Estudante de 14 anos cria software contra bullying

nist6ss / Flickr

-

Uma estudante de 14 anos desenvolveu um projecto que tem o potencial de diminuir em mais de 90% o bullying através da internet, ou cyberbullying, obrigando os trolls a pensar antes de postar.

O software chama-se Rethink (“pense de novo”) e foi desenvolvido o ano passado pela jovem Trisha Prabhu, quando a estudante de Naperville, nos Estados Unidos, tinha apenas 13 anos.

O Rethink é agora um dos 15 projetos finalistas da Feira de Ciência do Google, cujos vencedores serão anunciados em setembro.

O software tem um conceito interessante: alertar os adolescentes sobre o conteúdo ofensivo das mensagens que eles ainda estão a pensar postar, antes que o façam.

O conceito é baseado na descoberta científica de que a parte do cérebro que controla a tomada de decisões e ajuda a pensar antes de agir não está completamente formada antes dos 25 anos.

Assim, o Rethink funciona como um “anjinho da guarda” que sussurra aos ouvidos dos jovens que postar uma determinada mensagem pode não ser uma grande  ideia.

Para os testes do software, Trisha criou duas versões.

Uma das versões, o “controlo”, mostrava mensagens ofensivas aos internautas e perguntava-lhes se as republicariam nas suas redes sociais.

Na outra versão, o Rethink, os adolescentes que respondiam sim à pergunta recebiam uma mensagem de alerta: “Essa mensagem pode ser ofensiva para os outros. Não quer parar, rever a mensagem e pensar melhor antes de postar?”.

d.r. Google Science Fair

Trisha Prabhu, a autora do Rethink

Entre os utilizadores do Rethink, 93% desistiram de postar as mensagens ofensivas quando receberam o alerta para repensar.

Os testes foram feitos com 300 alunos da própria escola de Trisha.

Influenciando decisões

A partir daí, a menina criou um protótipo do software, que filtra o conteúdo das mensagens das redes sociais e alerta os utilizadores antes que eles republiquem as mensagens.

A ideia, explica Trisha na sua apresentação do projecto, é “criar um produto de grande escala que funcione com as redes sociais, sites e aplicações e que possa adaptar-se facilmente a novos sites ou aplicações que surjam no futuro”.

Para a jovem programadora, os mecanismos que existem hoje e tentam impedir o bullying na internet são ineficientes porque bloqueiam o conteúdo depois de ter sido postado, não antes.

“Além de prevenir o cyberbullying, o Rethink pode ter também um efeito positivo sobre a capacidade dos adolescentes de tomar decisões, ajudando-os não só nas redes sociais mas também no mundo real”, afirma.

Futura neuro-cientista

Trisha está no 8º ano, na Escola Secundária de Naperville, no estado americano de Illinois, e quer ser neuro-cientista.

O ano passado, motivada pela morte de uma tia em um acidente, apresentou um projecto de software para evitar que os motoristas se distraiam ao volante.

A menina conta que, aos 6 anos, recebeu um livro sobre o aquecimento global e apaixonou-se pela ciência. “Passei semanas a trabalhar no projecto de um carro que usaria apenas vento e água“, conta Trisha à BBC.

Actualmente, Trisha prefere a psicologia, a psico-biologia e as ciências cognitivas.

Os ídolos da jovem cientista são Charles Darwin, o pai da teoria da evolução, e Louis Pasteur, que criou o processo de pasteurização.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criaram uma borracha que até rasga (mas concerta-se sozinha)

Investigadores da Universidade Flinders, na Austrália, desenvolveram um novo tipo de borracha que consegue regenerar sozinha. A equipa de investigadores da universidade australiana criou um novo tipo de borracha e um catalisador que, em conjunto, podem …

Dez anos depois, voltou a ser avistado um guepardo do noroeste africano

Naturalistas na Argélia filmaram um guepardo do noroeste africano, uma subespécie listada na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como estando em "perigo crítico", pela primeira vez em dez anos. De acordo …

NASA dedica novo telescópio a Nancy Grace Roman, a "mãe" do Hubble

A NASA renomeou o telescópio Wide Field Infrared Probing Telescope (WFIRST) em homenagem a Nancy Grace Roman, a mãe do Hubble. A NASA batizou o seu telescópio espacial de última geração, atualmente em desenvolvimento, - o …

Guitarrista dos Queen teve um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte

Brian May, guitarrista dos Queen, sofreu um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte, anunciou o próprio músico, de 72 anos. May partilhou um vídeo no Instagram no qual conta todo o episódio. Tudo …

"Missão Tianwen". China planeia lançar sonda para Marte em julho

A China planeia lançar uma sonda e um pequeno robô de controlo remoto para Marte, em julho, na sua primeira missão ao Planeta Vermelho, anunciou esta segunda-feira a agência responsável pelo projeto. "O nosso objetivo era …

Bairros de lata são incubadoras de covid-19, mas ninguém ajuda os milhões que lá vivem

Bairros de lata, como as favelas, são consideradas incubadores de covid-19. No entanto, pouca atenção lhes tem sido dada na resposta à pandemia. Tendo devastado algumas das cidades mais ricas do mundo, a pandemia do novo …

Morreu Saturn, o jacaré que sobreviveu a um bombardeamento da II Guerra (e que se diz que pertenceu a Hitler)

Saturn, um jacaré norte-americano de 84 anos, morreu esta sexta-feira no jardim zoológico de Moscovo, na Rússia, anunciou a instituição na sua conta de Facebook, dando conta que o animal morreu de velhice. O réptil …

Antiviral Remdesivir pode ser eficaz no combate à covid-19

O antiviral Remdesivir é eficaz contra a covid-19 caso seja administrado antes dos pacientes necessitarem de ventilação mecânica, indica um ensaio internacional com este medicamento, coordenado pelo Hospital Can Ruti, em Badalona, Barcelona, Espanha. Segundo um …

Há uma misteriosa ilha em Nova Iorque que quase ninguém pode visitar (e está abandonada)

A menos de 1,6 quilómetros de Manhattan, em Nova Iorque, localiza-se uma misteriosa ilha abandonada há mais de meio século. É preciso ter autorização do New York City Department of Parks and Recreation para visitar …

Israel não vai desperdiçar "oportunidade histórica" para anexar a Cisjordânia

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu voltou a defender hoje a anexação de partes da Cisjordânia nos próximos meses e em prosseguir este polémico plano, apesar do crescente coro de condenações de diversos aliados. Os palestinianos, e …