Estamos muito perto de saber onde é que houve a “tal falha técnica”

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes

O ministro da Saúde afirmou hoje que se está “muito próximo do apuramento dos factos” que permitirão identificar “a tal falha técnica” que levou à infeção de 50 pessoas com ‘legionella’ no Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa.

À saída de uma visita à Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal, em Lisboa, interrogado se já se sabe como é que 50 pessoas, das quais 5 morreram, apanharam esta bactéria no Hospital São Francisco Xavier, Adalberto Campos Fernandes respondeu que “sim, sabe-se. Está-se muito próximo do apuramento dos factos”.

“Haverá um relatório preliminar. Naturalmente, nós não vamos interferir naquilo que desejamos que seja um inquérito do Ministério Público competente, independente, sólido, que respeite as orientações determinadas do segredo de justiça. Mas, eu creio que estamos em condições de perceber onde é a tal falha técnica, que eu me pareceu que tinha ocorrido no princípio, terá mesmo ocorrido”, acrescentou.

Questionado se tem a certeza de que, desde que as autoridades souberam da presença da bactéria no Hospital São Francisco Xavier, ninguém mais foi infetado com ‘legionella’ naquele espaço, o ministro foi taxativo: “Sim, há a certeza absoluta sobre isso. Isso é uma questão que a Direção-Geral da Saúde (DGS), com muito cuidado, com muita atenção, acautelou. Essa certeza existe”.

O ministro realçou que deverá estar concluído, entre quarta e quinta-feira, o relatório preliminar conjunto do Instituto Nacional de Saúde doutor Ricardo Jorge e da Direção-Geral da Saúde, no qual “serão libertadas as informações que não estiverem ao abrigo do segredo de justiça que, entretanto, foi determinado pelo Ministério Público”.

“Felizmente, também como a senhora diretora-geral da Saúde afirmou, confirma-se que estamos na fase final do surto“, disse.

Quanto ao apuramento de responsabilidades de que falou na segunda-feira, no parlamento, o ministro considerou que “quem tem esse poder e essa obrigação e essa competência são, naturalmente, as entidades de investigação, quer a Inspeção-Geral das Entidades em Saúde, quer, sobretudo, o Ministério Público”.

Há onze dias, em 03 de novembro, a DGS divulgou um comunicado dando conta de que tinham sido “diagnosticados, no Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental – Hospital S. Francisco Xavier, 8 casos de doença dos legionários”.

Só na tarde do dia seguinte, quando o número de casos tinha subido para 16, foi tornado público que a bactéria estava no próprio hospital, num segundo comunicado que referia ter sido detetada “a presença de ‘legionella'”, na sequência da recolha de “amostras em vários pontos dos circuitos de água”, e que assegurava já terem sido entretanto “tomadas as medidas adequadas para interromper a possível fonte de transmissão”.

O número de pessoas infetadas continuou a aumentar até esta terça-feira, 14 de novembro, dia em que o total de casos subiu para 51.

Desde o início deste processo, o Hospital São Francisco Xavier manteve-se a funcionar normalmente e com todos os serviços abertos.

A ‘legionella’ é uma bactéria responsável pela doença dos legionários, uma forma de pneumonia grave que se inicia habitualmente com tosse seca, febre, arrepios, dor de cabeça, dores musculares e dificuldade respiratória, podendo também surgir dor abdominal e diarreia. A incubação da doença tem um período de cinco a dez dias depois da infeção.

// Lusa

RESPONDER

Supermenina: Indra tem 10 anos e quer ser a menina mais forte do mundo

Indra tem apenas 10 anos e pode tornar-se na criança mais forte do mundo. A sueca consegue levantar um peso superior ao do seu próprio corpo, e é já uma sensação nas redes sociais. A pequena …

Médicos, militares e oficiais de justiça querem que o Sol nasça para todos

À semelhança do que aconteceu com os professores, também agora médicos, militares e oficiais de justiça também querem ver recuperado o tempo de serviço para efeitos de progressão na carreira. Na sequência da reposição salarial do …

Besiktas vs Porto | “Dragão” sai vivo de Istambul

O FC Porto arrancou um difícil e precioso empate (1-1) na visita ao Besiktas, num ambiente fervoroso em Istambul. Os “dragões” preencheram bem o meio-campo e equilibraram a partida; marcaram primeiro, por Felipe, mas deixaram-se empatar …

Somague confirma despedimento coletivo de 300 trabalhadores

A construtura Somague confirmou, esta terça-feira, que vai avançar com um despedimento coletivo de 300 trabalhadores, para tornar a empresa competitiva, motivada pelas dificuldades em Angola e no Brasil, principais mercados internacionais onde opera. "A atividade …

Árbitros querem fazer "greve" na próxima jornada do campeonato

Vários árbitros terão comunicado ao Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol a sua indisponibilidade para apitar jogos da próxima jornada do campeonato. Em declarações ao Maisfutebol, Luciano Gonçalves, presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de …

Um dia depois da "nega" da EMA, Infarmed muda-se para o Porto

A sede da autoridade nacional do medicamento (Infarmed) vai ser mudada de Lisboa para o Porto, anunciou esta terça-feira o ministro da Saúde. Segundo Adalberto Campos Fernandes, a instalação da sede do Infarmed no Porto ocorrerá …

Salário mínimo seria de 1268 euros se fosse actualizado desde 1974

Se o salário mínimo nacional tivesse sido aumentado desde 1974, tendo em conta a inflação e a produtividade, atingiria em 2018 os 1.267,70 euros. Quem o diz é o secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, como …

Mugabe apresentou demissão, anuncia presidente do Parlamento

A sessão do Parlamento que debatia destituição do Presidente foi interrompida e o presidente do Parlamento do Zimbabué anunciou que Mugabe apresentou a demissão. O presidente do Parlamento do Zimbabué diz ter recebido uma carta de …

Descoberta "zona Sombria" do oceano com água estagnada há 2 mil anos

No fundo do oceano Pacífico Norte há uma camada de água com 2 mil anos de idade. Embora os cientistas já soubessem da existência da chamada "zona sombria", não sabiam que a água estava estagnada …

Novo administrador da Sonangol investigado por suspeitas de lavagem de dinheiro

Luís Ferreira do Nascimento José Maria, um dos novos administradores da Sonangol, integra a lista de suspeitos investigados no âmbito do caso de desvio e  lavagem de dinheiro que envolve a companhia aérea da petrolífera …