radio italiana 24, acrescentando que têm “enormes problemas de higiene” e que a “situação está a ficar cada vez mais difícil do ponto de vista psicológico”.

Uma nova tripulação e alimentos chegaram este sábado a bordo do Sea-Watch 3, onde, além das três crianças, estão três adolescentes desacompanhados e quatro mulheres da Nigéria, Líbia e Costa do Marfim.

Na quarta-feira, a Organização Internacional das Migrações (OIM) pediu uma solução “urgente” para as dezenas de migrantes resgatados nos últimos dias por navios humanitários no Mediterrâneo e que continuam em alto mar à espera de um porto para desembarcar. A organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) também se juntou ao apelo da OIM, que lembra os 49 migrantes que foram resgatados no Mediterrâneo por navios de duas ONG alemãs nos últimos dias de dezembro e que estão bloqueados no mar há 12 dias.

Um dos casos é o navio “Sea Watch 3”, da ONG alemã com o mesmo nome, que resgatou no passado dia 22 de dezembro na rota do Mediterrâneo Central (da Líbia para Itália) um grupo de 32 migrantes. O outro caso é o navio “Professor Albrecht Penck”, da organização humanitária Sea-Eye, que resgatou outros 17 migrantes no passado dia 29 de dezembro.

“É urgente e necessário que os Estados europeus demonstrem sentido de responsabilidade e de solidariedade para com os imigrantes e para com os refugiados e que ofereçam o quanto antes um porto seguro às 49 pessoas em questão”, assinalou a OIM, organização liderada desde outubro pelo português António Vitorino, em comunicado.

“É inaceitável deixar tanto tempo no mar, sem uma assistência adequada, homens, mulheres e crianças que arriscaram as suas vidas a bordo de embarcações em mau estado, depois de terem enfrentado as dificuldades de uma viagem caracterizada por experiências dramáticas e violentas”, acrescentou a mesma nota informativa.

A MSF também se solidarizou com estes migrantes, pedindo uma “solução rápida”, uma vez que as condições meteorológicas estão a piorar, nomeadamente com a descida acentuada das temperaturas. “Fazemos um apelo às autoridades europeias e italianas para que se encontre um porto seguro o mais rápido possível”, afirmou a MSF.

A Holanda manifestou no mesmo dia disponibilidade para acolher alguns dos 32 migrantes que aguardam a bordo do “Sea-Watch 3”, navio que tem pavilhão holandês e que navega desde dezembro no Mediterrâneo.

Haia tinha inicialmente recusado receber estes migrantes, tal como fizeram outros Estados-membros da União Europeia como Itália, Malta ou Espanha, segundo a agência noticiosa francesa France-Presse. No sábado, a Alemanha também declarou que só aceitaria acolher estes migrantes se outros países europeus assumissem o mesmo compromisso.

Desde que Itália fechou oficialmente os seus portos aos navios humanitários em junho passado, a solução para estes casos tem sido avaliada “barco a barco” e tem passado pela distribuição dos migrantes por vários países.

Cerca de 113.482 migrantes atravessaram o Mar Mediterrâneo no ano passado e 2.262 morreram no mar, segundo dados do Alto Comité das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

// Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • Portanto a sua sugestão para resolver os problemas que estas pessoas estão a ter *hoje* é fazer uma viagem no tempo e convencer (quiçá obrigar) os pais delas a não os terem deixado nascer?
      Bem lembrado. Com viagens no tempo resolvia-se tanta coisa…!

  1. A Europa ja bateu o recorde da estupidez ao aceitar cerca de 2 milhoes de parasitas nestes tres anos, sim, porque isto nao vai acabar bem, vai acabar com a sustentabilidade do Sistema ou estao a espera que o dinheiro caia do ceu?

RESPONDER

Prestações ao banco vão subir para quem recorrer à moratória

As prestações dos créditos à habitação vão subir para empresas e clientes particulares que pedirem a sua suspensão no âmbito da moratória criada pelo Governo. Os juros vencidos durante os seis meses da moratória serão …

BE e PCP querem isenção do pagamento de propinas durante estado de emergência

O Bloco de Esquerda e o Partido Comunista Português consideram que os alunos do Ensino Superior devem ficar isentos do pagamento de propinas durante o estado de emergência. Tanto o BE como o PCP sempre defenderam …

Menina de 12 anos morre na Bélgica vítima da covid-19

Uma menina de 12 anos morreu esta segunda-feira na Bélgica devido à pandemia de covid-19, anunciaram esta terça-feira as autoridades de saúde deste país. "É um caso muito raro, mas que nos afeta muito, é um …

"Bomba" de Graça Freitas rebentou-lhe nas mãos. Governo rejeita cerco sanitário ao Porto

O Secretário de Estado da Saúde, António Sales, rejeitou, nesta terça-feira, a possibilidade de impor um cerco sanitário ao Porto. Esta hipótese foi avançada pela directora-geral da Saúde, Graça Freitas, e foi fortemente criticada por …

Novo máximo diário. Covid-19 mata mais 849 pessoas em Espanha

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 849 mortos com o novo coronavírus, um novo recorde de falecidos num só dia, elevando o balanço total para 8189. Os números do Ministério da Saúde espanhol revelam ainda um …

Termina esta terça-feira o prazo para reclamar das despesas para IRS

O prazo para consultar e reclamar das despesas gerais e familiares apuradas pelo fisco para efeitos de deduções à coleta termina esta terça-feira. Os contribuintes têm até esta terça-feira, 31 de março, para consultar e reclamar …

Ryanair avança com lay-off em Portugal a partir de 1 de abril

A Ryanair vai avançar com o lay-off simplificado, considerando o recurso à medida "indispensável para a manutenção da viabilidade e preservação dos postos de trabalho". Segundo a comunicação da sucursal em Portugal aos sindicatos relativamente à …

Recibos verdes arriscam ficar sem apoio em abril

A Segurança Social só vai disponibilizar o formulário para requerer apoio por paragem total de atividade a partir de 1 de abril. O apoio para minimizar os danos económicos dos trabalhadores independentes que enfrentem paragem …

Ex-benfiquista Jiménez só sai do Wolves por 90 milhões

O Wolverhampton só está disposto a negociar Raul Jiménez por uma verba a rondar os 90 milhões de euros. O antigo jogador do Benfica é perseguido por Arsenal e Manchester United. Raul Jiménez tem dado que …

Mais 1.035 casos de covid-19 em Portugal. Cerco sanitário no Porto rejeitado

A Direção-Geral da Saúde (DGS) dá conta de 7.443 pessoas infetadas com covid-19 até às 11h desta terça-feira, um aumento de 1.035. O número de vítimas mortais subiu para 160. De acordo com o novo boletim …