A Escócia está prestes a eliminar a covid-19 (mas a vizinha Inglaterra pode arruinar-lhe os planos)

A Escócia está a apenas algumas semanas de eliminar completamente o novo coronavírus, que causa a doença covid-19, situação que destaca as diferentes abordagens adotadas pelo país e pela vizinha Inglaterra nos últimos meses.

Embora a Escócia tenha cometido muitos dos mesmos erros do que Inglaterra, desde o final de março, o Governo escocês agiu com base nos seus próprios pareceres científicos.

De acordo com o NewScientist, que cita Devi Sridhar, da Universidade de Edimburgo, as duas nações responderam ao coronavírus da mesma forma de janeiro e até março. “Há algumas coisas em que a Escócia fez um pouco mais cedo, mas não radicalmente”, disse.

Um sucesso escocês ocorreu em testes comunitários para a doença. Quando Kate Mark, do Serviço Nacional de Saúde Lothian, em Edimburgo, percebeu que os casos suspeitos estavam a aumentar, a sua equipa começou a testar pessoas nas suas casas e montou um dos primeiros centros de testes drive-through do mundo.

Em 12 de março, o governo do Reino Unido abandonou todos os esforços de testes da comunidade para se concentrar em testes em hospitais e outros estabelecimentos de saúde, devido à falta de recursos. A partir daí, a doença espalhou-se rapidamente até que, em 23 de março, o primeiro-ministro Boris Johnson anunciou quarentena obrigatória em todo o Reino Unido.

A medida não foi suficiente para evitar ondas de mortes em casas de repouso na Escócia e Inglaterra. Quando a Escócia começou a colher dados sobre a covid-19 em casas de repouso em 11 de abril, 37% das casas já estavam infetadas, de acordo com um relatório em co-autoria de David Henderson na Edinburgh Napier University. “Em algumas semanas, houve um aumento de 300% nas mortes em residências na Inglaterra e 200% na Escócia”.

Foi nessa altura que os caminhos da Escócia e da Inglaterra começaram a divergir. Dois dias após o início da quarentena nacional, a primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, criou um grupo de aconselhamento científico para a Escócia para complementar o conselho do Grupo Consultivo Científico para Emergências do Reino Unido.

A Escócia tem sido mais lenta ao relaxar o bloqueio do que a Inglaterra e fê-lo passo a passo, para que os efeitos de cada mudança possam ser medidos, o que difere do rápido relaxamento da Inglaterra.

A Escócia também teve mais sucesso na criação de testes e rastreamento de contactos. “Mantivemos os nossos princípios de rastreamento de contatos antiquado, tradicional e baseado em evidências”, disse Mark.

Dois outros fatores contribuíram para o relativo sucesso da Escócia. O primeiro foi uma mensagem clara. Em 10 de maio, o governo do Reino Unido mudou o seu slogan “fique em casa” para “fique alerta”, mas a Escócia manteve a linha original. Desde então, mudou para “fique seguro”.

Além disso, “existe um nível muito alto de confiança no Governo escocês e na liderança de Nicola Sturgeon”. De acordo com o YouGov, em 1 de maio, 74% dos escoceses aprovaram a resposta escocesa à pandemia e 71% estavam confiantes nas decisões de Nicola Sturgeon. Por outro lado, uma pesquisa de junho descobriu que 50% dos britânicos desaprovavam Johnson e apenas 43% o aprovavam.

Em 29 de junho, a Escócia registou cinco novos casos num total de 815 novos casos no Reino Unido e não anunciou nenhuma nova morte relacionada com a covid-19 pelo quarto dia consecutivo. A nação poderá, em breve, ter dias sem novos casos confirmados. “A Escócia está a semanas disso. A Inglaterra está a meses”, disse Sridhar.

Porém, é improvável que a Escócia alcance a eliminação total num futuro próximo, uma vez que possui uma fronteira de 154 quilómetros com a Inglaterra. “Muitas pessoas atravessam essa fronteira todos os dias”, explicou Sridhar. “Acho que provavelmente nunca chegaremos, sem a cooperação da Inglaterra, à eliminação total”.

Sturgeon disse que “não há planos” para colocar em quarentena as pessoas que entram na Escócia de outras partes do Reino Unido, mas que o país precisa de “poder considerar todas as opções” para impedir que o vírus volte se as taxas de infecção forem diferentes noutras partes do país.

No entanto, deve ser possível para a Escócia manter o número de novos casos baixo e, talvez, incentivar a Inglaterra a seguir o seu exemplo.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Em Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, no comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. A notícia …