Encontrado o local de descanso final do lendário Grande Exército Viking

(dr) Martin Biddle

Uma foto tirada em 1982 no local de escavações mostra o que podem ser vestígios do Grande Exército Viking

Uma vala comum gigante descoberta no norte da Inglaterra há quarenta anos é o lugar de descanso final do lendário Grande Exército Pagão que saqueou os reinos celtas da Grã-Bretanha durante a Idade Média.

Segundo um artigo publicado esta sexta-feira na revista Antiquity, a enorme vala comum descoberta no norte da Inglaterra há quarenta anos é o lugar de descanso final do Grande Exército Pagão, o lendário exército nórdico que invadiu e saqueou a Grã-Bretanha.

A datação correcta dos restos mortais desta vala é muito importante para nós. Não sabemos praticamente nada sobre as primeiras invasões dos vikings em Inglaterra, que foram a base para a criação das primeiras povoações escandinavas na ilha”, explica a arqueóloga Cat Jarman, investigadora da Universidade de Bristol, no Reino Unido.

Segundo a lenda Anglo-Saxónica, pequenos grupos de vikings começaram por invadir a costa oriental da Inglaterra no século VIII. Os escandinavos entenderam rapidamente que os mosteiros e igrejas britânicas eram presas fáceis cheias de riqueza, e o número de invasões aumentou significativamente nas décadas seguintes.

Quando os reis e senhores feudais anglo-saxónicos começaram a lutar contra os invasores, os vikings mudaram de táctica e enviaram para a Inglaterra um exército enorme, constituído por milhares de guerreiros originários da Dinamarca e da Noruega.

Atingindo a costa da ilha em 865, os vikings destruíram as forças da Nortúmbria e outros reinos anglo-saxões na costa leste, rumaram ao interior do país e conseguiram conquistar Mercia, um dos dois reinos mais fortes dos anglo-saxónicos. Após a vitória, os guerreiros decidiram passar o inverno na cidade de Repton, no actual condado de Derbyshire.

No final dos anos 70, os arqueólogos descobriram um grande sepulcro perto de uma igreja de Repton, no qual estavam sepultadas mais de 200 pessoas. Tendo em consideração a forma de enterro, os cientistas concluíram que essa vala comum era um vestígio do mítico Grande Exército Viking.

(dr) Martin Biddle

Escavações posteriores, como esta de 1986, revelaram que cerca de 300 pessoas estavam seputadas no local

No entanto, essas esperanças foram destruídas depois da abertura da vala. Segundo a análise por radiocarbono dos restos mortais, datavam do século VII ou VIII, tendo-se acumulado no local durante muitas décadas, e não do século IX.

Mas ao mesmo tempo, os fragmentos dos artefactos e armas tinham a idade ‘correcta’ que correspondia às datas da invasão do Grande Exército – o que causou uma grande polémica na comunidade científica.

Jarman e os colegas realizaram mais uma análise dos restos mortais, levando em conta um detalhe que os seus antecessores não sabiam: a ligação entre a dieta e a composição isotópica dos ossos e outros tecidos orgânicos.

“Se comemos apenas peixe ou outros mariscos, entra no nosso organismo uma grande quantidade de carbono cuja idade é ‘maior’ que a do carbono que entra pela comida terrestre. Isso influencia os resultados da análise”, explicou Jarman.

Levando em conta esse dado, os cientistas calcularam que todas as pessoas da vala tinham sido enterradas, quase simultaneamente, em 872-885 a.C., o que corresponde às datas em que os guerreiros do Grande Exército decidiram passar o inverno em Repton.

“Este foi o mais bem documentado erro de datação por carbono da história da ciência”, diz ao Sience Nordic o arqueólogo Søren Sindbæk, da Universidade de Aarhus. “Temos agora a oportunidade de corrigir esse erro. E apesar de não podermos concluir ainda com 100% de certeza de que este era o Grande Exército, parece agora muito mais provável”, conclui.

No futuro próximo, Jarman e os colegas planeiam verificar novamente a idade das outras valas comuns da alta Idade Média encontradas no leste da Inglaterra – para eventualmente descobrir novos vestígios do Grande Exército.

PARTILHAR

RESPONDER

Negacionistas ponderam vir a usar máscara (para se protegerem dos vacinados)

Uma nova teoria da conspiração argumenta que os vacinados vão "verter" certas proteínas prejudiciais para os não vacinados. A solução passa por usarem máscara e cumprirem o distanciamento social. Embora o uso de equipamento de proteção …

Falcon 10 X: o jato executivo com a maior cabine do mundo

Na semana passada, a Dassault Aviation anunciou mais um elemento da família Falcon, que tem a ambiciosa meta de ser a nova referência no mercado de aviação executiva. O Falcon 10X está agora entre os jatos …

Pandemia "roubou" habitantes a Nova Iorque, mas a cidade está a renascer novamente

A pandemia de covid-19 "esvaziou" cidades norte-americanas, que mostram agora possíveis sinais de renascimento, de acordo com uma análise que sugere que os deslocamentos do ano passado terão sido temporários. Os dados da Unacast, uma empresa …

"100% confirmado". Naufrágio perto de Malta é do submarino HMS Urge

Mergulhadores confirmaram a identidade de um submarino britânico que foi afundado por uma mina alemã perto de Malta, em 1942, pondo fim às especulações de que tinha naufragado por culpa de aviões de guerra italianos, …

Confrontos entre polícia e adeptos do Sporting junto ao estádio

Na noite da festa leonina, viveram-se momentos de grande tensão. Polícia e adeptos envolveram-se em confrontos junto ao Estádio de Alvalade, esta terça-feira. Adeptos do Sporting e elementos das forças de segurança entraram em confronto nas …

Tribunal não encontra credores do Banif no estrangeiro

Alguns credores do Banif que estão no estrangeiro ainda não foram notificados, segundo o anúncio de citação de credores residentes no estrangeiro, datado de 06 de maio. Caso não seja possível encontrá-los, em breve todos …

Novas reações nucleares nas ruínas de Chernobyl. São como "brasas numa churrasqueira"

Nas profundezas das ruínas da Central Nuclear de Chernobyl, 35 anos após o pior acidente nuclear da História, as reações de fissão nuclear começaram a surgir novamente. Uma equipa de cientistas do Safety Problems of Nuclear …

A moeda digital da China pode ser o futuro do dinheiro, mas levanta preocupações

A moeda digital da China pode ser o modelo do futuro do dinheiro, mas levante preocupações relativamente à estabilidade da economia mundial. A China está a registar um progresso promissor com os testes do yuan digital. …

O assassinato de Vincent Chin foi uma batalha legal perdida. Mas incentivou a luta pelos direitos dos ásio-americanos

Vincent Chin faleceu aos 27 anos depois de ter sido espancado por dois homens brancos que o culpavam por terem sido despedidos. Nenhum dos assassinos passou um dia na prisão, mas o incidente estimulou o …

Messi e Barcelona tratam da renovação

Saída do argentino pode ser adiada (novamente). Contrato termina no próximo mês mas a ligação entre as duas partes deve ser prolongada. A saída de Lionel Messi do Barcelona parecia certa no verão passado mas o …