“Não haverá outro igual”. Espanha faz juras de amor a Ronaldo

Alejandro Garcia / EPA

O futebolista português marcou uma “era dourada” no Real Madrid e ruma aos italianos da Juventus com o estatuto de “inigualável”, como destacam os jornais espanhóis um dia depois de a transferência ter sido oficializada.

Esta terça-feira, tornou-se oficial: Cristiano Ronaldo assinou um contrato com a Juventus válido por quatro anos, com o clube italiano a pagar ao Real Madrid 100 milhões de euros.

“A Juventus comunica que chegou a acordo com o Real Madrid para a aquisição a título definitivo dos direitos desportivos do futebolista Cristiano Ronaldo a troco do pagamento de 100 milhões de euros, pagos em duas épocas”, lê-se no comunicado do campeão italiano, que desembolsa ainda 12 milhões relativos ao mecanismo de solidariedade e gastos acessórios. Ronaldo vai receber um salário de 30 milhões de euros por ano.

O negócio realizou-se durante a tarde, depois de o presidente da ‘Juve’, Andrea Agnelli, se ter encontrado com o jogador na Grécia, país onde está a passar férias.

Depois de nove temporadas ao serviço do Real Madrid, o internacional português explicou, numa carta aberta publicada ontem no site do clube espanhol, que viveu na capital os anos mais felizes da sua vida.

“Mas chegou o momento de sair e pedi ao Real Madrid para que me deixasse transferir. O Real conquistou o meu coração e da minha família. Quero agradecer aos companheiros de equipa, fisioterapeutas, ao presidente e aos adeptos porque fizeram tudo para que nada me faltasse. Foram nove anos apaixonantes. Refleti muito e cheguei a esta decisão. Hala Madrid”.

Entretanto, o clube de Madrid partilhou um vídeo de despedida ao jogador português, intitulado de “Obrigado, Cristiano Ronaldo”, no qual mostra os melhores momentos dos nove anos que passou na capital espanhola.

Juras de amor em Espanha

Não haverá outro igual. Vai-se Cristiano, a lenda dos 451 golos”, destaca o jornal Marca, numa única manchete, ilustrada com tantas bolas quantos tentos marcou o avançado pelos merengues e com a fotografia do golo marcado à Juventus, em Turim, em abril último, com um pontapé de bicicleta.

No interior, o Marca fala do “7Fim de uma era” e conta os passos para a transferência consumada na terça-feira, enaltecendo ainda a “carta de amor” do português e do “ouro puro” que este representou para o clube.

O também desportivo AS recorre ao italiano para se despedir do capitão da seleção portuguesa “Ciao, Cristiano, foi bonito enquanto durou”, numa capa em que surge Ronaldo em gozo de férias e com uma parte da sua carta de despedida.

Igualmente em italiano, o Mundo Deportivo oferece o protagonismo ao português, com a expressão ‘CR Sette’, enquanto o Sport promove Ronaldo à capa, mas por a transferência ocorrer a pedido do jogador e por o Real Madrid ficar sem referências, depois da sua saída e da de Zinedine Zidane. No interior, o Sport dá conta da transferência com o título ‘CR7 dinamita Madrid’.

“Cristiano vai para a Juventus depois de marcar uma época dourada em Madrid“, foi o destaque oferecido pelo generalista El País à mudança do português, após nove temporadas no clube madridista, enquanto o El Mundo destaca a saída por vontade de Ronaldo, numa chamada de capa ilustrada por uma caricatura.

Sporting encaixa 2,25 milhões de euros com transferência

O Sporting vai encaixar 2,25 milhões de euros relativos à transferência do futebolista para a Juventus e decorrentes do período de formação no clube lisboeta, ao abrigo do mecanismo de solidariedade da FIFA.

A aquisição de Ronaldo pelo clube campeão de Itália por 100 milhões de euros significa, de acordo com o regulamento, que terá de pagar cinco milhões de euros, o equivalente a 5% do valor de transferência, aos clubes pelos quais o jogador passou entre os 12 e os 23 anos.

O Nacional, clube em que Cristiano Ronaldo estava quando cumpriu o 12.º aniversário, terá direito a 0,25% desse montante, ou seja, 250 mil euros, enquanto o Sporting, no qual o avançado esteve seis épocas, tem direito a 0,25% por cada uma das três primeiras e 0,5% por cada uma as restantes, totalizando 2,25 milhões de euros.

