Escócia ameaça com independência do Reino Unido se o Brexit avançar

Scottish Government / Flickr

Nicola Sturgeon, primeira-ministra da Escócia

A independência da Escócia do Reino Unido está “claramente à vista”, alerta a primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, realçando que o ‘Brexit’ e a “incompetência” do governo britânico reforçaram esse desejo de construir um país independente.

Durante o seu discurso de encerramento do congresso anual do Partido Nacionalista Escocês (SNP), realizado em Glasgow, Nicola Sturgeon realçou que está “mais confiante do que nunca de que a Escócia será independente“.

A primeira-ministra referiu que a vitória do ‘Brexit’ no referendo de 2016 e a gestão das negociações para a saída da União Europeia do executivo conservador de Theresa May, “mostraram os motivos pelos quais a Escócia precisa ser independente”.

“Penso no quanto poderíamos fazer mais, livres do caos e da incompetência de Westminster”, salientou Nicola Sturgeon, acrescentando que a esperança será maior quando a Escócia “tiver o seu futuro nas mãos e se torne num país independente”.

“Temos de mostrar às pessoas que com os poderes da independência, podemos concretizar plenamente o vasto potencial do nosso país”, acrescentou.

Colocando a independência como “o oposto do Brexit”, a primeira-ministra escocesa notou que a saída da União Europeia representa “o virar para dentro, levantando a ponte levadiça, recuando do mundo”. “A independência é sobre ser aberto, sobre olhar para fora, aspirando por desempenhar o nosso papel integral no mundo em redor “, referiu Nicola Sturgeon.

Em 2014, 55% dos escoceses escolheram permanecer no Reino Unido num referendo, mas admite-se a possibilidade de realizar uma segunda consulta pública.

A líder escocesa sublinhou que os 35 membros do seu partido no Parlamento britânico, em Westminster, vão apoiar a realização de um novo referendo sobre o ‘Brexit” se esta hipótese surgir, mas disse que não há “garantias” de que uma outra votação possa levar a um resultado diferente do de 2016.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Outra vez, Escócia?… Já pareces Pedro e os Lobos. Já quando foi a votação disseram isso e não vi nada.
    Não há meio de acabarem com esta pantominice do Brexit. A May não faz novo referendo porque tem medo de que isso rebente com o partido conservador de vez e crie tumultos sociais entre os brexiteers ressabiados. A Sturgeon ameaça, ameaça… Mas o referendo de independência da Escócia também ficou prás calendas Gregas.

    Epá… Digam mas é de uma vez que isto Brexit era para os apanhados, que é a melhor maneira de descalçar a bota.

    • A Escócia esteve muito perto da independência, só não obtiveram por a GB ofereceu mais direitos e porque a união Europeia lhes proibiu o acesso directo por culpa da pressão inglesa.
      Basicamente se obtivessem independência estariam automaticamente fora da Europa e teriam de iniciar o processo todo outra vez, assim que votaram não para ficar na Europa e agora …

      • Isso!!
        A Escócia só não saiu do Reino (des)Unido porque, no referendo, foram “condicionados” a votar no “remain” (porque, se saíssem, ficariam fora da UE) – agora o RU sai da EU e (claro que) volta tudo à “estaca zero”!…
        Portanto, isto é completamente natural, lógico e previsível!!

  2. Não sei como pode a Srª. Sturgeon avançar para um novo referendo sobre a independência, se para tal necessita do aval de Westminster. Ora Westminster já disse que não aprovaria legislação que permitisse a Escócia avançar para um novo referendo.
    O Reino Unido vai deixar a UE e a Escócia deixará a UE com ele quer queira ou não porque o seu povo desperdiçou a oportunidade que teve de falar pela sua voz.

    • Pois mas quando falaram as variáveis eram outras. O amigo parece esquecer-se que muitos terão votado a favor da permanência no Reino Unido precisamente porque se saíssem do Reino Unido teriam de sair também da União Europeia!!! A maioria, ainda que por poucos votos, quis permanecer na União Europeia e no Reino Unido. Mas agora o Reino Unido vai sair da União Europeia. Logo um novo referendo é totalmente legítimo e está totalmente justificado.
      Anda distraído o amigo!

    • Errado!!
      Não necessitam de “aval” nenhum; antes pelo contrário!!
      Porque, como é sabido, os escoceses SÓ votaram na “permanência” para ficarem na UE; se agora o Reino (des)Unido vai sair da UE, é fácil concluir que eles tem toda a legitimidade para mandar o RU ir dar uma volta!…

  3. Fernando Pessoa
    Primeiro: O DOS CASTELOS
    Primeiro

    O DOS CASTELOS

    A Europa jaz, posta nos cotovelos:

    De Oriente a Ocidente jaz, fitando,

    E toldam-lhe românticos cabelos

    Olhos gregos, lembrando.

    O cotovelo esquerdo é recuado;

    O direito é em ângulo disposto.

    Aquele diz Itália onde é pousado;

    Este diz Inglaterra onde, afastado,

    A mão sustenta, em que se apoia o rosto.

    Fita, com olhar esfíngico e fatal,

    O Ocidente, futuro do passado.

    O rosto com que fita é Portugal.

RESPONDER

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …

China anuncia fim de novas centrais a carvão no estrangeiro

Segundo os especialistas, o impacto da medida deverá depender da forma como será implementada, podendo ter um grande impacto na luta contra as alterações climáticas. Num anúncio bem recebido por ativistas e organizações ambientes, a China …

Roménia vai distribuir €200 mil a quem tiver vacinação completa contra a covid-19

A Roménia anunciou uma "lotaria de vacinação" que distribuirá prémios de até 200.000 euros entre aqueles que tiverem a vacinação completa, na tentativa de elevar a taxa de imunização, a segunda mais baixa da União …

Antes da invasão ao Capitólio, Bannon ajudou a planear estratégia para "matar a presidência de Biden no berço"

O estrategista-chefe da campanha de Donald Trump, Steve Bannon, revelou que falou com o ex-Presidente antes da invasão ao Capitólio, a 06 de janeiro, discutindo as condições para "matar a presidência de [Joe] Biden no …

Costa prepara novo alívio de restrições para vigorar a partir de 1 de outubro

António Costa prepara-se para anunciar, na quinta-feira, o levantamento de um conjunto de restrições que vigoraram por causa da covid-19. O primeiro-ministro, António Costa, prepara-se para anunciar na quinta-feira o levantamento de um conjunto de restrições …

IPO Porto. Cirurgias fora do horário suspensas desde julho

As intervenções cirúrgicas feitas fora do horário normal estão suspensas no bloco central do IPO do Porto desde o dia 1 de julho. Os profissionais de saúde do IPO do Porto estão indisponíveis para realizar intervenções …

Rio critica "vigarice" das sondagens. Líder do PSD acredita na vitória de Moedas

Esta tarde, ao lado de Francisco Rodrigues dos Santos e de Carlos Moedas, Rui Rio apelou a que não se acredite nas sondagens que, "ou são mal feitas, ou são encomendadas: uma vigarice". O presidente do …