Está a chover plástico nas Montanhas Rochosas

Vadmary / Canva

Novo estudo concluiu que há mais plástico por aí do que o que parece

Investigador analisou amostras de água da chuva e, encontrou por engano, partículas de plástico. O fenómeno levanta preocupações sobre a quantidade de resíduos plásticos presentes no ar, água e solo por toda a Terra.

Gregory Wetherbee começou a analisar amostras de água de chuva recolhidas da cordilheira das Montanhas Rochosas. “Acho que esperava ver sobretudo partículas de solo e minerais”, disse o investigador do US Geological Survey. Em vez disso, Wetherbee encontrou fibras plásticas microscópicas multicoloridas.

A recente descoberta foi publicada, em maio, num estudo intitulado “Está a chover plástico”. As amostras de água de chuva foram recolhidas pelo Colorado e, os resultados da análise do microscópio revelaram que estas tinham um arco-íris de fibras de plástico, bem como pequenos pedaços de vidro e cacos.

“Acho que o resultado mais importante que podemos partilhar com o público norte-americano, é que há mais plástico por aí do que o que parece“, disse o investigador. “Está na chuva, está na neve; é uma parte do nosso ambiente agora”, acrescenta.

USGS

Gregory Wetherbee encontrou fibras microscópicas de plástico colorido em amostras de água da chuva

As descobertas surpreenderam Wetherbee, que inicialmente ia recolher amostras para estudar a poluição por azoto. “Os meus resultados são puramente acidentais“, relevou o investigador ao The Guardian.

Este estudo corrobora outra investigação recente que descobriu microplásticos nos Pirenéus, sugerindo que as partículas de plástico podem viajar com o vento por centenas (ou mesmo milhares) de quilómetros.

Outros estudos revelaram microplásticos no fundo do oceano, em lagos e rios do Reino Unido e em águas subterrâneas dos Estados Unidos.

O grande contribuinte para o crescente número de resíduos plásticos é o lixo, explicou Sherri Mason, investigadora de microplásticos e coordenadora de sustentabilidade da Penn State Behrend.

Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS)

Fotomicrografias de plásticos recolhidos no Colorado

 

Mais de 90% dos resíduos plásticos não são reciclados e, à medida que se vão degradando, dividem-se em pedaços cada vez mais pequenos e misturam-se no meio ambiente, descreve a Visão.

“Então, estas partículas são incorporadas em gotículas de água quando chove”, revelou Mason, acrescentando que depois, as partículas desaguam em rios, lagos, baías e oceanos e infiltram-se em fontes de água subterrânea.

Embora os cientistas estudem a poluição do plástico no oceano há mais de uma década, só podem responder por 1% desta. Os investigadores sabem ainda menos sobre a quantidade de plástico em água doce e no ar, afirma Stefan Krause, da Universidade de Birmingham.

“Mesmo que agitássemos uma varinha mágica e parássemos de usar plástico, não está claro por quanto tempo o plástico continuaria a circular pelos sistemas de águas dos rios”, explica Krause. “Seriam séculos“, diz o investigador, baseando-se no que se sabe do plástico encontrado em fontes profundas de água subterrânea e acumulado em rios.

Os animais e humanos consomem microplásticos através da água e comida e, é provável que se respire partículas micro e nanoplásticas no ar — embora os cientistas ainda não tenham percebido os seus efeitos para a saúde.

“Podemos nunca entender todas as ligações entre plásticos e saúde”, refere Sherri Mason. Os microplásticos também podem atrair e anexar metais pesados como o mercúrio e outros produtos químicos perigosos, além de bactérias tóxicas.

“Sabemos o suficiente para dizer que respirar plástico provavelmente não é bom e, devemos pensar em reduzir drasticamente a nossa dependência”, conclui Mason.

DR, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ah… quanta hipocrisia!!! Estes cientistas não sabem que “quem cospe para o ar, cai-lhe na cara”??
    Os aviões e avionetas andam a lançar na atmosfera todas as “porcarias” – que só os “deuses” sabem a sua composição em cada dia – e os cientistas ficam surpresos com as análises da água e do solo???!!!
    Mais: ” Este estudo corrobora outra investigação recente que descobriu microplásticos nos Pirenéus, sugerindo que as partículas de plástico podem viajar com o vento por centenas (ou mesmo milhares) de quilómetros.” Então eu pergunto: ai é??!! Mas então, o que faz diariamente – durante o Inverno e o Verão – o enxame de avionetas da NATO a sobrevoar (em círculos) os Pirenéus e os Alpes???!”
    O ataque à Floresta dos Pirenéus (e dos Alpes) será mesmo feito apenas pelo vento???
    E o que dizer quanto ao aumento dos problemas respiratórios nas pessoas? Eu bem sei como é, pois, desde 2009, a asma não me dá tréguas!!
    Párem mas é de querer tapar o sol com a peneira!!!
    Párem os Chemtrails e deixará de chover plástico!!
    Meu POVO, abre os olhos uma vez por todas!!

RESPONDER

Borussia Dortmund 1-0 Sporting | Um Mal(en) que veio só… e foi suficiente

O “bicho papão Haaland não jogou, mas nem assim os “leões” conseguiram contrariar o maior poderio germânico. O Sporting saiu de Dortmund com uma derrota, apesar da excelente réplica no Signal Iduna Park, e muito por …

FC Porto 1-5 Liverpool | Dragão atropelado em casa

O Liverpool é uma espécie de “besta” em tons de “red” para o FC Porto. Em nove jogos oficiais, os “azuis-e-brancos” nunca venceram, somando 3 empates e 6 derrotas, a mais recente foi pesadíssima e …

China desenvolve arma invisível capaz de destruir redes de comunicação em dez segundos

Uma equipa de cientistas chineses está a desenvolver uma arma sónica, que gera um intenso pulso eletromagnético, capaz de destruir redes de comunicação e de fornecimento de energia elétrica. A arma poderá ter um alcance …

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …

Simone Biles: "Deveria ter desistido muito antes dos Jogos Olímpicos"

"Uma mulher preta tem que ser a melhor, as pessoas tentam menosprezar", lamentou a multi-campeã olímpica de ginástica. Simone Biles não conquistou qualquer medalha de ouro nos Jogos Olímpicos deste ano mas foi a atleta mais …

Mãe e filho de 2 anos morrem à porta do estádio. Jogo decorreu normalmente

Queda aconteceu pouco antes de começar um jogo da Major League Baseball, em San Diego. O desporto passou para segundo plano na tarde deste domingo, pouco antes de um jogo de beisebol, nos Estados Unidos da …