13% das empresas mundiais são ‘zombies’ (e são um problema também em Portugal)

As empresas “zombies” constituem um problema para a economia e em 2018, representavam 13% do total das empresas mundiais. Um número preocupante, dado que estando em situação financeira frágil, com mais dívidas do que recursos próprios, sugam investimento e emprego que poderiam ser aplicados em companhias rentáveis.

O cenário actual de taxas de juro super-baixas continua a incrementar o aumento das empresas ‘zombies‘. Estão em causa empresas endividadas que não têm capital suficiente sequer para pagar os juros devidos aos Bancos.

Segundo dados do Bank of America Merrill Lynch (BofA na sigla original em Inglês) citados pela CNN, as empresas ‘zombies‘ constituíam 13% do total de empresas mundiais em 2018. Um dado relevante e pelos piores motivos, já que 2018 foi visto como um ano de recuperação económica.

Isto significa que estas empresas em estado de “mortas-vivas” não têm condições para se levantarem da crise em que estão enterradas, não revelando viabilidade económica e existindo completamente dependentes dos créditos bancários.

Como uma bola-de-neve problemática, os Bancos continuam a alimentar linhas de crédito porque não têm interesse em reflectir nas suas contas as perdas com estas empresas.

A política de taxas de juro baixas contribui para este cenário, já que facilita o endividamento das empresas e, por outro lado, os investidores também apostam mais facilmente em sociedades que implicam mais riscos.

“Os bancos centrais pressionaram as taxas de juro para zero” e desta forma, “ninguém pode ir à bancarrota”, constata na CNN o estratega chefe de investimentos do BofA, Michael Hartnett.

Estas empresas conseguem, assim, manter-se “à tona” quando “não deveriam estar no negócio”, já que estão “a usar recursos – como capital ou trabalho – que podiam ser usados de forma mais eficiente noutro lado”, aponta Hartnett. Além disso, afastam o investimento e o emprego de empresas mais produtivas.

Mais de 7500 empresas ‘zombies‘ em Portugal

Em Portugal, as empresas ‘zombies‘ têm um peso relevante na economia nacional. Em 2015, representavam 10% do endividamento e 14,3% do emprego no país, segundo o estudo “Investimento Empresarial e o Crescimento da Economia Portuguesa” lançado pela Fundação Calouste Gulbenkian em Dezembro de 2017.

Esta análise à realidade económica nacional constatou que a incidência de empresas ‘zombies‘ se situava nos 26% em 2015 – em 2012, era de 36% do total. Em termos de sectores, o destaque vai para o alojamento e a restauração, com uma representação de 40%, seguindo-se o comércio (24%) e a indústria transformadora (23%).

Quanto a regiões, a maior percentagem situa-se na Madeira (34,1% do total) e nos Açores (25,4%).

Outro estudo relativo ao ano de 2015, intitulado “Empresas Zombie em Portugal – Os sectores não transaccionáveis da construção e dos serviços” e efectuado pelo Gabinete de Estratégia e Estudos do Ministério da Economia e Inovação, aponta que mais de 10% das empresas portuguesas de construção e serviços não têm viabilidade económica.

Este relatório divulgado pelo Dinheiro Vivo destaca que estas empresas “sobrevivem à custa de crédito”, pagando “salários acima da produtividade” e não conseguindo gerar “receitas suficientes” para a sustentabilidade das operações.

Em termos de números, estas empresas ‘zombies‘ eram mais de 7500, ou seja, 10,65% do total em 2015. Em 2008, tinham-se situado nas 5100 (5,24% do total) e em 2013, eram 9500 (12,48%).

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PJ faz buscas na Madeira e em Lisboa por fraude na obtenção de fundos europeus

Cerca de duas dezenas de buscas foram efetuadas, esta terça-feira, na Madeira e na Grande Lisboa no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público (MP) que investiga crimes de fraude na obtenção de fundos …

França em choque com ação da polícia em acampamento de migrantes

A atuação da polícia durante o desmantelamento de um acampamento improvisado de migrantes no centro de Paris, na noite de segunda-feira, está a gerar críticas e indignação. Na noite desta segunda-feira, a polícia francesa dispersou algumas …

Centro Europeu de Controlo de Doenças alerta: países que retirem medidas para o Natal terão aumento de internamentos

O Centro Europeu de Controlo de Doenças estima que se os países que em outubro e novembro tomaram novas medidas para controlar a pandemia as levantassem a 21 de dezembro, os internamentos hospitalares aumentariam na …

Pensilvânia certifica vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais

As autoridades da Pensilvânia certificaram, esta terça-feira, a vitória do democrata naquele estado nas eleições presidenciais norte-americanas. Na sua conta do Twitter, o governador local, o democrata Tom Wolf, escreveu que o Departamento de Estado da Pensilvânia …

Nos Países Baixos, há drive-ins para as crianças poderem visitar o Pai Natal em tempo de pandemia

Muito se tem falado de como será o Natal neste ano atípico. Contudo, há países que já começam a arranjar alternativas para a época festiva. Nos Países Baixos, os drive-ins estão a ser usados para …

Vereador da Educação de Lisboa ameaça autarca com “um par de murros”

O vereador da Educação da Câmara de Lisboa afirmou, num comentário no Facebook, em resposta a uma publicação de um vogal da Junta de Freguesia do Areeiro, estar disponível para lhe dar "um par de …

Papa Francisco critica negacionistas da covid-19 e fala da morte de George Floyd

O papa Francisco, num livro esta segunda-feira publicado, criticou os opositores ao uso de máscaras ou outras restrições impostas para conter a pandemia de covid-19, sublinhando que nunca se manifestariam contra a morte do afro-americano …

Fenprof reconhece abertura da tutela do Ensino Superior para negociar apesar de divergências

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) reconheceu esta segunda-feira a abertura do Governo para negociar algumas questões do Ensino Superior, depois de uma reunião em que a tutela e a organização sindical nem sempre estiveram …

Bombeiros vão receber verba adicional de três milhões de euros

As associações humanitárias de bombeiros vão receber uma verba adicional de três milhões de euros em 2021 para fazer face aos constrangimentos financeiros devido à pandemia de covid-19, segundo uma proposta do PS hoje aprovado. Este …

Media Capital desafia ERC e elege Mário Ferreira como presidente

Os acionistas da Media Capital elegeram, esta terça-feira, o empresário Mário Ferreira presidente da dona da TVI. A assembleia-geral esteve inicialmente convocada para 28 de outubro, tendo sido suspensa, retomando hoje os trabalhos e com uma …