“Não haverá outro igual”. Espanha faz juras de amor a Ronaldo

Alejandro Garcia / EPA

O futebolista português marcou uma “era dourada” no Real Madrid e ruma aos italianos da Juventus com o estatuto de “inigualável”, como destacam os jornais espanhóis um dia depois de a transferência ter sido oficializada.

Esta terça-feira, tornou-se oficial: Cristiano Ronaldo assinou um contrato com a Juventus válido por quatro anos, com o clube italiano a pagar ao Real Madrid 100 milhões de euros.

“A Juventus comunica que chegou a acordo com o Real Madrid para a aquisição a título definitivo dos direitos desportivos do futebolista Cristiano Ronaldo a troco do pagamento de 100 milhões de euros, pagos em duas épocas”, lê-se no comunicado do campeão italiano, que desembolsa ainda 12 milhões relativos ao mecanismo de solidariedade e gastos acessórios. Ronaldo vai receber um salário de 30 milhões de euros por ano.

O negócio realizou-se durante a tarde, depois de o presidente da ‘Juve’, Andrea Agnelli, se ter encontrado com o jogador na Grécia, país onde está a passar férias.

Depois de nove temporadas ao serviço do Real Madrid, o internacional português explicou, numa carta aberta publicada ontem no site do clube espanhol, que viveu na capital os anos mais felizes da sua vida.

“Mas chegou o momento de sair e pedi ao Real Madrid para que me deixasse transferir. O Real conquistou o meu coração e da minha família. Quero agradecer aos companheiros de equipa, fisioterapeutas, ao presidente e aos adeptos porque fizeram tudo para que nada me faltasse. Foram nove anos apaixonantes. Refleti muito e cheguei a esta decisão. Hala Madrid”.

Entretanto, o clube de Madrid partilhou um vídeo de despedida ao jogador português, intitulado de “Obrigado, Cristiano Ronaldo”, no qual mostra os melhores momentos dos nove anos que passou na capital espanhola.

Juras de amor em Espanha

Não haverá outro igual. Vai-se Cristiano, a lenda dos 451 golos”, destaca o jornal Marca, numa única manchete, ilustrada com tantas bolas quantos tentos marcou o avançado pelos merengues e com a fotografia do golo marcado à Juventus, em Turim, em abril último, com um pontapé de bicicleta.

No interior, o Marca fala do “7Fim de uma era” e conta os passos para a transferência consumada na terça-feira, enaltecendo ainda a “carta de amor” do português e do “ouro puro” que este representou para o clube.

O também desportivo AS recorre ao italiano para se despedir do capitão da seleção portuguesa “Ciao, Cristiano, foi bonito enquanto durou”, numa capa em que surge Ronaldo em gozo de férias e com uma parte da sua carta de despedida.

Igualmente em italiano, o Mundo Deportivo oferece o protagonismo ao português, com a expressão ‘CR Sette’, enquanto o Sport promove Ronaldo à capa, mas por a transferência ocorrer a pedido do jogador e por o Real Madrid ficar sem referências, depois da sua saída e da de Zinedine Zidane. No interior, o Sport dá conta da transferência com o título ‘CR7 dinamita Madrid’.

“Cristiano vai para a Juventus depois de marcar uma época dourada em Madrid“, foi o destaque oferecido pelo generalista El País à mudança do português, após nove temporadas no clube madridista, enquanto o El Mundo destaca a saída por vontade de Ronaldo, numa chamada de capa ilustrada por uma caricatura.

Sporting encaixa 2,25 milhões de euros com transferência

O Sporting vai encaixar 2,25 milhões de euros relativos à transferência do futebolista para a Juventus e decorrentes do período de formação no clube lisboeta, ao abrigo do mecanismo de solidariedade da FIFA.

A aquisição de Ronaldo pelo clube campeão de Itália por 100 milhões de euros significa, de acordo com o regulamento, que terá de pagar cinco milhões de euros, o equivalente a 5% do valor de transferência, aos clubes pelos quais o jogador passou entre os 12 e os 23 anos.

O Nacional, clube em que Cristiano Ronaldo estava quando cumpriu o 12.º aniversário, terá direito a 0,25% desse montante, ou seja, 250 mil euros, enquanto o Sporting, no qual o avançado esteve seis épocas, tem direito a 0,25% por cada uma das três primeiras e 0,5% por cada uma as restantes, totalizando 2,25 milhões de euros.

O Manchester United, para o qual o capitão da seleção portuguesa se transferiu em 2003 por 15 milhões de euros, vai receber os restantes 2,5 milhões de euros do mecanismo de solidariedade, depois de ter cedido os direitos de Cristiano Ronaldo ao Real Madrid, em 2009, por 94 milhões de euros. Dessa transferência, o Sporting encaixou 2,4 milhões.

Aos 33 anos, o capitão da seleção portuguesa vai defender o quarto clube na carreira sénior, depois de Sporting (2002/03), Manchester United (2003/04 a 2008/09) e Real Madrid (2009/10 a 2017/18).

Cinco vezes vencedor da Bola de Ouro, em 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017, Cristiano Ronaldo estava ligado contratualmente até 30 de junho de 2021 ao emblema ‘merengue’, ao serviço do qual conquistou quatro Ligas dos Campeões, dois Mundiais de Clubes, duas Supertaças Europeias, dois campeonatos, duas Taças do Rei e duas Supertaças de Espanha.

A Juventus domina o historial do campeonato italiano, com 34 títulos de campeão, sete dos quais conquistados ininterruptamente desde 2011/12 – os quatro últimos sob o comando do atual treinador, Massimiliano Allegri.

Ronaldo vai ser o sétimo português a juntar-se ao clube de Turim, depois de Rui Barros, Paulo Sousa, Dimas, Jorge Andrade, Tiago e João Cancelo, contratado neste defeso ao Valência.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Benfica - Aves | Triunfo de águia exuberante e perdulária

O Benfica respondeu ao triunfo do FC Porto no sábado com uma vitória caseira sobre o Desportivo das Aves, por 2-0. O resultado pode indicar algumas dificuldades por parte da formação “encarnada”, mas pode-se dizer, sem …

Aquecimento global no Pleistoceno elevou nível do mar até 13 metros

O aquecimento global no final do período do Pleistoceno, com temperaturas similares às previstas para este século, reduziu a camada de gelo da Antártida oriental e elevou o nível do mar até 13 metros acima …

Autor dos mais famosos estudos sobre comida viu 13 artigos retirados

O famoso investigador norte-americano está envolvido numa polémica, depois de 13 dos seus estudos científicos terem sido retirados de algumas publicações. É provável que nunca tenha ouvido falar de Brian Wansink mas, tal como recorda o …

NASA observa movimentos tectónicos recentes em Marte

A sonda Mars Express da NASA observou fissuras proeminentes em Marte causadas devido à ação de falhas tectónicas que atingiram a superfície do planeta há menos de dez milhões de anos. As imagens foram capturadas …

Mulher que acusa de abuso juiz nomeado por Trump para o Supremo aceita depor

Christine Blasey Ford, a mulher que acusou de agressão sexual o juiz Brett Kavanaugh, nomeado por Donald Trump para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos, aceitou testemunhar perante o Senado, na próxima semana, disse neste …

Hubble deteta radiação nunca antes vista numa estrela de neutrões

Uma invulgar emissão de radiação infravermelha, de uma estrela de neutrões próxima, detetada pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA, pode indicar novas características nunca antes vistas. Uma possibilidade é que exista um disco poeirento em redor …

Sócrates acusa direita de estar "empenhada" no processo Marquês

O antigo primeiro-ministro José Sócrates acusou este sábado a direita política portuguesa de estar "empenhada no processo Marquês através da manutenção da procuradora-geral da República". O ex-governante, que esteve neste sábado em Vila do Conde, distrito …

André Ventura vai lançar movimento para destituir Rui Rio

O vereador do PSD em Loures André Ventura vai lançar na próxima semana o movimento Chega, para substituir Rui Rio na liderança e colocar o partido no “espetro ideológico do centro-direita português”. Em comunicado, André Ventura …

Universidade brasileira cria gelado que reduz efeitos colaterais da quimioterapia

Foi criado no Brasil um gelado que ajuda a diminuir os efeitos colaterais da quimioterapia em pacientes com cancro. Desenvolvido por investigadores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o gelado tem três sabores: morango, …

Irmãos portugueses que combatiam pelo Daesh dados como mortos na Síria

Os irmãos Celso e Edgar foram dados como mortos na Síria, revela o jornal Expresso neste sábado. Os dois portugueses eram jiadistas que combatiam pelo autodenominado Estado Islâmico (Daesh). Em Raqqa eram conhecidos pelo seu nome …