ONG defende que empréstimo de FMI a Moçambique devia ser uma doação

(h) IFRC / Denis Onyodi / EPA

A ONG Comité para o Jubileu da Dívida afirmou que o empréstimo do Fundo Monetário Internacional a Moçambique é uma “acusação chocante”.

A organização não-governamental britânica Comité para o Jubileu da Dívida disse este sábado que o empréstimo do Fundo Monetário Internacional (FMI) a Moçambique para responder ao ciclone Idai é uma “acusação chocante” e defendeu que a ajuda devia ser uma doação.

“É uma acusação chocante da comunidade internacional que um país tão empobrecido como Moçambique tenha de ter um empréstimo de instituições internacionais para lidar com a devastação causada pelo ciclone Idai”, disse a diretora do CJD, Sarah-Jayne Clifton, numa nota enviada à Lusa.

“Os empréstimos de emergência deviam estar disponíveis para todos os países empobrecidos em resposta a desastres como o Idai, especialmente aqueles ligados às mudanças climáticas causadas pelas nações mais ricas do Norte”, acrescentou a responsável num comentário ao empréstimos de quase 120 milhões de dólares.

Moçambique “já está a sofrer uma crise da dívida causada por empréstimos secretos providenciados por bancos baseados em Londres, pelo que os estragos causados pelo ciclone Idai são mais uma razão para estes fundos não serem pagos”, defendeu a responsável.

Clifton apontou ainda que “os estragos significam que Moçambique precisa agora também de um perdão sobre outras dívidas, incluindo ao FMI, em vez de ter ainda mais empréstimos”. Para Sarah-Jayne Clifton, “é uma opinião chocante que a devastação do Idai não seja suficiente para garantir que o FMI fornece ou perdão ou alívio da dívida”.

Para além da questão específica do empréstimo do FMI, que tem um período de carência de quatro anos e um pagamento a dez anos, sem juros, o CJD critica também o Fundo por lucrar com estes financiamentos.

“Nos anos recentes o FMI tem estado a ganhar lucros dos empréstimos a países com médio e alto rendimento; no ano financeiro de 2018 teve um lucro operacional de 550 milhões e em 2017 foram 1,3 mil milhões de dólares, que vão para as reservas do FMI, que aumentaram de 17,3 mil milhões em 2010 para 30 mil milhões de dólares em outubro do ano passado”, aponta esta ONG que condena o excessivo endividamentos dos países mais pobres e os mercados que os financiam.

O Idai atingiu a região centro de Moçambique a 14 de março, causando 603 mortos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …

Marcelo promulga uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto da Assembleia da República que determina o uso obrigatório de máscara na rua, por um período de 70 dias, sempre que não seja possível cumprir o …