Atualização dos escalões de IRS vai penalizar quem tiver aumentos salariais

7

António Pedro Santos / Lusa

O ministro das Finanças, Fernando Medina.

As alterações nos escalões do IRS previstas para 2023 vão penalizar os contribuintes que tiverem aumentos salariais, que vão perder poder de compra, tendo em conta a taxa de inflação.

No próximo ano, quem tiver aumentos salariais semelhantes à taxa de inflação registada em 2022 vai perder poder de compra. Isto porque esse aumento será penalizado pela actualização dos escalões do IRS em 5,1% no próximo ano.

A actualização é inferior à taxa de inflação, não apenas à deste ano (7,2%), mas também à que o Governo prevê para o próximo ano (7,4%).

Assim, tendo em conta os valores actuais e os previstos pelo Governo, os aumentos salariais iguais à taxa de inflacção acabarão por ser penalizados no IRS em 2023.

Já os salários até 1000 euros vão ter um alívio fiscal no próximo ano.

Actualização tinha de ser de 18%

Simulações da Deloitte mostram que, mantendo a ideia do aumento das remunerações em 5,1%, em linha com as mexidas no IRS, o Governo teria de actualizar os escalões “na vizinhança de 18%” para haver “um aumento da remuneração líquida aproximado ao aumento dos preços”, como cita o Jornal de Negócios.

A consultora teve em conta os valores avançados pelo Governo, no âmbito da discussão da proposta de Orçamento de Estado para 2023( OE2023).

“Se aumentarmos os salários em 5,1% e os escalões em igual percentagem, temos um aumento do rendimento líquido em 5,1%, mas isso só acontece assim porque assumimos que as deduções também aumentam 5,1%“, aponta ao Negócios o especialista da Deloitte Ricardo Reis. Se isso não acontecer, o aumento líquido não será de 5,1%, constata.

O Governo ainda não indicou se haverá, ou não alterações nas deduções em sede de IRS. Será preciso esperar pela entrega da proposta final de OE2023, na próxima segunda-feira, para saber.

  ZAP //

7 Comments

  1. O ilusionismo continua !!!! relativamente aos nossos políticos e seus acólitos o ilusionismo é outro, fazem-se de pobres desgraçados que só perdem por ir para política mas na realidade a verdade é outra.

  2. Nunca mais votarei no PSD,faz muita falta na oposição, onde parece mais vocacionado, e onde dá tudo, e baixa em todos os impostos, já que é Governo, rouba em tudo o aumenta em todos os impostos.

    • calado é um poeta…assim só demonstra a sua ignorância. Está a falar da Troika? das medidas impostas pela troika após o país estar falido as maos do PS? esse mesmo PS que depois assinou e aceitou as medidas impostas e que o PSD teve que implementar? De facto a iliteracia financeira e geral em portugal é um problema, sobretudo porque votam sem saber o que estão a escolher e votar ou vão atrás da demagogia da esquerda (que são os gajos que mais impostos criam e nos fazem perder mais poder de compra).

    • Olhe que da última vez quem roubou foram os seus comparsas. Um até está preso. E o outro para lá caminha. Mas aparentemente muitos conseguiram safar-se.
      E quando o PSD foi para lá, foi para tentar arranjar uma forma de o país ter dinheiro. Porque os seus, levaram-no todo. Eu não sou do PSD mas também não sou parvo.

  3. No PSD Nunca mais votarei, faz muita falta na oposição, onde parece mais vocacionado, e onde dá tudo, e baixa em todos os impostos, já que é Governo, rouba em tudo o aumenta em todos os impostos.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.