Estado Islâmico apela ao assassínio de “infiéis ocidentais”, civis ou militares

O Estado Islâmico apelou esta segunda-feira aos muçulmanos através da internet para matarem cidadãos ocidentais dos países que se encontram envolvidos na formação da coligação internacional contra os extremistas no Iraque.

Mata um infiel, americano ou europeu – especialmente um rancoroso e imundo francês – ou um australiano ou um canadiano, cidadãos dos países que participam na coligação internacional contra o Estado Islâmico. Confia em Deus e mata-o”, afirmou Abu Mohamed al-Adnani, porta-voz do grupo extremista, numa mensagem difundida em várias línguas.

“Mata o infiel, seja civil ou militar“, disse ainda o porta-voz do Estado Islâmico na mesma mensagem difundida através da internet.

Os aviões de combate dos Estados Unidos e da França têm como missão o bombardeamento contra posições do Estado Islâmico no Iraque.

Paris e Washington procuram também apoios para a formação de uma coligação internacional contra o Estado Islâmico, grupo extremista que, segundo o ocidente, está a tornar-se numa ameaça a nível global.

Os extremistas islâmicos, que proclamaram o califado no Iraque e na Síria, controlam territórios nos dois países.

O grupo, apontado como o mais violento e poderoso da “jihad” moderna, executou centenas de iraquianos e sírios, assim como reféns ocidentais.

A campanha de terror que leva a cabo já provocou a fuga de mais de um milhão de civis que foram obrigados a abandonar os locais de residência por questões de segurança.

O apelo à violência, emitido em árabe mas com transcrições em inglês, francês e hebraico, é acompanhado de instruções sobre a forma como podem ser executados os assassínios sem que seja necessário o recurso a equipamento militar.

“Esmaga-lhe a cabeça com uma pedra, ou esfaqueia-o, ou passa-lhe com um carro por cima, ou atira-o de um local alto, ou estrangula-o, ou envenena-o”, refere o porta-voz do Estado Islâmico na mensagem.

Adani pede também aos militantes do Estado Islâmico na península do Sinai, no Egito, para “cortarem o pescoço” a todos os que defendem o Presidente egípcio, Adbel Fattah al-Sisi.

“Americano, aliado dos americanos e cruzados, agora tudo é muito mais perigoso do que alguma vez imaginaram e maior do que aquilo que alguma vez previram”, disse ainda o porta-voz.

“Nós avisamos que actualmente estamos numa nova era, é a era do Estado Islâmico, onde os soldados e os filhos deles são líderes e não escravos“.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Spotify lança Greenroom (e abre concorrência ao Clubhouse)

O Spotify lançou na quarta-feira, dia 16 de junho, uma app de conversas por áudio em direto chamada Greenroom, uma resposta do gigante sueco de streaming de música à popular plataforma Clubhouse. O Greenroom permite que …

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …

Pandemia mostrou “falta de proteção das mulheres”

A pandemia de covid-19 mostrou “a vulnerabilidade e a falta de proteção das mulheres e quão pouco as sociedades se preocupam realmente em proteger elementos-chave em matéria de segurança”, considera Edit Schlaffer, diretora-executiva da Women …

Portugal vs Alemanha: Portugal perde por 2-4

A seleção portuguesa de futebol pode garantir hoje o apuramento para os oitavos de final do Euro2020, mas terá de vencer a poderosa Alemanha, ainda à procura dos primeiros pontos no Grupo F. O jogo …

Choques elétricos no pescoço podem combater a fadiga

Desde café a rotinas de sono complexas: os seres humanos desenvolveram várias estratégias para evitar o cansaço. Agora, cientistas acreditam ter descoberto uma nova técnica de combate à fadiga através de estimulação elétrica cerebral não …

"Juneteenth". Novo feriado americano comemora o fim da escravatura

Este sábado comemora-se o mais recente feriado nacional a ser instituído nos Estados Unidos da América. É o chamado Juneteenth, um termo que funde as palavras "june" (junho) e "nineteenth" (dezanove), e representa a data …

Chef Enrico Derflingher trabalhou em Buckingham e na Casa Branca (e revela as preferências da rainha e de Bush)

O chef Enrico Derflingher já alimentou algumas das figuras mais poderosas do mundo. Do Palácio de Buckingham à Casa Branca, o chef italiano sabe melhor do que ninguém quais são as preferências culinárias de Isabel …