Escolas retiram relógios analógicos das salas porque os alunos “não sabem dizer as horas”

As escolas estão a retirar os relógios analógicos das salas de aula porque os adolescentes não sabem ler a hora, disse um sindicato de professores do Reino Unido.

Para remediar o problema e substituir os relógios analógicos, os professores estão a instalar dispositivos digitais, depois de os alunos terem reclamado que não conseguem saber as horas durante os exames escolares.

Malcolm Trobe, vice-secretário geral da Association of School and College Leaders (ASCL) disse que os jovens se habituaram a usar dispositivos digitais. “A geração atual não consegue ler um relógio tradicional”, disse ao The Telegraph.

“Os jovens estão acostumados a olhar para o telemóvel e a ver uma representação digital das horas”, afirmou, adiantando que os professores querem que os alunos se sintam o mais relaxados possível durante os exames. Ter um relógio analógico tradicional numa sala de aula pode ser um motivo de stress desnecessário.

Assim, as escolas estão a fazer os possíveis para tornar tudo “tão fácil quanto possível” para facilitar a vida aos alunos durante a realização de um exame escolar. “Não queremos que eles levantem a mão para perguntar que horas são”, justificou.

Depois de terem apresentado esta solução na conferência Partners in Excellence, em Londres, vários professores partilharam as suas experiências nas redes sociais.

Stephanie Keenan, professora de inglês da Ruislip High School, no noroeste de Londres, disse que a sua escola instalou relógios digitais na sala de exames depois de concordar que muitos alunos do nono, décimo e décimo primeiro anos não conseguem ler a hora num relógio analógico.

Cheryl Quine, chefe de departamento da Cockermouth School e presidente da West Cumbria Network, concordou, acrescentando que a sua escola descobriu que muitas crianças não sabem ler a hora num relógio tradicional.

Quando os alunos chegam a uma escola secundária, supõe-se que estes saibam ler um relógio analógico, mas, na realidade, isso não acontece. “Pode ser um pouco triste chegar a esta conclusão, ver que um aluno não sabe interpretar um mostrador de relógio. Mas há, de facto, vantagens em usar um relógio digital“, admitiu Trobe.

No início deste ano, um médio pediatra alertou que as crianças estão a começar a ter dificuldade em segurar canetas devido ao uso excessivo da tecnologia. “Para segurar um lápis e movê-lo, precisamos de ter um forte controlo dos musculos finos dos dedos. As crianças precisam de oportunidades para desenvolver essas habilidades”, afirmou ao jornal a médica pediátrica Sally Payne.

“É mais fácil dar um iPad a uma criança do que incentivá-la a fazer exercícios de fortalecimento muscular, como construir blocos, cortar e colar, ou puxar brinquedos e cordas. Por esse motivo, as crianças não estão a desenvolver as habilidades básicas necessárias para agarrar e segurar um lápis”, concluiu.

ZAP //

PARTILHAR

28 COMENTÁRIOS

    • Não não, é mesmo a sério….

      De resto, basta ver uma criança inglesa a fazer uma conta de dividir…. não cabe na cabeça de ninguém.

      Os bifes são o único país que conheça que têm um “programa nacional a matemática”. Mas o problema é simples: são eles próprios que não a sabem ensinar.

      Por isso não me surpreende nada que no reino de “sua magrestade”, ninguém dos mais jovem saiba ler as horas nun relógio analógico.

  1. Mas são os alunos que não sabem ler as Horas?
    Mas afinal os alunos não estão lá para aprender?
    O titulo, ” RELÓGIOS VÃO SER RETIRADOS DAS SALAS DE AULA PORQUE OS PROFESSORES NÃO SABEM ENSINAR” ou seja não sabem ler as horas, os profes.
    Gostava de os ver a ter tanta preocupação em ensinar, como a fazerem GREVE para aumentarem o pecúlio das poucas horas trabalhadas.
    POBRE PORTUGAL…

  2. Infelizmente, o Reino Unido tem muitas políticas de direitos humanos. Vejo programas, em que os professors sofrem muito abuso, por parte dos alunos. Neste país, as crianças, e as mamãs e os papás, ficam muito ofendidos, se os professores tentam colocar Ordem, e são acusados de abuso. Esses professores, e outros profissionais, felizmente, têm Uma rede de apoio de saúde ocupacional muito desenvolvida (já se vê porquê)..

      • Então, lá pelas bandas da beefolandia, também houve um ” 25 milagroso” que destruiu ” tudo o que é valor”? Comunismo e socialismo nas barbas de sua Majestade? Isso é que era!!!

      • Pois é oh otário; ninguém avisou os britânicos dos perigos do pós 25, nem do consumismo/socialismo e agora é o que se vê: Brexit e já nem sabem ver as horas em relógios analógicos…
        Já tu, coitado, nem uma notícia/comentário sabes ler e, nem sequer percebeste que se fala do Reino Unido!…
        Bonita figura…

      • Meu Caro Otário. Qual o contexto da sua palavra “palerma”? Não Entendo a sua “resposta”.

