Espanha tem plano para reduzir caudais. Rios portugueses em risco

Espanha está a avançar com a revisão dos Planos Especiais de Seca para as suas bacias hidrográficas. Uma das hipóteses em cima da mesa afeta Portugal.

Espanha está a realizar uma revisão dos Planos Especiais de Seca para as suas bacias hidrográficas, que, entre muitos pontos, prevê a redução dos caudais mínimos ecológicos e a deterioração temporária da qualidade da água em situações de seca prolongada.

Embora estes planos sejam para aplicar no país vizinho, os especialistas alertam que os efeitos se farão sentir em território nacional, tanto no que diz respeito à quantidade como à qualidade da água disponível.

No Plano Especial de Secas do Tejo, citado pelo Jornal de Notícias, pode ler-se que o objetivo desta revisão é “evitar ou minimizar os efeitos negativos da seca sobre o estado das massas de água, fazendo com que as situações de deterioração temporária das massas e caudais mínimos ecológicos menos exigentes estejam associados exclusivamente a situações naturais de seca prolongada”.

Baseando-se em indicadores sobre os níveis de precipitação, foi publicado um decreto que define e diferencia seca prolongada de escassez conjuntural.

De acordo com a informação que consta neste novo documento, uma unidade territorial espanhola só estará em seca prolongada quando atingir o limiar de 0,30. Quando esses 0,30 forem atingidos, a unidade poderá reduzir em 50% os caudais mínimos.

Luís Alegre, coordenador do grupo da Quercus dedicado à água, lembra ao JN que os planos de seca “podem vir a levar a uma diminuição da quantidade e qualidade”, já que em Portugal não há capacidade de monitorização de caudais.

O secretário de Estado do Ambiente assegura que o Governo tem a mesma preocupação. Contudo, realça quer o “bom relacionamento” quer o “bom nível de cumprimento em dez anos de aplicação da Convenção de Albufeira“.

A Convenção estabelece que Espanha é obrigada a cumprir os caudais mínimos, exceptuando que se for acionado o regime de excepção para situações de seca.

Inclusivamente, em novembro do ano passado, o ministro do Ambiente garantiu que Espanha estava a cumprir a Convenção de Albufeira, depois de a ZERO ter defendido a revisão e melhoria da Convenção, alertando que Espanha não tinha assegurado todos os caudais acordados para o Douro, Tejo e Guadiana.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mas o que esperam de Espanha, bons acordos que não melindrem os portugueses? Entretanto e agora mesmo nesta altura que estamos com sorte em haver alguma chuva quanto milhões de hectolitros de água debitada pelos nossos rios irão parar ao mar sem qualquer proveito ou armazenamento? Quando abrirmos os olhos possivelmente já será demasiado tarde!.

RESPONDER

Ilhas Faroé fecham para "manutenção". Turistas só podem entrar se "vierem ajudar"

As Ilhas Faroé, território autónomo sob a coroa dinamarquesa, isolado no Atlântico Norte entre a Islândia e a Noruega, vão estar fechadas para "manutenção" 26 e 27 de abril. Na ilha vivem 50 mil habitantes e …

Documentário "low cost" afirma que Jesus era, afinal, um filósofo grego

O documentário Bible Conspiracies (Conspirações Bíblicas, em tradução livre), disponível na Amazon Prime desde novembro de 2017, tem dado que falar. Durante o filme, realizado em 2016, são proferidas várias afirmações que contrariam o que …

Choupette já é a gata mais rica do mundo e pode herdar fortuna de Karl Lagerfeld

A gata do estilista Karl Lagerfeld, Choupette, pode ser uma das beneficiárias da sua fortuna de mais de 170 milhões de euros. Não é que o felino precisasse, já que tem, só por si, um …

Gravuras rupestres descobertas na Serra da Gardunha

Um conjunto de rochas com gravuras rupestres foi descoberto na Serra da Gardunha, Fundão, e a primeira análise indica que serão do período entre o Calcolítico e a Idade do Bronze, disse o arqueólogo Martinho …

Cinco telemóveis são apreendidos por dia nas prisões portuguesas

O número de apreensões de telemóveis, drogas e armas brancas nas prisões portuguesas caiu em 2018. Ainda assim, foram confiscados 1934 aparelhos, o que dá uma média superior a cinco por dia. Para os guardas prisionais, …

Estado vai dar incentivo de 250 euros para compra de bicicletas elétricas

Visando impulsionar o uso de veículos mais verdes, o Governo vai conceder um incentivo de 250 euros para a compra de uma bicicleta elétrica. Os detalhes das novas regras deverão ser anunciadas já nos próximos …

Lisboa em primeiro lugar no ranking das cidades mais atrativas para investir

A capital portuguesa subiu do 10.º para o 1.º lugar no ranking das cidades mais atrativas para investir, da PricewaterhouseCoopers, avança a Visão. Lisboa foi alvo de uma ascensão sem precedentes, subindo do 10.º para o …

O Sol vai brilhar e os termómetros vão chegar aos 26 graus este fim de semana

As temperaturas máximas vão subir e o fim de semana promete ser solarengo, com os termómetros a chegarem aos 26 graus Celsius. A temperatura máxima vai subir nos próximos dias em Portugal continental, com a máxima …

Lidl deixa de vender sacos de plástico em Portugal

O Lidl Portugal vai deixar de vender sacos de plástico em todas as suas lojas no mercado português até ao final do ano, medida que será faseada e arranca em maio na região Norte, anunciou …

As mulheres ganham menos 2464 euros do que os homens por ano

Em média, as mulheres em Portugal ganham menos 176 euros por mês do que os homens. Anualmente, cria-se um fosso de 2464 euros, segundo dados de 2017 acedidos pelo Diário de Notícias. O diário avança estes …