Estado gastou mais de 12% do PIB a ajudar bancos

Tiago Petinga / Lusa

O governador do banco de Portugal, Carlos Costa

O impacto da ajuda do Estado aos bancos no défice foi de 9,1% do PIB e na dívida pública superou os 12%, de acordo com os dados atualizados do Banco de Portugal.

O Banco de Portugal atualizou os números sobre o impacto no défice e na dívida das medidas governamentais de apoio ao sistema financeiro entre 2007 e 2017. Em Portugal, estas medidas tiveram um impacto acumulado neste período de 9,1% do PIB no défice e de 12,3% do PIB na dívida pública.

O impacto no défice de 2017 foi de cerca de 4,5 mil milhões de euros (2,4% do PIB), essencialmente por via da operação de recapitalização da Caixa Geral de Depósitos, explica o Banco de Portugal, citado pelo Observador.

Por causa desta operação, o Eurostat calculou que o défice português situou-se nos 3% no ano passado e não nos 0,91%.

Antes já tinha sido indicado que a fatura total dos portugueses com a crise a estabilização do sistema financeiro ascendia a 17,1 mil milhões de euros na última década, que ficou marcada pelos resgates a vários bancos – BPN, BES e Banif – e pela recapitalização do banco público que representou uma injeção de 3,9 mil milhões de dinheiro público, avança o ECO.

Dívida pública aumentou para 246 mil milhões de euros em fevereiro

A dívida pública situou-se em 246 mil milhões de euros em fevereiro, um aumento de 2,4 mil milhões de euros face ao final de janeiro, divulgou o Banco de Portugal.

“Para este aumento contribuiu essencialmente o acréscimo dos títulos de dívida pública (2,2 mil milhões de euros)”, refere o banco central.

Em fevereiro, os ativos em depósitos das administrações públicas subiram 2,2 mil milhões de euros, “pelo que a dívida pública líquida de depósitos registou um aumento de 0,2 mil milhões de euros em relação ao mês anterior, totalizando 223,3 mil milhões de euros”, segundo a mesma fonte.

A dívida pública já tinha subido em janeiro face a dezembro, de 242,6 mil milhões de euros para 243,6 mil milhões de euros.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Quais?
      Aqueles a quem o Passos tentou convencer que o BES não iria ter custos para os contribuintes?
      Só estão a comprovar mais uma das suas (grandes) mentiras!…
      Além das “prendas” deixadas no BANIF e na CGD…

        • Exactamente!
          O pior é ver (e sentir!) que ficamos sem 12% do PIB para ajudar bancos, principalmente o BES – o tal que não iria ter custos para o contribuinte!!…
          Isto, claro, sem esquecer o BPN, o BANIF, os “desvios” da CGD para os amigos do PS e do PSD, etc, etc…

RESPONDER

Griezmann negociou comissões com o Barcelona antes do fim da época

A imprensa espanhola teve acesso a e-mails que mostram que o jogador e o Barcelona já negociavam o pagamento das comissões relativas à sua transferência antes do final da época.  O El Mundo revela, esta sexta-feira, …

Irão promete "guerra total" caso o país seja alvo de um ataque

O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Javad Zarif, disse na quinta-feira que o país quer evitar um conflito, mas prometeu uma "guerra total" caso os Estados Unidos (EUA) ou a Arábia Saudita ataquem o Irão. "Estou …

Rui Pinto entrou 307 vezes no sistema informático da PGR e espiava o próprio processo

Rui Pinto foi acusado de 147 crimes, destacando-se as 307 vezes que entrou no sistema informático da Procuradoria-Geral da República. O hacker espiou o seu próprio processo e sabia que estava a ser investigado pela …

Costa já recebeu parecer da PGR sobre negócios de familiares do Executivo

O Governo já recebeu o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre incompatibilidades familiares. António Costa diz que está "a ler e a apreciar" o parecer. Esta quinta-feira, o Governo recebeu o parecer da Procuradoria-Geral da …

Eduardo Cabrita mantém confiança no presidente da Proteção Civil

O ministro da Administração Interna diz que mantém "plena confiança" no presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), que foi constituído arguido no âmbito da investigação ao negócio das golas antifumo. "O Ministro …

Zidane tem lugar em risco em Madrid (e Mourinho pode ser o seu sucessor)

A imprensa espanhola adianta que Zinedine Zidane pode estar de saída do Real Madrid. José Mourinho, Massimiliano Allegri e Xabi Alonso são alguns dos nomes na lista. Segundo O Jogo, que cita o jornal espanhol Marca, …

Gantz recusa proposta de Netanyahu para formar Governo de unidade nacional

Benjamin Netanyahu propôs formar um governo conjunto, mas Benny Gantz respondeu que só aceitará se for ele a liderar. Os resultados finais das eleições desta terça-feira ainda não são conhecidos. O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, apelou …

Barcelona será o primeiro clube a superar receitas de mil milhões de euros

O FC Barcelona anunciou hoje que vai ultrapassar os mil milhões de euros em receitas na presente época, tornando-se o primeiro clube de futebol da história a ultrapassar essa marca. De acordo com as informações prestadas …

"Esta solução de Governo foi construída apesar do Bloco de Esquerda"

A apenas duas semanas das eleições legislativas, António Costa voltou a atacar o Bloco de Esquerda. Em relação ao PCP, o primeiro-ministro manteve o tom ameno. No podcast de Daniel Oliveira, Perguntar Não Ofende, António Costa …

Entre elogios aos debates, Marcelo diz que tenciona continuar a comer carne

O Presidente da República elogiou o nível e o civismo dos debates políticos na pré-campanha eleitoral e considerou que, com "tantas possibilidades de escolha" e empenhamento dos partidos, só se pode esperar uma menor abstenção. "Tenho …