Está a chover plástico nas Montanhas Rochosas

Vadmary / Canva

Novo estudo concluiu que há mais plástico por aí do que o que parece

Investigador analisou amostras de água da chuva e, encontrou por engano, partículas de plástico. O fenómeno levanta preocupações sobre a quantidade de resíduos plásticos presentes no ar, água e solo por toda a Terra.

Gregory Wetherbee começou a analisar amostras de água de chuva recolhidas da cordilheira das Montanhas Rochosas. “Acho que esperava ver sobretudo partículas de solo e minerais”, disse o investigador do US Geological Survey. Em vez disso, Wetherbee encontrou fibras plásticas microscópicas multicoloridas.

A recente descoberta foi publicada, em maio, num estudo intitulado “Está a chover plástico”. As amostras de água de chuva foram recolhidas pelo Colorado e, os resultados da análise do microscópio revelaram que estas tinham um arco-íris de fibras de plástico, bem como pequenos pedaços de vidro e cacos.

“Acho que o resultado mais importante que podemos partilhar com o público norte-americano, é que há mais plástico por aí do que o que parece“, disse o investigador. “Está na chuva, está na neve; é uma parte do nosso ambiente agora”, acrescenta.

USGS

Gregory Wetherbee encontrou fibras microscópicas de plástico colorido em amostras de água da chuva

As descobertas surpreenderam Wetherbee, que inicialmente ia recolher amostras para estudar a poluição por azoto. “Os meus resultados são puramente acidentais“, relevou o investigador ao The Guardian.

Este estudo corrobora outra investigação recente que descobriu microplásticos nos Pirenéus, sugerindo que as partículas de plástico podem viajar com o vento por centenas (ou mesmo milhares) de quilómetros.

Outros estudos revelaram microplásticos no fundo do oceano, em lagos e rios do Reino Unido e em águas subterrâneas dos Estados Unidos.

O grande contribuinte para o crescente número de resíduos plásticos é o lixo, explicou Sherri Mason, investigadora de microplásticos e coordenadora de sustentabilidade da Penn State Behrend.

Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS)

Fotomicrografias de plásticos recolhidos no Colorado

 

Mais de 90% dos resíduos plásticos não são reciclados e, à medida que se vão degradando, dividem-se em pedaços cada vez mais pequenos e misturam-se no meio ambiente, descreve a Visão.

“Então, estas partículas são incorporadas em gotículas de água quando chove”, revelou Mason, acrescentando que depois, as partículas desaguam em rios, lagos, baías e oceanos e infiltram-se em fontes de água subterrânea.

Embora os cientistas estudem a poluição do plástico no oceano há mais de uma década, só podem responder por 1% desta. Os investigadores sabem ainda menos sobre a quantidade de plástico em água doce e no ar, afirma Stefan Krause, da Universidade de Birmingham.

“Mesmo que agitássemos uma varinha mágica e parássemos de usar plástico, não está claro por quanto tempo o plástico continuaria a circular pelos sistemas de águas dos rios”, explica Krause. “Seriam séculos“, diz o investigador, baseando-se no que se sabe do plástico encontrado em fontes profundas de água subterrânea e acumulado em rios.

Os animais e humanos consomem microplásticos através da água e comida e, é provável que se respire partículas micro e nanoplásticas no ar — embora os cientistas ainda não tenham percebido os seus efeitos para a saúde.

“Podemos nunca entender todas as ligações entre plásticos e saúde”, refere Sherri Mason. Os microplásticos também podem atrair e anexar metais pesados como o mercúrio e outros produtos químicos perigosos, além de bactérias tóxicas.

“Sabemos o suficiente para dizer que respirar plástico provavelmente não é bom e, devemos pensar em reduzir drasticamente a nossa dependência”, conclui Mason.

