Esquerda Socialista pede demissão de Costa e quer primárias

(dr) PSocialista / Flickr

O líder do Partido Socialista, António Costa

O líder do Partido Socialista, António Costa

A Corrente de Opinião Esquerda Socialista pediu hoje a demissão do secretário-geral do PS, reclamando a realização de eleições primárias para a liderança e a marcação de um congresso para “renovação doutrinária” do partido.

Estas posições constam de um comunicado enviado à agência Lusa pela Corrente de Opinião Esquerda Socialista, liderada por Fonseca Ferreira, antigo presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, que esteve ao lado das direções de António José Seguro no PS.

Para esta sensibilidade do PS, que se reclama da ala esquerda do partido, “impõe-se que António Costa assuma as suas responsabilidades e as consequências dos seus atos e fracassos, não sacrificando os interesses do país e o PS às suas ambições pessoais”.

“Impõe-se” também, segundo a mesma corrente “que se abra um processo sereno e consistente, de reflexão e debate, conduzindo a um congresso clarificador e à necessária renovação doutrinária e programática – à luz das realidades do mundo contemporâneo – e à abertura e democratização da sua organização e funcionamento”.

No mesmo comunicado, assinado por Fonseca Ferreira, defende-se que a eleição do secretário-geral do PS deverá ser feita “em primárias abertas“.

“A Corrente de Opinião Esquerda Socialista entende que é chegada a hora do PS voltar a ser um partido de causas e desígnios, um partido impulsionador do desenvolvimento solidário do país, recuperando a confiança dos cidadãos e dos eleitores. Estamos certos de que a maioria dos socialistas e dos portugueses nos acompanham nesta preocupação, nesta exigência e nesta esperança”, sustenta-se ainda.

Após uma breve análise aos resultados das eleições legislativas, a Corrente de Esquerda Socialista dirige vários ataques ao secretário-geral do PS e à sua direção, considerando-se designadamente que o “fracasso eleitoral extravasa razões estruturais relacionadas com a crise do socialismo e da social-democracia”.

“Esta derrota é motivada, sobretudo, pelo défice de legitimidade ética da atual liderança, pelo seu sectarismo e ausência de uma estratégia clara. Os eleitores não se reconheceram nesta liderança, nem na manifesta errância política e programática da campanha realizada”, aponta-se no texto.

Nesse sentido, esta corrente entende “António Costa perdeu legitimidade, encontra-se profundamente fragilizado e a sua permanência como secretário-geral vai expor o PS a um desgaste fatal, entalado entre uma direita relegitimada (ainda que relativamente) e uma esquerda radical que ganhou fôlego e se propõe chantagear o PS e tudo exigir”.

/Lusa

PARTILHAR

20 COMENTÁRIOS

  1. Fonseca Ferreira, a Corrente de Opinião Esquerda Socialista, que está ao lado de Seguro, são os de direita no PS, não o contrário!! Quando o Seguro “reinou”, esteve quase sempre ao lado do Passos Coelho. Não o chame de esquerda, pode ofendê-lo!!

  2. Como é que a criatura pode dizer que tem melhores condições para governar o país se nem é capaz de liderar o próprio partido. O partido já se percebeu que ele é um judas. Traiu o seguro e roubou lhe à descarada o lugar e quer agora fazer o mesmo ao passos.

  3. Grupo de partidos derrotados (ideologias diametralmente opostas) transformados em vencedores.
    Triologia de um embuste – PARTE I.
    Quem se ilude?
    Mortágua afirmou ontem (dia 15 à SIC N) “o BE não ganhou as eleições. O programa que sairá do governo seja ele qual for não é o do BE. As negociações que estão a ser tidas com o PS são negociações para viabilizar um programa de governo e eventualmente medidas económicas que permitam viabilizar um orçamento do estado. Primeiro é um orçamento do estado, é isso que estamos a discutir neste momento, até porque dificilmente é possível viabilizar políticas e orçamentos que neste momento não conhecemos… o que está a ser debatido são medidas concretas para um orçamento de estado…”
    Como será após o orçamento? Em campanha o que anteciparam ao andarem engalfinhados intestinamente foi que não havia sequer pontos de toque e agora… Os restos serão história dos meandros de uma traição ao povo. Como outras há…
    “Contos Proibidos – Memorias de Um PS Desconhecido

  4. Só posso dizer que de uma maneira ou de outra nós Portugueses estamos bem entalados, se um não é bom o outro não é melhor pois mete a frente dos interesses de Portugal todos os interesses partidários e todos os interesses da Europa, deste modo a classe media cada vez vai ser mais enterrada até ao pescoço , senão vamos ver pois afinal também Passos não prometeu nada e não podia fazer nada no programa eleitoral e para tentar que o Ps se encostasse para poder governar já podia fazer mais isto e mais aquilo, e então em que ficamos será que afinal sempre dá para fazer algumas coisas para melhorar o Pais em detrimento de regalias partidárias e de amigos ?
    Ai politica que cada vez estás pior.

