Escócia ameaça com independência do Reino Unido se o Brexit avançar

Scottish Government / Flickr

Nicola Sturgeon, primeira-ministra da Escócia

A independência da Escócia do Reino Unido está “claramente à vista”, alerta a primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, realçando que o ‘Brexit’ e a “incompetência” do governo britânico reforçaram esse desejo de construir um país independente.

Durante o seu discurso de encerramento do congresso anual do Partido Nacionalista Escocês (SNP), realizado em Glasgow, Nicola Sturgeon realçou que está “mais confiante do que nunca de que a Escócia será independente“.

A primeira-ministra referiu que a vitória do ‘Brexit’ no referendo de 2016 e a gestão das negociações para a saída da União Europeia do executivo conservador de Theresa May, “mostraram os motivos pelos quais a Escócia precisa ser independente”.

“Penso no quanto poderíamos fazer mais, livres do caos e da incompetência de Westminster”, salientou Nicola Sturgeon, acrescentando que a esperança será maior quando a Escócia “tiver o seu futuro nas mãos e se torne num país independente”.

“Temos de mostrar às pessoas que com os poderes da independência, podemos concretizar plenamente o vasto potencial do nosso país”, acrescentou.

Colocando a independência como “o oposto do Brexit”, a primeira-ministra escocesa notou que a saída da União Europeia representa “o virar para dentro, levantando a ponte levadiça, recuando do mundo”. “A independência é sobre ser aberto, sobre olhar para fora, aspirando por desempenhar o nosso papel integral no mundo em redor “, referiu Nicola Sturgeon.

Em 2014, 55% dos escoceses escolheram permanecer no Reino Unido num referendo, mas admite-se a possibilidade de realizar uma segunda consulta pública.

A líder escocesa sublinhou que os 35 membros do seu partido no Parlamento britânico, em Westminster, vão apoiar a realização de um novo referendo sobre o ‘Brexit” se esta hipótese surgir, mas disse que não há “garantias” de que uma outra votação possa levar a um resultado diferente do de 2016.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Outra vez, Escócia?… Já pareces Pedro e os Lobos. Já quando foi a votação disseram isso e não vi nada.
    Não há meio de acabarem com esta pantominice do Brexit. A May não faz novo referendo porque tem medo de que isso rebente com o partido conservador de vez e crie tumultos sociais entre os brexiteers ressabiados. A Sturgeon ameaça, ameaça… Mas o referendo de independência da Escócia também ficou prás calendas Gregas.

    Epá… Digam mas é de uma vez que isto Brexit era para os apanhados, que é a melhor maneira de descalçar a bota.

    • A Escócia esteve muito perto da independência, só não obtiveram por a GB ofereceu mais direitos e porque a união Europeia lhes proibiu o acesso directo por culpa da pressão inglesa.
      Basicamente se obtivessem independência estariam automaticamente fora da Europa e teriam de iniciar o processo todo outra vez, assim que votaram não para ficar na Europa e agora …

      • Isso!!
        A Escócia só não saiu do Reino (des)Unido porque, no referendo, foram “condicionados” a votar no “remain” (porque, se saíssem, ficariam fora da UE) – agora o RU sai da EU e (claro que) volta tudo à “estaca zero”!…
        Portanto, isto é completamente natural, lógico e previsível!!

  2. Não sei como pode a Srª. Sturgeon avançar para um novo referendo sobre a independência, se para tal necessita do aval de Westminster. Ora Westminster já disse que não aprovaria legislação que permitisse a Escócia avançar para um novo referendo.
    O Reino Unido vai deixar a UE e a Escócia deixará a UE com ele quer queira ou não porque o seu povo desperdiçou a oportunidade que teve de falar pela sua voz.

    • Pois mas quando falaram as variáveis eram outras. O amigo parece esquecer-se que muitos terão votado a favor da permanência no Reino Unido precisamente porque se saíssem do Reino Unido teriam de sair também da União Europeia!!! A maioria, ainda que por poucos votos, quis permanecer na União Europeia e no Reino Unido. Mas agora o Reino Unido vai sair da União Europeia. Logo um novo referendo é totalmente legítimo e está totalmente justificado.
      Anda distraído o amigo!