DR, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ah… quanta hipocrisia!!! Estes cientistas não sabem que “quem cospe para o ar, cai-lhe na cara”??
    Os aviões e avionetas andam a lançar na atmosfera todas as “porcarias” – que só os “deuses” sabem a sua composição em cada dia – e os cientistas ficam surpresos com as análises da água e do solo???!!!
    Mais: ” Este estudo corrobora outra investigação recente que descobriu microplásticos nos Pirenéus, sugerindo que as partículas de plástico podem viajar com o vento por centenas (ou mesmo milhares) de quilómetros.” Então eu pergunto: ai é??!! Mas então, o que faz diariamente – durante o Inverno e o Verão – o enxame de avionetas da NATO a sobrevoar (em círculos) os Pirenéus e os Alpes???!”
    O ataque à Floresta dos Pirenéus (e dos Alpes) será mesmo feito apenas pelo vento???
    E o que dizer quanto ao aumento dos problemas respiratórios nas pessoas? Eu bem sei como é, pois, desde 2009, a asma não me dá tréguas!!
    Párem mas é de querer tapar o sol com a peneira!!!
    Párem os Chemtrails e deixará de chover plástico!!
    Meu POVO, abre os olhos uma vez por todas!!

RESPONDER

Criança com anemia aplástica grave submetido a transplante inédito em Portugal

Um menino de quatro anos com anemia aplástica grave foi submetido a um transplante com células estaminais de sangue do próprio cordão umbilical, um tratamento inédito em Portugal realizado no Instituto Português de Oncologia (IPO) …

Renováveis baixaram fatura da luz em 2,4 mil milhões na última década

A produção de eletricidade a partir de fontes renováveis permitiu ao sistema elétrico português acumular uma poupança de 2,4 mil milhões de euros ao longo dos últimos 10 anos. Esta é a principal conclusão de um …

Constitucional chumba barrigas de aluguer pela segunda vez

O Tribunal Constitucional chumbou, esta quarta-feira, pela segunda vez, o diploma do Parlamento sobre gestação de substituição, depois de um chumbo no ano passado. O BE apresentou uma proposta em que se previa "que a gestante …

Furacão Humberto ganha força a caminho das Bermudas

O furacão Humberto aumentou de intensidade nas últimas horas e atingiu a categoria 3 a caminho das Bermudas, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) nesta quarta-feira. O terceiro furacão da temporada no Atlântico, …

Brasil é o país lusófono com mais refugiados. Já Portugal tem as maiores remessas dos emigrantes

Um relatório das Nações Unidas (ONU) revelou que o Brasil é o país lusófono que acolhe mais refugiados, Portugal é o que recebe mais remessas dos emigrantes e Moçambique teve o maior aumento de estrangeiros …

Ryanair deixa de voar entre Porto e Lisboa em outubro (mas fica com base mais reduzida em Faro)

A transportadora aérea irlandesa Ryanair vai deixar de voar entre Porto e Lisboa a partir de 25 de outubro devido a “razões comerciais”. A confirmação foi dada pela empresa ao Jornal de Notícias. Em abril, a …

Frente-a-frente entre Costa e Rio teve menos 633 mil espectadores do que o debate entre Costa e Passos em 2015

O frente-a-frente entre António Costa e Rui Rio, os líderes dos dois maiores partidos, teve menos audiência do que o confronto de há quatro anos, entre António Costa e Pedro Passos Coelho. Cerca de de …

EDP condenada a multa de 48 milhões por abuso de posição dominante na produção de energia

A Autoridade da Concorrência (AdC) condenou a EDP por abuso de posição dominante. A coima de 48 milhões de euros foi aplicada à EDP Produção por manipular a oferta de serviços de sistema que regula …

Há sete anos que a média de secundário dos colocados no Ensino Superior não era tão alta

Há sete anos que a média de secundário dos colocados no ensino superior não era tão alta. Relativamente aos alunos de cursos científico-humanísticos, a média dos colocados tem vindo a aumentar desde 2015, tendo atingido …

Futebolistas internacionais russos Kokorin e Mamayev saíram da prisão

Pavel Mamayev e Alexander Kokorin foram detidos depois de atacarem dois homens, um responsável do governo, num estacionamento de um hotel, e um outro num café. Deixam a prisão por "bom comportamento". Os futebolistas internacionais russos …