Estado cobrou até julho mais 1,2 mil milhões em impostos face a 2017

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Até julho deste ano, os impostos geraram aos cofres do Estado 23.526,4 milhões de euros, valor que está 1.159,6 milhões acima do registado no mesmo período do ano passado.

O Estado arrecadou 23.526,4 milhões de euros em impostos até Julho, mais 1.159,6 milhões de euros do que em igual período de 2017, de acordo com a síntese de execução orçamental divulgada esta segunda-feira pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

Isto significa que a receita fiscal aumentou 5,2%, um aumento homólogo explicado, sobretudo, pelo acréscimo da receita dos impostos diretos, sendo que todos os impostos cresceram, com exceção da Contribuição sobre o Setor Bancário, que caiu 7,8 milhões de euros.

Até julho, os impostos diretos aumentaram 7,1%, devido à recuperação da receita de IRC, que subiu 15,6% (mais 532 milhões de euros) para 3,9 mil milhões de euros. Já a receita de IRS cresceu 2,4% para 5,7 mil milhões de euros.

“O aumento do IRS é explicado pelo pagamento de notas de cobrança e pelo residual de reembolsos ainda por efetuar”, explica a DGO.

Também os impostos indiretos registaram um aumento de 3,8%, com destaque para a receita do IVA (mais 3,8%) e do Imposto do Selo (mais 6,9%).

Quanto aos reembolsos, até julho registou-se um aumento na receita em termos acumulados de 6,8 milhões de euros (mais 0,1%), devido ao aumento dos reembolsos de IVA (mais 258,7 milhões de euros), compensado pela diminuição dos reembolsos em IRC (menos 328 milhões de euros).

Segundo a DGO, “a quebra dos reembolsos de IRC, em comparação homóloga, é consequência da prorrogação do prazo de entrega da declaração Modelo 22”.

Por sua vez, “a redução do prazo médio de reembolso de IRS resultou numa antecipação do montante reembolsado para os meses de abril e maio, sendo já marginal a evolução deste montante desde o mês de junho”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. À pala do ROUBO terrorista que andam a fazer aos idosos pensionistas através do IRS e outras alcavalas e a todos em geral… Afinal o outro de má memória que lá esteve antes fartou-se de gamar o Povo e o País e estes seguem a mesma via mas pelos vistos em maior escala? NEM GERINGONÇA, nem CARANGUEJOLA!!! Portugal precisa de um governo do Povo e para o Povo, não para continuar a criar pobres e miseráveis e a encher a pança aos corruptos e pançudos do regime!

  2. Boa tarde,
    “com exceção da Contribuição sobre o Setor Bancário, que caiu 7,8 milhões de euros.” ZAP
    Sendo assim, os impostos subiram para todos, com a excepção em cima citada, quem pagou e paga?
    São as massas, as micro, pequenas e médias empresas, somos cada um de nós, assim continuaremos…
    Quem rouba descaradamente, também se livra de “justiça” descaradamente, porque, provar crimes económicos está para lá do impossível, foi feito para ser assim e as leis não mudam, enquanto não mudarem as pessoas que delas se servem, no poder instalado…
    É uma “justiça” amarrada a cadeado, à economia e à corrupção, é “um amor louco” entre os dois…
    As massas, essas estão em depressão profunda, por não saberem onde ir buscar mais e mais fundo de maneio, para alimentar esta “cadeia alimentar” que não sossega um minuto de nos sugar…
    Apetece não ser honesto, porque afinal, quando a “justiça” nasceu, não foi por causa de pessoas de bem, mas sim por causa das pessoas de mal, e assim vamos até aos dias de hoje…
    As “massas”, não conseguem ver para lá do que nos querem fazer ver, por isso, ficamos em modo autista, virtualmente esquizofrénicos e depressivos crónicos, até que um dia, já não existe nenhuma pessoa/empresa/instituição que sobreviva a este descalabro, para lá de bizarro…
    “Digam-me o que fazer, e eu farei” AC

  3. cobrar cobrar cobrar, assim tb consigo fazer qq coisa, cortarem na despesa ruinosa e nas mordomias e lançarem reformas a longo prazo é que está quieto.

    estamos a caminho de mais uma entrada dos criminosos do FMI pq os nossos assim o querem.

