Escola de Berlim rejeita filho de político de direita

Uma escola de Berlim foi esta semana alvo de críticas, depois de ter rejeitado a inscrição de uma criança porque o pai é membro do partido populista de direita Alternativa para a Alemanha, AfD.

A escola em causa, que faz parte das escolas Waldorf, terá tido longas reuniões com o político e a esposa, juntamente com cerca de 20 professores, até decidir rejeitar a inscrição da, que já frequentava o jardim de infância da instituição. Nas reuniões, os pais teriam sido questionados sobre as suas opiniões políticas.

A escola particular, que incentiva a participação dos pais nas decisões da instituição, concluiu que havia muito potencial para conflitos constantes, caso a inscrição da criança fosse aceite, informou o director administrativo da associação responsável pelas escolas Waldorf.

“Procurou-se uma solução consensual para o conflito, que não se conseguiu alcançar”, disse o responsável. “Perante este conflito, a escola não vê possibilidade de aceitar a criança com a necessária abertura e imparcialidade, que são pré-requisitos básicos para promover adequadamente o desenvolvimento da criança.”

O partido populista de direita criticou repetidamente os professores por passarem aos alunos doutrinas contrárias a opiniões xenófobas e nacionalistas, tendo inclusivamente criado uma plataforma online anónima para os alunos denunciarem os professores que se posicionam contra eles.

A decisão de rejeitar o filho do político foi condenada pela secretária de Educação de Berlim, Sandra Scheeres, do SPD. De acordo com o jornal local Berliner Zeitung, a social-democrata adiantou que a administração da escola foi chamada para esclarecer o assunto.

Detlef Hardorp, porta-voz da política de educação das escolas Waldorf na área de Berlin-Brandemburgo, também foi citado pelo Berliner Zeitung como crítico da decisão. “As pessoas de todas as convicções políticas devem poder matricular os seus filhos para as escolas Waldorf”, disse. No entanto, realçou que a escola tinha apenas 140 inscrições para apenas 30 vagas e que foi obrigada a recusar a maioria delas.

O político da AfD cujo filho foi rejeitado lamentou a decisão ao diário Berliner Kurier. “Nós gostamos muito desta escola. Como podemos agora explicar ao nosso filho que os amigos dele poderão ir para a Waldorf no próximo ano, mas que nós não somos bem-vindos lá?”.

Mantido em anonimato por razões de privacidade, o político acrescentou que quer manter a sua vida política separada de sua vida privada.

Na Alemanha, as escolas particulares são regidas pelos mesmos regulamentos das escolas públicas, mas têm o direito de seleccionar os alunos, desde que não violem a legislação anti-discriminação em vigor.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Assim se constata, pela enésima vez, a hipocrisia da tão aclamada “tolerância” da esquerda. Se alguém discordar com a ideologia progressista, a intolerância e descriminação passam a ser aceitáveis e justificadas. O que, para os mais atentos, não é de estranhar. Por algum motivo insistem que só a raça branca pode ser racista, que só os homens podem ser sexistas e que só os heterossexuais podem discriminar as restantes orientações sexuais. Não existe justiça alguma na luta pela “justiça social”. Tudo não passa de um jogo de poder e o homem branco heterossexual é o alvo a abater.
    Mas o mais preocupante disto tudo é constatar que as escolas são, cada vez mais, instituições de doutrinação política, onde os próprios encarregados de educação têm de passar pelo escrutínio ideológico. Tenham muito cuidado com a educação dos vossos filhos. Não se distraiam porque Portugal não está imune a estes avanços prasíticos.

RESPONDER

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …

Entre os boletins de voto dos emigrantes, também há cheques e contas da luz

Para exercer o seu direito de voto, os eleitores portugueses residentes no estrangeiro deveriam enviar de volta para Portugal a documentação que receberam em casa – um envelope verde com o boletim de voto, dentro …

Ryanair despede 432 trabalhadores em Espanha

A companhia aérea irlandesa Ryanair confirmou esta quarta-feira a sua intenção de despedir em Espanha 432 trabalhadores das suas bases de Girona e Canárias, 327 tripulantes de cabine e 105 pilotos, informou o sindicato USO. Num …

Eleições em Moçambique. Dados preliminares dão vitória a Nyusi

Segundo as projeções de resultados da Sala da Paz, de acordo com valores “preliminares” baseados na leitura dos editais pelos seus observadores, o atual Presidente moçambicano e candidato da Frelimo, Filipe Nyusi, terá sido reeleito …

"Quem acusou Sócrates tem de provar. Se não provar tem de ser punido"

O ex-Presidente brasileiro, Lula da Silva, defende punição de procuradores da Operação Marquês, caso a acusação contra José Sócrates seja arquivada. Esta terça-feira, em entrevista à RTP, Lula da Silva defendeu a punição dos procuradores que …

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …