EUA querem desenvolver “mini-bombas” nucleares para responder a pequenos ataques

À medida que a Coreia do Norte, Índia, China e outros países expandem os seus arsenais nucleares, o vice-presidente do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos está a tentar que os EUA construam “dissuasores nucleares de pequeno rendimento”.

Num discurso em Washington durante um evento do Instituto Mitchell, Paul J. Selva, general da Força Aérea e vice-presidente do Estado-Maior Conjunto dos EUA, disse que “se tudo o que tivermos para responder a um ataque de baixo rendimento, forem armas de alto rendimento, estaremos ainda a falar de um ataque nuclear”.

“Mas se os EUA fossem alvo de um ataque nuclear limitado ou direccionado, responder com uma arma convencional provavelmente não teria valor dissuasivo, diz o general norte-americano.

Siegfried Hecker, professor da Universidade de Stanford, estima que existam cerca de 25 ogivas nucleares no arsenal da Coreia do Norte e que as forças armadas de Pyongyang podem produzir entre seis e sete bombas nucleares por ano.

A China tem o programa de mísseis balísticos mais activo e diversificado no mundo, enquanto a Rússia espera “continuar a ter a maior força de mísseis balísticos estratégicos fora dos Estados Unidos”.

A Índia, por seu turno, tem 120 a 130 armas nucleares, mas especialistas sugerem que a nação asiática tem plutónio suficiente para uma força nuclear de 150 a 200 armas.

Em dezembro do ano passado, o DSB, Conselho de Ciências da Defesa do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, publicou um relatório sobre as prioridades do governo norte-americano. Entre os temas de interesse estavam as armas de baixo rendimento.

O DSB incluiu várias recomendações no seu relatório – algumas das quais levantam diversas preocupações com a segurança dos EUA, de acordo com críticos que discordam do desenvolvimento de uma ogiva nuclear de pequena dimensão.

O Conselho encoraja a administração norte-americana a “fornecer outras opções” para reduzir a proliferação nuclear, incluindo uma “alternativa nuclear mais flexível que pudesse produzir, se necessário, uma opção rápida adaptada, num caso em que as opções não-nucleares ou nucleares existentes se revelem insuficientes”.

A única possibilidade estipulada no relatório é desenvolver armas de baixo rendimento.

Dianne Feinstein, senadora da Califórnia, expressou a sua oposição ao desenvolvimento de mais opções nucleares no arsenal dos EUA, observando que “a proposta de desenvolver armas nucleares de baixo rendimento é apenas o primeiro passo para as construir“.

ZAP ZAP // Sputnik News

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Isto só num planeta dos macacos humanos que temos no poder! mas não só! Há a população que está mal e a passar fome, e que não tem tempo nem estaleca para tentar fazer alguma coisa, pois normalmente os seus paises e governos são aquilo que sabemos, e os outros dos paises ditos ricos ou 1º mundo com governos também que não prestam, com democracias que não funcionam e que deixam acontecer aquilo que toda a gente sabe, podridão em todo o lado! Há os bons, mas são ainda muito poucos para tanto problema pela frente. Se deixassemos de pensar que o mundo é um conjunto de países que agem na maioria como animais, e admitissemos que todos estamos a viver num mesmo planeta e que todos somos irmãos, em um não pode estar bem se o outro também não estiver, poderiamos pensar que seria diferente no futuro! Tenho dúvidas!

  2. Porque não pedem ao Jerônimo de Sousa fo PCP para acalmar a Coreia do Norte ? Eles são muito amigos. Essa amizade vem do tempo do camarada Álvaro Cunhal que era unha com carne com Kim Il Sung o maior socialista da história e grande humanista anti-nuclear.
    O PCP sempre teve bons amigos naquele país democrático.

RESPONDER

A piscina infinita mais alta do mundo fica no Dubai

Haverá poucas coisas tão libertadoras como dar um mergulho numa piscina infinita com vista para o oceano. Agora, quem visitar o Dubai poderá fazê-lo numa piscina a quase 300 metros acima do nível do mar. Segundo …

"Polskie Babcie", as avós que lutam pela democracia na Polónia

Um grupo de idosas polacas organiza protestos, todas as semanas, para lutar pela democracia no país, governado pelo partido de direita nacional-conservador e democrata-cristão Lei e Justiça (PiS). É hora de ponta em Varsóvia, capital da …

Cimeira Social. Jerónimo de Sousa diz que não se respondeu aos verdadeiros problemas

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, afirmou este sábado, no Porto, que a Cimeira Social da União Europeia não respondeu às necessidades associadas ao emprego, à valorização dos salários e ao fim da precarização …

Babbage escreveu uma carta a Tennyson. Exigia a "correção matemática" de um poema

A perspicácia matemática de Charles Babbage levou-o a escrever uma carta ao poeta Alfred Tennyson, que exigia, de certa forma, rigor e precisão no poema The Vision Of Sin. Charles Babbage é conhecido como o pai …

Covid-19: Portugal com uma morte e 324 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje uma morte atribuída à covid-19, 324 novos casos de infeção pelo novo coronavírus e uma ligeira subida no número de internamentos em enfermaria, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o …

Roma já tem uma máquina de venda automática de pizza

A capital italiana tem agora uma máquina de venda automática que faz pizzas em apenas três minutos. Os preços variam de 4,50 aos seis euros (e as opiniões sobre esta ideia também). Raffaele Esposito, o napolitano …

Morreu Bo, o cão de água português de Barack Obama

Bo, o cão de água português que o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, adotou em 2009 morreu este domingo com 13 anos, em consequência de um cancro, anunciou o político nas redes sociais. O cão …

Futuro pós-vacinação entre reforço de dose, controlo de variantes e medicamentos

A incerteza sobre a duração da imunidade das vacinas contra a covid-19 deixa o futuro do combate à doença entre o reforço da vacinação, a monitorização de novas variantes e o desenvolvimento de terapêuticas alternativas, …

Presidente da República promulga Carta de Direitos Humanos na Era Digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou este sábado a Carta de Direitos Humanos na Era Digital, aprovada em abril na Assembleia da República, segundo uma nota divulgada no site da Presidência. A lei, …

Depois de 17 anos no subsolo, biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos

Biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos. O aviso é de um grupo de cientistas que alerta que, dentro de alguns dias ou semanas, as cigarras da Ninhada X vão surgir depois de 17 …