  4. Se a receita do IVA subiu há mais consumo. Se há mais consumo há mais dinheiro para gastar. Se se gasta mais dinheiro e a população tende a diminuir há menos desemprego e melhores ordenados. Se há menos desemprego e melhores ordenados há menos subsídios. Se há menos subsídios há menos pobreza. Se a pobreza baixa aumentam-se os impostos. Se aumentam os impostos há menos dinheiro para gastar o que leva a mais pobreza….. mas impostos que aumentam já não descem mais.

RESPONDER

Conquistas da seleção renderam 140 milhões em menos de 20 anos

As conquistas da seleção portuguesa renderam já mais de 140 milhões de euros à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) em menos de 20 anos. Os números são avançados esta terça-feira pelo O Jogo, que dá …

Rosa Grilo acusa PJ de "agarrar em dois idiotas" para acusar de homicídio

A arguida acusou a Polícia Judiciária (PJ), esta terça-feira, de "agarrar em dois idiotas que estavam a jeito", em alusão a si e a António Joaquim, para os incriminar da morte do marido, reiterando que …

Aeroporto de Lisboa encerra de madrugada entre janeiro e junho

O Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, vai fechar para obras de alargamento da pista de janeiro a junho, entre as 23h30 e as 05h30 da manhã. De acordo com a TSF, o Aeroporto Humberto Delgado, em …

Fase de Instrução do processo Hells Angels começa no dia 27

A fase de instrução do processo Hells Angels vai começar no dia 27 deste mês, no Tribunal Central de Instrução Criminal, e já há sessões marcadas até 19 de dezembro. Fonte judicial referiu à agência Lusa …

Horacio Cartes, ex-Presidente do Paraguai, alvo de mandado de prisão no Brasil

Um juiz do Brasil emitiu esta terça-feira uma ordem de prisão contra o ex-Presidente paraguaio Horacio Cartes (2013-2018), num caso relacionado com a Operação Lava Jato, informaram fontes oficiais. A decisão foi tomada pelo juiz brasileiro …

Ex-futebolista Koke detido em operação contra tráfico de droga

O antigo futebolista espanhol do Sporting é um dos 20 detidos pelas autoridades espanholas numa operação contra o tráfico de drogas. Esta operação foi desencadeada com 11 buscas simultâneas em Sevilha, Málaga e Granada, envolvendo 150 …

Brasil. Técnica que esteriliza o mosquito do zika e dengue será aplicada em 2020

O Brasil irá usar a partir do próximo ano mosquitos estéreis da espécie 'Aedes aegypt' para controlar a reprodução deste agente que transmite doenças como dengue e zika, anunciou a Organização das Nações Unidas (ONU). A …

FC Porto encaixa até 50 milhões com novo adiantamento de receitas televisivas

A SAD do FC Porto encaixou 30 milhões de euros com uma nova emissão de obrigações pela Sagasta, envolvendo a cedência de receitas futuras de direitos televisivos, e podem entrar mais 20 milhões em janeiro. Em …

Verdes denunciam depósito ilegal de amianto em aterros para resíduos não perigosos

Os Verdes questionaram o Governo sobre casos de depósito de amianto em aterros para resíduos não perigosos. Esta é uma prática ilegal segundo a legislação portuguesa. O Partido Ecologista "Os Verdes" entregou na Assembleia da República …

Autarquias desperdiçaram 128 litros de água por dia em 2018

A Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros encabeça a lista de entidades gestoras que mais água desperdiçam diariamente: 538 litros diários por ramal. Em 2018, a média de perda de água em Portugal continental situou-se nos …