        Cumprimentos,
        Zé Ilhéu

  3. Portugal, país virado para o troglodismo….. E para entrar na universidade, será preciso conseguirem escrever o nome próprio sem erros?!!!!!!!!! Gerações se zumbies!!!!!!

  4. A notícia refere-se a Inglaterra, não a Portugal! Muitas escolas em Portugal já nem relógios têm na parede, mas é porque estão velhos e não há dinheiro para os substituir! Não é nada por causa de greves ou de os professores alegadamente não saberem ensinar ou ver as horas. Mas com artigos sensacionalistas como estes e lendo só os títulos é ser-se tão estúpido como não saber ver as horas!

    • Nas salas de aula é obrigatório o relógio na parede da sala, até porque para as provas de aferição e exames nacionais é obrigatório o relógio estar na sala e visível para todos os examinandos.
      Não digam mal dos britânicos porque os alunos portugueses não são melhores.

  5. Mas as escolas servem para ensinar ou para os professores irem passar o tempo e receberem o salário ao fim do mês? Isto não é apenas lá que a situação vai de mal a pior, as crianças hoje têm facilidade de serem mais evoluídas do que antigamente devido à própria evolução da humanidade mas o desleixo e o comodismo está-se a apoderar da sociedade e assim vão criando gerações de gente rasca e desmotivada, os governos por seu lado vão indo na onda em vez de exigirem mais e melhor.

  6. Um coisa que sei DE FACTO é que o meu filho nunca estudou numa sala onde houvesse um relógio que funcionasse (sempre com falta de pilhas!!). Tão poupados!!!!!!!!!!!!!!!!! Eu culpo as escolas.

  7. Na escola nunca me ensinaram a ler as horas nos rlogios de ponteiros. E a vaca da professora de ingles metia sempre uns relogios desses no testes para dizermos as horas. Muito injusto!

Crianças e adolescentes são quem mais consome açúcar em Portugal

Um estudo do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), que teve por base o Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física, concluiu que as crianças e os adolescentes são quem mais consome …

A Rússia já sabe como apareceu a fissura na nave Soyuz (mas não revela)

A Corporação Espacial Estatal da Rússia, Roscosmos, já sabe qual é a origem da fissura encontrada há um ano na nave Soyuz MS-09, acoplada à Estação Espacial internacional. Mas não revelará mais informações. "O buraco foi …

SIVRAC, a bicicleta elétrica que se dobra em apenas um segundo

Com um quadro em forma de "X" e dobrável num estalar de dedos, a nova SIVRAC promete ser uma solução prática para quem viaja, por exemplo, de bicicleta para o trabalho. A bicicleta é um …

Porto 2-1 Young Boys | Dragão de duas faces com estreia feliz

O FC Porto entrou na Liga Europa com o pé direito, ao vencer o Young Boys por 2-1, no Estádio do Dragão. Uma primeira parte de enorme qualidade, na qual os suíços só por uma …

Dois turistas foram apanhados a nadar nus em Veneza. Vão pagar 3 mil euros cada um

Os homens checos estavam em Itália para apoiar a sua equipa de futebol - o Slavia de Praga que jogou contra o Inter em Milão -. Os dois visitantes, em Veneza, decidiram dar um mergulho. Um …

Voar sobre as águas do Sena. Paris testa "bolha do mar", um barco-táxi amigo do ambiente

Paris está a testar um novo meio de transporte mais amigo do ambiente: um barco-táxi ecológico que desliza nas águas do rio Sena. Esta semana, o sea bubble (bolha do mar) está em testes no rio …

Há uma "Matilde" na Bélgica que também precisa do medicamento mais caro do mundo

Mais de 950 mil belgas responderam ao apelo de um casal, que precisava de reunir 1,9 milhões de euros para comprar o medicamento mais caro do mundo para a filha. Pia, de nove meses, sofre de …

System of a Down confirmados no festival VOA, no Estádio Nacional

Os System of a Down são a primeira grande confirmação do VOA - Heavy Rock Festival, que em 2020 se realiza a 2 e 3 de julho no Estádio Nacional. De acordo com a Blitz, este …

PSV 3-2 Sporting | “Leão” vendeu cara uma derrota injusta

O Sporting iniciou a sua participação na fase de grupos da Liga Europa com uma derrota amarga na Holanda, na visita ao PSV, por 3-2. Seis minutos fatais na primeira parte deixaram os “leões” em desvantagem …

Políticos da Coreia do Sul estão a rapar o cabelo (e já se sabe porquê)

Políticos da oposição na Coreia do Sul estão a rapar o cabelo em protesto contra a nomeação de um ministro da Justiça cuja família está a ser investigada por suspeita de irregularidade. O vice-presidente do parlamento, …