  5. E cá para mim cheira-me que com esta divisão ainda vai aparecer um novo partido em Portugal, um Ps de direita e um Ps de esquerda o que a meu ver nem entendo hoje em dia o que é ser esquerda ou direita uma vez que não resolve os problemas do Pais, alias a maioria dos Portugueses nem sabe o que isso quer dizer hoje em dia com estas politicas que são feitas.
    Sou mesmo burrinho, alguém me sabe dizer o que é isto de direita ou de esquerda?

    • Com o apoio tácito do General Eanes (presidente da república)… Foi criado o Partido Renovador Democrático (PRD) liderado por Hermínio Martinho (1985) com vista a “moralizar a vida política nacional”. O PRD beneficiou dos estragos da austeridade resultante do governo PS-PSD (1983-1985), e da dissolução parlamentar (1985) orquestrada pelo próprio general Eanes já no final do seu 2º mandato o que lhe permitiu obter uma inesperada votação próxima dos socialistas transformada em partido de charneira na AR que mantinha o governo minoritário de Cavaco Silva. Entretanto em 1987 é o PRD que derruba o Governo minoritário de Cavaco Silva ao fazer aprovar uma moção de censura. Contam historiadores que aquela decisão do partido assinou o seu próprio óbito pois não conseguiu eleger nas legislativas subsequentes mais do que 7 deputados contra os 45 com que começou !

  6. É bom questionar o que é ser de esquerda ou ser de direita hoje em dia…

    ….É simples… Os de esquerda embolsam no lado esquerdo. Os de direita embolsam do lado direito!

    … Alguém discorda?!

  7. Os de esquerda governam a gastar o dinheiro que existe e o que não existe.
    Os de direita governam a sugar o dinheiro que existe e o que não existe.
    Uns – os de esquerda – tratam-nos como bobos.
    Outros – os de direita – tratam-nos como putas.
    Essa é a grande diferença entre esquerda e direita.

  8. Opinião esquerda?? Haaa pois, devem ser os que se sentam no lado esquerdo da mesa do almoço.
    Quanto a diferenças entre esquerda e direita foi nos govermos provisórios de Vasco Gonçalves (os unicos verdadeiramente de esquerda) que foram instituidos, com caracter obrigatório, o subsidio de desemprego, subsidio de natal e subsidio de férias., além de muitas outras leis que favoreceram grandemente a classe trabalhadora e os mais defavorecidos. Em contrapartida foi nos governos de Coelho e Portas que tentaram, e infelizmente com algum sucesso, acabar com isso.
    Como vêm, diferenças há e muitas.

  9. Esse “Seguro & Friends” são uma cambada de oportunistas. Para mal ou para bem (vá-se lá saber), o Costa ainda arrancou uma votação que se virmos os votos isolados de cada Partido (e não em coligação), até é capaz de ter sido o que teve mais votos.

    Mas que idiotice de conversa é essa de que o Costa foi um fracasso?!.. O PS nestas eleições não teve maioria absoluta?.. E o PSD em 2011 por acaso teve?.. E já repararam que o PS teve sozinho 32,31% dos votos enquanto que os 36,86% de votos da PAF são do PSD e CDS juntos? Isso quer dizer que provavelmente o PS foi o partido que sozinho foi mais votado?!.. Alguém com o mínimo de honestidade intelectual pode falar em “fracasso” e pode querer que um lider se demita?.. Então mas agora em cada eleição, todos os partidos que não ganham, têm de mudar de lider por isso? Nunca ouvi tanta estupidez junta a tentar justificar as ambições de poder internas de um partido. Que escumalha!…

    Já tudo serve de desculpa para as ambições de poder. O tacho não chega e os ratos comem-se uns aos outros…

    • …Ganhou duas eleições… Autárquicas e Europeias, oh pá!
      O A.Costa que pensava que a coligação depois de 4 anos de ajustamento que o PS deixou estava moribunda e afinal além de ter perdido não foi por “poucaxinho” oh pá! Veja lá não caia em si!

