Estado cobrou até julho mais 1,2 mil milhões em impostos face a 2017

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Até julho deste ano, os impostos geraram aos cofres do Estado 23.526,4 milhões de euros, valor que está 1.159,6 milhões acima do registado no mesmo período do ano passado.

O Estado arrecadou 23.526,4 milhões de euros em impostos até Julho, mais 1.159,6 milhões de euros do que em igual período de 2017, de acordo com a síntese de execução orçamental divulgada esta segunda-feira pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

Isto significa que a receita fiscal aumentou 5,2%, um aumento homólogo explicado, sobretudo, pelo acréscimo da receita dos impostos diretos, sendo que todos os impostos cresceram, com exceção da Contribuição sobre o Setor Bancário, que caiu 7,8 milhões de euros.

Até julho, os impostos diretos aumentaram 7,1%, devido à recuperação da receita de IRC, que subiu 15,6% (mais 532 milhões de euros) para 3,9 mil milhões de euros. Já a receita de IRS cresceu 2,4% para 5,7 mil milhões de euros.

“O aumento do IRS é explicado pelo pagamento de notas de cobrança e pelo residual de reembolsos ainda por efetuar”, explica a DGO.

Também os impostos indiretos registaram um aumento de 3,8%, com destaque para a receita do IVA (mais 3,8%) e do Imposto do Selo (mais 6,9%).

Quanto aos reembolsos, até julho registou-se um aumento na receita em termos acumulados de 6,8 milhões de euros (mais 0,1%), devido ao aumento dos reembolsos de IVA (mais 258,7 milhões de euros), compensado pela diminuição dos reembolsos em IRC (menos 328 milhões de euros).

Segundo a DGO, “a quebra dos reembolsos de IRC, em comparação homóloga, é consequência da prorrogação do prazo de entrega da declaração Modelo 22”.

Por sua vez, “a redução do prazo médio de reembolso de IRS resultou numa antecipação do montante reembolsado para os meses de abril e maio, sendo já marginal a evolução deste montante desde o mês de junho”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. À pala do ROUBO terrorista que andam a fazer aos idosos pensionistas através do IRS e outras alcavalas e a todos em geral… Afinal o outro de má memória que lá esteve antes fartou-se de gamar o Povo e o País e estes seguem a mesma via mas pelos vistos em maior escala? NEM GERINGONÇA, nem CARANGUEJOLA!!! Portugal precisa de um governo do Povo e para o Povo, não para continuar a criar pobres e miseráveis e a encher a pança aos corruptos e pançudos do regime!

  2. Boa tarde,
    “com exceção da Contribuição sobre o Setor Bancário, que caiu 7,8 milhões de euros.” ZAP
    Sendo assim, os impostos subiram para todos, com a excepção em cima citada, quem pagou e paga?
    São as massas, as micro, pequenas e médias empresas, somos cada um de nós, assim continuaremos…
    Quem rouba descaradamente, também se livra de “justiça” descaradamente, porque, provar crimes económicos está para lá do impossível, foi feito para ser assim e as leis não mudam, enquanto não mudarem as pessoas que delas se servem, no poder instalado…
    É uma “justiça” amarrada a cadeado, à economia e à corrupção, é “um amor louco” entre os dois…
    As massas, essas estão em depressão profunda, por não saberem onde ir buscar mais e mais fundo de maneio, para alimentar esta “cadeia alimentar” que não sossega um minuto de nos sugar…
    Apetece não ser honesto, porque afinal, quando a “justiça” nasceu, não foi por causa de pessoas de bem, mas sim por causa das pessoas de mal, e assim vamos até aos dias de hoje…
    As “massas”, não conseguem ver para lá do que nos querem fazer ver, por isso, ficamos em modo autista, virtualmente esquizofrénicos e depressivos crónicos, até que um dia, já não existe nenhuma pessoa/empresa/instituição que sobreviva a este descalabro, para lá de bizarro…
    “Digam-me o que fazer, e eu farei” AC

  3. cobrar cobrar cobrar, assim tb consigo fazer qq coisa, cortarem na despesa ruinosa e nas mordomias e lançarem reformas a longo prazo é que está quieto.

    estamos a caminho de mais uma entrada dos criminosos do FMI pq os nossos assim o querem.

  4. Se a receita do IVA subiu há mais consumo. Se há mais consumo há mais dinheiro para gastar. Se se gasta mais dinheiro e a população tende a diminuir há menos desemprego e melhores ordenados. Se há menos desemprego e melhores ordenados há menos subsídios. Se há menos subsídios há menos pobreza. Se a pobreza baixa aumentam-se os impostos. Se aumentam os impostos há menos dinheiro para gastar o que leva a mais pobreza….. mas impostos que aumentam já não descem mais.

RESPONDER

Alguns planetas podem orbitar um buraco negro supermassivo em vez de uma estrela

Estamos habituados à ideia de que um planeta orbita estrelas. No entanto, estes corpos celestes podem também existir em torno de buracos negros supermassivos. Os cientistas já haviam adotado a ideia de que há planetas a …

PSD a 3 deputados da maioria na Madeira. CDS afasta geringonças

Miguel Albuquerque, político experiente, apreciador de música e apaixonado por rosas, voltou hoje a vencer as eleições regionais da Madeira, mas tem agora pela frente a ‘espinhosa’ tarefa de negociar um entendimento que garanta estabilidade …

Porto 2-0 Santa Clara | E vão cinco vitórias consecutivas na Liga

O FC Porto respondeu ao triunfo do Benfica no sábado em Moreira de Cónegos com a quinta vitória consecutiva na Liga, na recepção ao Santa Clara, por 2-0. Num jogo morno, com uma segunda parte mal jogada …

Mazda entra na corrida e prepara lançamento do seu primeiro carro elétrico

A Mazda garantiu o lançamento do seu primeiro carro elétrico já no próximo ano. O veículo será apresentado no Salão Automóvel de Tóquio. A corrida dos veículos elétricos acelera a todo o vapor e a Mazda …

Descobertas evidências de um reino bíblico em pleno deserto israelita

A bíblia faz referência a um reino de Edom, do século X antes de Cristo. Novas evidências sugerem que este reino poderá ter estado assente no deserto de Arava, no Israel. A análise de arqueólogos a …

PSD vence regionais na Madeira mas perde maioria absoluta

O PSD venceu hoje as eleições legislativas regionais na Madeira, com 37% a 41% dos votos, o que lhe retira a maioria absoluta no parlamento, segundo a projeção da RTP/Católica. O Partido Social Democrata venceu as …

No Afeganistão, há mulheres a arriscar a vida por um golo

As jogadores da seleção de futebol feminino do Afeganistão não treinam no seu país por razões de segurança. Muitas sofreram abusos sexuais e correm risco de vida para poderem jogar futebol. Pelo menos alguma vez na …

Cientista diz que avanços científicos podem levar à extinção humana

A evolução da ciência e tecnologia pode ser fundamental para evitar catástrofes, mas, ironicamente, pode também ser a causadora do fim da nossa espécie. O estudo das mudanças climáticas baseia-se em simulações cada vez mais de …

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …

Costa não tinha dúvidas. O parecer da PGR sobre familiares é “absolutamente inequívoco”

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu hoje que o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre as incompatibilidades entre governantes e negócios com empresas de familiares é “absolutamente inequívoco”. “O parecer é absolutamente inequívoco sobre …