O Manchester United, para o qual o capitão da seleção portuguesa se transferiu em 2003 por 15 milhões de euros, vai receber os restantes 2,5 milhões de euros do mecanismo de solidariedade, depois de ter cedido os direitos de Cristiano Ronaldo ao Real Madrid, em 2009, por 94 milhões de euros. Dessa transferência, o Sporting encaixou 2,4 milhões.

Aos 33 anos, o capitão da seleção portuguesa vai defender o quarto clube na carreira sénior, depois de Sporting (2002/03), Manchester United (2003/04 a 2008/09) e Real Madrid (2009/10 a 2017/18).

Cinco vezes vencedor da Bola de Ouro, em 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017, Cristiano Ronaldo estava ligado contratualmente até 30 de junho de 2021 ao emblema ‘merengue’, ao serviço do qual conquistou quatro Ligas dos Campeões, dois Mundiais de Clubes, duas Supertaças Europeias, dois campeonatos, duas Taças do Rei e duas Supertaças de Espanha.

A Juventus domina o historial do campeonato italiano, com 34 títulos de campeão, sete dos quais conquistados ininterruptamente desde 2011/12 – os quatro últimos sob o comando do atual treinador, Massimiliano Allegri.

Ronaldo vai ser o sétimo português a juntar-se ao clube de Turim, depois de Rui Barros, Paulo Sousa, Dimas, Jorge Andrade, Tiago e João Cancelo, contratado neste defeso ao Valência.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Líderes europeus defendem que fronteiras devem continuar abertas

Os chefes dos 27 Estados-membros da União Europeia (UE) reuniram-se em videoconferência, na quinta-feira, na qual concordaram que as fronteiras não devem ser fechadas, devendo evitar-se medidas que possam comprometer o mercado único e o …

Twitter bloqueia conta de embaixada da China nos EUA por "desumanizar" uigures

A rede social Twitter bloqueou a conta da embaixada da China em Washington após uma mensagem ter referido que as mulheres uigures em Xinjiang se emanciparam e deixaram de ser “máquinas de fazer bebés”. Uma das …

Fecho das escolas. Apoio aos pais calculado com base no salário de dezembro

O apoio aos pais de crianças menores de 12 anos que tiverem de ficar em casa devido ao fecho das escolas será baseado na remuneração de dezembro, segundo o decreto-lei publicado esta sexta-feira em Diário …

Variante inglesa parece ser mais letal, avança Boris Johnson

A variante inglesa mais contagiosa do novo coronavírus, que causa a covid-19, também parece estar ligada a uma mortalidade mais elevada, disse esta sexta-feira o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. "Agora também parece que há sinais de …

RTP2 alarga programação infantil após anúncio de fecho das escolas

As novas restrições do confinamento nacional obrigam ao encerramento das escolas durante 15 dias, para travar contágios por Covid-19. Para acompanhar as crianças que ficam em casa, a RTP2 aumenta as horas do Zig Zag, …

Rio de Janeiro cancela carnaval em julho deste ano e remete para 2022

A cidade brasileira do Rio de Janeiro só deverá voltar a celebrar o carnaval em 2022, após a decisão da prefeitura de cancelar as festividades previstas para julho deste ano, devido ao agravamento da pandemia …

DGS pede soluções para aumentar capacidade de frigoríficos nas morgues

A Direção-Geral da Saúde (DGS) pediu ao Instituto Nacional de Medicina Legal soluções para aumentar capacidade de frigoríficos junto das unidades de saúde caso seja necessário e solicitou aos hospitais que agilizem a transferência de …

Google ameaça suspender o seu motor de pesquisa na Austrália

O Google ameaçou esta sexta-feira proibir os utilizadores australianos de utilizar o seu motor de pesquisa caso Camberra não altere o seu plano de forçar o gigante da internet a pagar aos meios de comunicação …

Perotti sem data para regressar aos relvados. "É a primeira vez que se vê uma lesão destas num atleta"

Diego Perotti, extremo argentino ao serviço do Fenerbahçe, será operado em breve depois de ter sofrido uma lesão grave em novembro passado, não havendo ainda uma previsão sobre quando é que poderá voltar aos relvados. Depois …

"Se as pessoas de esquerda forem votar, haverá duas candidatas à frente de Ventura", apela Marisa

Marisa Matias elevou a fasquia e sugeriu que, além de Ana Gomes, também ela pode superar o líder do Chega. Catarina Martins tentou mobilizar os eleitores com um apelo ao voto anti-Ventura: "Domingo é dia …