  10. Ou seja povo que é mesmo povo tá sempre fodido de uma maneira ou de outra,seja esquerda ou direita vamos dieta mente ao caminho grego apenas porque os impostos nâo chegam sequer para pagar só a máquina governativa e está é a variada desde a muitos anos

  11. Qualquer governo vindo da esquerda neste momento é ilegítimo. Falar que 61% dos Portugueses não votaram na coligação? Ora 68% não votaram no PS, 90% não votaram no Bloco e 92% não votaram no PCP.
    Com certeza muita gente que votou no PS e que tem uma ideologia mais de centro (que normalmente vota ou PS ou PSD consoante o momento político) votaria na coligação caso soubesse que o PS queria se aliar ao BE ou ao PCP.
    Não se pode querer alterar a regra do jogo depois do resultado…. se queriam se coligar teriam de o fazer antes das eleições, ou pelo menos ter-se demonstrado a possibilidade de o fazer antes das mesmas.
    Uma coisa é um partido ganhar eleições e se coligar para dar estabilidade ao governo, outra é perder eleições e tentar se coligar para tomar o poder de forma ilegítima, vergonhosa e anti-democrática…..VERGONHOSO.

  12. “Esquerda socialista”…? Pseudo-agrupamento de direita constituído por infiltrados do PSD no PS…? Parece que aqui já começa a haver mãozinha do PSD/CDS… De qualquer forma, acho que este grupelho devia mas era chamar-se aquilo que verdadeiramente é (mas quer esconder): “Direita (pseudo-)socialista”…!

RESPONDER

Peça que terá sido usada no batismo de D.Maria II está à venda. Estado não a compra por ser demasiado cara

Há uma semana que está à venda uma peça que pertenceu à coroa portuguesa. Terá pertencido à família real depois do Terramoto de 1755 e, de acordo com o antiquário que agora a comercializa, terá …

"Dupla pancada". Vítimas de violência doméstica são deixadas ao abandono sem indemnização

Mais de 80% das vítimas de violência doméstica, a maioria mulheres, não recebem indemnizações, nem dos agressores nem do Estado. Se as vítimas não tiverem sofrido uma incapacidade para o trabalho por um período igual ou …

Ministério Público declara ilegal eleição de André Ventura

Ministério Público invalidou a mudança nos estatutos do Chega, incluindo a eleição direta de André Ventura. O líder do partido admite um novo congresso. No início do mês, o Ministério Público (MP) pediu ao Tribunal Constitucional …

Ministra dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos demite-se por causa do Afeganistão

Sigrid Kaag demitiu-se do seu cargo de ministra dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos, depois de o Parlamento considerar que o Governo fez uma má gestão da retirada de cidadãos do Afeganistão. A ministra dos Negócios …

Rio "atirou" Costa aos macacos e pediu aos eleitores que "penalizem" o descaramento do PS

Rui Rio afirma nunca ter visto um "desplante" semelhante ao do PS no que respeita a promessas eleitorais como o que está a acontecer na atual campanha para as autárquicas. Mais um dia, mais uma capelinha. …

Boris quer destronar Thatcher com mais uma década no poder

Há quem acredite que o atual primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, quer bater o recorde de Margaret Thatcher, que exerceu o cargo de 1979 a 1990. Um membro do Governo britânico terá dito ao The Times que …

Itália passa a exigir certificado verde a todos os trabalhadores

Medida é das mais restritivas atualmente em vigor no mundo inteiro, já que todos os regimes de obrigatoriedade que vigoram atualmente aplicam-se sobretudo a profissionais do setor da saúde. A partir de 15 de outubro, itália …

Com receio de que violência negacionista possa escalar, PSP reforça segurança pessoal de políticos

As forças de segurança temem que a violência negacionista aumente e o movimento atraia pessoas desequilibradas. No passado sábado, vários negacionistas, reunidos em mais uma manifestação, desta vez com o mote “Pelas nossas crianças – Rumo …

Promessa eleitoral de Costa em Coimbra arranca um aviso da CNE. Rio ficou "chocado"

António Costa tem estado activo na campanha eleitoral, ao lado dos candidatos do PS às autárquicas, e até sacou da cartola uma maternidade em Coimbra. Uma promessa que deixou Rui Rio "chocado" e que leva …

O voto que dá que falar. "Não há um centímetro quadrado de Portugal que seja indigno" do Constitucional

Três juízes do Tribunal Constitucional contestaram o parecer dos seus pares que considera "desprestigiante" a mudança deste órgão de Lisboa para Coimbra, mas é o voto contra de Mariana Canotilho que dá que falar, uma …