Esquerda está a “fritar em lume brando” o Governador (e o Governo a ver)

José Sena Goulão / Lusa

O governador do banco de Portugal, Carlos Costa

O braço-de-ferro entre o Governador do Banco de Portugal e o Governo prossegue, numa altura em que Carlos Costa perdeu o seu vice-governador, que se demitiu, e parece ficar cada vez mais isolado no cargo.

José Ramalho pediu a demissão do cargo de vice-governador do Banco de Portugal (BdP) “por razões pessoais”, adianta o jornal Público, notando que este elemento já regressou à Caixa Geral de Depósitos, mesmo antes de ter sido encontrado um sucessor para o lugar.

Entretanto, também Pedro Duarte Neves, outro vice-governador em final de mandato, está de saída, mas vai permanecer em funções até à designação de um substituto.

Assim, restam cinco administradores em funções no BdP quando o Governo e Carlos Costa mantêm uma “guerra surda”, avança o Observador.

O Governo chumbou o nome de Rui Carvalho, actual director do Departamento de Mercados, por duas vezes, frisa o Público. Mas Carlos Costa não pretenderá “abdicar da promoção” deste elemento, o que causa aqui um dilema sem fácil solução.

A estratégia de António Costa e do seu Executivo passará por “retirar influência ao Governador” dentro do BdP para “tentar ganhar um maior ascendente sobre o regulador”, escreve o Observador.

Em termos partidários, o PS, o Bloco de Esquerda e o PCP têm apontado muitas críticas a Carlos Costa, especialmente depois da exibição da reportagem da SIC “Assalto ao Castelo”, na qual se alega que o BdP tinha conhecimento da falência do BES, mais de um ano antes do seu colapso.

Num artigo de opinião no Jornal de Negócios, o jornalista Camilo Lourenço acusa os partidos de esquerda de estarem “a fritar em lume brando o Governador” e fala mesmo no “linchamento” de Carlos Costa.

Marcelo não vai deixar cair Carlos Costa

Quem não parece disposto a deixar cair o Governador é Marcelo Rebelo de Sousa que recebeu Carlos Costa em Belém, no fim-de-semana que passou.

O Presidente da República refere, em declarações recolhidas pela Lusa, que continua “a fazer tudo no sentido de consolidar o sistema financeiro“.

“Estamos todos a remar na mesma direcção. É isso que tem acontecido e que vai acontecer”, atirou ainda Marcelo, dando a entender que não pretende “deixar cair o governador”, conforme releva o Público.

Entretanto, Carlos Costa pediu para ir ao Parlamento, para dar explicações, depois das dúvidas levantadas sobre a reportagem da SIC, facto que António Costa considera “excelente”.

“É sempre saudável que haja um acompanhamento por parte da Assembleia da República da actividade de supervisão e, se o Governador quer dialogar com a Assembleia, excelente”, disse o primeiro-ministro, citado pela Lusa.

SV, ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Tanta polémica sobre o governador do BdP, eu até acredito que haja razão de queixa que aliás já vem de muito de trás a começar no senhor Vítor Constâncio ou antes, mas já agora em vez de tanto alarido e espetáculo tenham a coragem de empurrar o homem de lá para fora e ponham lá alguém de confiança deles, porque não uma das manas Mortágua?

RESPONDER

Maior extinção da História. Identificado culpado que aniquilou quase toda a vida da Terra

Técnicas analíticas de ponta e modelos geoquímicos inovadores reconstruíram conclusivamente toda a cascata de eventos na maior extinção da história da Terra. Há cerca de de 252 milhões de anos, a maior extinção da história da …

Chovem críticas à Educação. Falta de professores e número de alunos por turma são o alvo

O ministro da Educação foi alvo de críticas dos partidos pela forma como geriu o regresso às aulas, com os deputados a referirem, entre outros problemas, a falta de professores e o número de alunos …

Europa com cuidados intensivos à beira do limite. Apertadas medidas e um "circuit-breaker" são a esperança

O número de infeções diárias de covid-19 tem aumentando drasticamente em grande parte dos países da Europa. Apesar de estarem a tentar evitar um novo confinamento, os governos europeus estão com receio que os cuidados …

Rui Rio e Adão Silva podem ser alvo de sanções (e até mesmo enfrentar expulsão)

Rui Rio e Adão Silva podem enfrentar sanções após contrariarem uma moção aprovada no último Congresso do partido relativamente ao referendo da eutanásia. Quando terminar a votação do referendo à eutanásia, a direção do PSD, encabeçada …

Vinícius fez duas assistências na estreia. Mourinho diz que "pode fazer melhor"

Carlos Vinícius estreou-se a titular pelo Tottenham com duas assistências para golo. José Mourinho gostou do desempenho do jogador emprestado pelo Benfica, mas acredita que o brasileiro é capaz de fazer melhor. Esta quinta-feira, Carlos Vinícius …

Estado fica com toda a responsabilidade das dívidas da TAP à banca

Em caso de falhas, o Estado fica com toda a responsabilidade das dívidas da TAP à banca. Anteriormente, as responsabilidades financeiras estavam repartidas entre o Estado e a Atlantic Gateway. Com a alteração dos estatutos da …

A "maglia rosa" de João Almeida caiu, mas o mundo do ciclismo rende-se ao português

Na etapa rainha do Giro, João Almeida perdeu a camisola rosa ao fim de 15 dias. O português mereceu o respeito do mundo ciclismo, chovendo elogios à sua prestação. João Almeida já não é o líder …

"Inverno escuro", negócios de família e o apelo aos "swing states". Assim foi o último debate presidencial

Os candidatos à presidência dos Estados Unidos encontraram-se pela última vez antes das eleições, em Nashville, Tennessee, mas desta vez num tom onde não prevaleceram os gritos e os insultos. Contudo, os ataques foram duros …

Casos diários podem duplicar até ao Natal devido ao efeito "cascata"

O epidemiologista Manuel Carmo Gomes prevê que o número de infeções diárias em Portugal duplique em dois meses. O problema é o efeito "cascata" que escapou à atenção da saúde pública. A situação epidemiológica em Portugal …

Baixar o IRC "não é a melhor forma de apoiar as empresas"

Pedro Siza Vieira, ministro da Economia e Transição Digital, defendeu esta quinta-feira que a inclusão de medidas para a redução do IRC na proposta do OE2021 não traria vantagem para os negócios mais penalizados pela …