    • Errado!!
      Não necessitam de “aval” nenhum; antes pelo contrário!!
      Porque, como é sabido, os escoceses SÓ votaram na “permanência” para ficarem na UE; se agora o Reino (des)Unido vai sair da UE, é fácil concluir que eles tem toda a legitimidade para mandar o RU ir dar uma volta!…

  3. Fernando Pessoa
    Primeiro: O DOS CASTELOS
    Primeiro

    O DOS CASTELOS

    A Europa jaz, posta nos cotovelos:

    De Oriente a Ocidente jaz, fitando,

    E toldam-lhe românticos cabelos

    Olhos gregos, lembrando.

    O cotovelo esquerdo é recuado;

    O direito é em ângulo disposto.

    Aquele diz Itália onde é pousado;

    Este diz Inglaterra onde, afastado,

    A mão sustenta, em que se apoia o rosto.

    Fita, com olhar esfíngico e fatal,

    O Ocidente, futuro do passado.

    O rosto com que fita é Portugal.

RESPONDER

Cientistas criam massa que muda de formato assim que entra em contacto com a água

Da penne à fusilli: as pessoas adoram massas pelos seus formatos. Agora, uma equipa de cientistas liderada pelo Morphing Matter Lab da Carnegie Mellon University está a desenvolver massas planas que se transformam em formas …

Australiana fez uma cirurgia para remover as amígdalas (e acordou com um sotaque irlandês)

No dia 19 de abril, Angie Mcyen foi submetida a uma cirurgia para remover as amígdalas, um procedimento bastante simples que demorou apenas meia hora. Uns dias depois, acordou e apercebeu-se de que tinha um …

“Foi o crime do século“. Museu Britânico mostra o impacto do assassinato de Thomas Becket na Europa

Thomas Becket foi abatido dentro da Catedral de Cantuária por cavaleiros da comitiva do rei Henrique II. O assassinato, em 1170, causou ondas de choque em toda a Inglaterra. Agora, o religioso será recordado através …

Na Índia, ser-se rico ou pobre pode fazer a diferença no acesso à vacina

A Índia enfrenta uma grave escassez de vacinas contra a covid-19. Até ao momento, só 2,5% da população recebeu ambas as doses, enquanto 10% recebeu uma. Na Índia, as pessoas que vivem em cidades com fácil …

Ilha italiana torna-se "covid-free" e mostra-se pronta para receber turistas de todo o mundo

Numa altura em que vários países da Europa já começam a planear a abertura ao turismo de forma intensiva, há regiões que mostram já estar um passo à frente. É o caso da ilha de …

Política chinesa torna uigures reféns nas suas próprias casas

A China introduziu, em 2016, uma política de parentesco para promover a harmonia nacional e a unidade étnica, levando a que desde então mais de 1,1 milhões de funcionários do Estado ocupassem periodicamente as casas …

O palco de um dos maiores contos britânicos de sempre vai transformar-se num hostel

A Irlanda aprovou uma proposta para converter num hostel um dos pontos de referência de James Joyce mais icónicos de Dublin. O irlandês James Joyce é um dos maiores escritores da literatura britânica, sendo autor de …

Liz Cheney é a cara da oposição ao "trumpismo" no Partido Republicano

Esta quarta-feira, e depois de ter criticado o antigo Presidente dos Estados Unidos, a congressista Liz Cheney foi afastada de um cargo de liderança no Partido Republicano. Na noite desta terça-feira, e pouco antes de …

SC Braga punido com dois jogos à porta fechada por falta de habilitações de Custódio

O Sporting de Braga foi punido com dois jogos de interdição do seu estádio, após queixa da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), devido à falta de habilitações de Custódio, anunciou o Conselho de …

Marinha dos EUA faz apreensão de armas ilícitas no Mar da Arábia

A Marinha dos Estados Unidos apreendeu um carregamento ilícito de armas no Mar da Arábia, anunciou a Quinta Frota da Marinha americana. A apreensão do arsenal foi feita pelo navio USS Monterey na passada quinta-feira, dia …