Espanha à procura dos restos mortais de Cervantes, o pai de Dom Quixote

ID Number THX 1139 / Flickr

Don Quixote por Philippe Druillet (1985)

Don Quixote por Philippe Druillet (1985)

Quatro séculos após a morte do ilustre autor de Dom Quixote, Miguel de Cervantes, o município de Madrid decidiu financiar investigações visando encontrar os seus restos mortais, para “reparar uma grande dívida ao príncipe das letras de Espanha”.

“Encontrar o túmulo de Cervantes permitiria reparar uma grande dívida ao príncipe das letras de Espanha, talvez à figura originária de Espanha que marcou mais profundamente a história da humanidade”, explicou hoje o diretor-geral do Património Cultural da câmara municipal de Madrid, José Francisco García, citado pela agência de notícias francesa, AFP.

Publicado em duas partes, em 1605 e 1615, na primeira edição, Dom Quixote, a obra-prima de Cervantes, é muitas vezes considerado o primeiro romance moderno e é um clássico da literatura ocidental, sendo regularmente classificado como um dos melhores romances alguma vez escritos.

“Dom Quixote teve um impacto e uma influência universais [e] para a cidade de Madrid, encontrar os seus restos mortais seria um dos mais importantes projetos culturais que poderíamos desejar neste momento”, disse o responsável, acrescentando: “Mas devemos manter-nos prudentes enquanto aguardamos resultados dos primeiros estudos”.

Nascido em 1547, na velha cidade universitária de Alcalá de Henares, perto de Madrid, o escritor passou os últimos anos da vida num bairro do centro da capital espanhola, hoje rebatizado “Bairro das Letras”, em homenagem aos seus célebres habitantes: Cervantes, mas também Lope de Vega, e os grandes rivais literários do Século de Ouro, Francisco de Quevedo e Luis de Góngora.

O autor de Dom Quixote foi sepultado neste bairro em abril de 1616, na igreja da Trindade, mas ignora-se o local exato da sepultura, perdido na história e nas obras de ampliação da igreja e do convento contíguo, com fachadas de tijolos vermelhos.

Durante anos, pareceu difícil fazer escavações no local, onde residem ainda religiosas, e abrir às cegas buracos numa igreja classificada como património cultural da cidade desde 1921.

“A tecnologia avançou suficientemente para que nos seja garantido agora que um estudo feito com radar de penetração pode determinar com bastante precisão onde estão enterrados restos humanos”, explicou José Francisco García.

A câmara de Madrid consagrou uma verba de entre 12.000 e 14.000 euros à primeira fase de análise histórica e depois às pesquisas com radar de penetração, que deverão começar “nas próximas semanas”.

As escavações só serão feitas se os investigadores conseguirem localizar restos humanos numa área claramente definida.

Pelo menos outras duas pessoas foram enterradas no mesmo local, de acordo com Fernando de Prado, que narrou, no seu relato, o enterro de Cervantes, após a sua morte, datada de 22 ou 23 de abril de 1616, segundo os historiadores.

“Embrulhado numa tela da Ordem Terceira Franciscana, na qual tinha ingressado pouco antes, num modesto caixão, com as mãos sobre o peito, segurando um crucifixo em madeira, e com o rosto descoberto (…), foi conduzido às suas exéquias no sábado 23 de abril, naquele que era, sem dúvida, o convento mais modesto de Madrid”, escreveu Fernando de Prado.

Para os antropólogos, o trabalho deverá, em seguida, ser fácil: “Dizem-nos que poderemos determinar de forma fiável se os restos pertencem a Miguel de Cervantes devido às características especiais do personagem”, alcunhado “o maneta de Lepanto”, depois de ter sido ferido no peito e perdido a mobilidade da mão esquerda na lendária batalha naval de Lepanto (1571), ganha pela Santa Aliança aos otomanos.

“Cervantes não pôde utilizar essa mão durante 45 anos. Um antropólogo pode identificar este tipo de lesão óssea que servirá de prova para a sua identificação”, sublinhou o historiador.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nova Iorque quer oferecer vacina aos turistas. Miami vai começar a vacinar no aeroporto

Em Nova Iorque os turistas irão receber a vacina da Johnson & Johnson e em Miami a vacina da Pfizer. Com o objetivo de reativar o turismo na cidade, as autoridades de Nova Iorque querem oferecer …

Carta misteriosa escrita por passageira do Titanic está a intrigar os peritos

Uma equipa de investigadores está a tentar desvendar um mistério que envolve uma carta que terá sido escrita por uma jovem a bordo do Titanic na véspera do naufrágio. Uma família encontrou a carta numa garrafa …

Violência na Colômbia preocupa comunidade internacional

Várias cidades colombianas continuam a ser palco de violentas manifestações contra o Governo do país, mas são reprimidas com força pela polícia e por militares. As manifestações começaram em forma de protesto contra uma reforma tributária …

Veterana de Bletchley Park tem um novo código da 2.ª Guerra para decifrar (mas precisa de ajuda)

Um casal que encontrou mensagens codificadas da II Guerra Mundial sob o assoalho está tentar decifrá-las com a ajuda do seu vizinho, um decifrador de códigos de Bletchley Park. John e Val Campbell encontraram um esconderijo …

"Caixas mistério" com animais de estimação geram indignação na China

Uma nova moda conhecida como "caixa mistério" ganhou popularidade na China. O método consiste em fazer uma encomenda através da internet e é enviada, pelo correio, uma caixa com um animal de estimação. Estas encomendas estão …

Arquivos da polícia do Estado Islâmico revelam como era a vida sob o califado

Arquivos da polícia do Estado Islâmico, conhecida como shurta, revelam como era a vida sob o califado. Os polícias eram tão bem pagos que não podiam ser subornados. Não é sempre que os regimes mirram …

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …