Apenas 5% das empresas planeiam contratar até junho

António Cotrim / Lusa

Apenas 5% das empresas planeiam contratar entre abril e junho, o valor mais baixo desde que a ManpowerGroup começou a realizar o Employment Outlook Survey, há dois anos, com o setor da restauração e da hotelaria a ser o mais afetado, apesar dos sinais de recuperação.

De acordo com o relatório, citado esta terça-feia pelo Observador, 6% dos empregadores pensam reduzir o número de trabalhadores, colocando a criação líquida de emprego estimada, nos próximos três meses, em -1%. Já 81% preveem manter o nível de emprego e 8% ainda não decidiram.

É “a incerteza do momento” que está a moldar as perspetivas dos empresários, disse ao Observador Rui Teixeira, chefe de operações da ManpowerGroup Portugal, sublinhando  que a aceleração do emprego deverá depender da vacinação, da abertura de fronteiras, da mobilidade e do regresso dos turistas.

Na restauração e a hotelaria, somente 5% dos empregadores preveem contratar até junho e 11% pensa reduzir o número de trabalhadores, com uma criação líquida de emprego de -6%. Apesar de negativo, o número aponta para uma melhoria de 10 pontos percentuais face ao trimestre anterior, mas um declínio de 27 face a período homólogo.

“Este setor junta o pior dos dois mundos” – a impossibilidade de os trabalhadores exercerem o trabalho presencialmente, mas também a inexistência de procura, com o fecho das fronteiras e as restrições à mobilidade, referiu Rui Teixeira.

Nas atividades que permitem teletrabalho, os empresários estimam uma criação líquida de emprego em 5%.

A Grande Lisboa é a região mais afetada no próximo trimestre, com 2% dos empregadores a contar aumentar os postos de trabalho e 7% a reduzi-los. No Centro, 7% pensa em despedir e 4% em contratar. Já no Sul, a criação de emprego estimada é de -1%.

“Acreditamos que o início de junho [quando sair o próximo relatório], tendo em conta que vimos de uma fase com novas medidas e uma nova abertura, trará novas perspetivas”, apontou Rui Teixeira, para quem a pandemia foi um “aprendizagem”, por ter revelado a “necessidade de adaptabilidade” e de “treino constante” dos trabalhadores.

No inquérito, ocorrido entre 18 de janeiro e 02 de fevereiro, participaram 514 empresas.

 

Taísa Pagno Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

A petrolífera Exxon está a culpá-lo pelas alterações climáticas

Nos últimos anos, as empresas petrolíferas têm-se afastado do discurso de negação das alterações climáticas. Gigantes globais de energia como a Total, a Exxon, a Shell e a BP reconhecem abertamente que a mudança climática …

"Muita fraternidade”. Portugal enviou vacinas para Cabo Verde

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira que os indicadores da pandemia de covid-19 em Portugal permanecem "muito estáveis" e que a última grande abertura no plano de desconfinamento não teve …

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre 'bullying' na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e …

Telescópio vai "caçar" a luz de 30 milhões de galáxias para mapear Universo e "revelar" energia escura

Um instrumento de um telescópio nos Estados Unidos vai capturar nos próximos cinco anos a luz de quase 30 milhões de galáxias e outros objetos cósmicos, permitindo aos cientistas mapearem o Universo e desvendarem os …

Portugal ficou acima da média europeia quanto ao teletrabalho

Dados do Eurostat sobre o teletrabalho durante a pandemia revelaram que Portugal registou uma média ligeiramente superior (13,9%) à da União Europeia (12,3%) entre as pessoas com idade dos 15 e os 64 anos. Em anos …

"Idiotas". Bolsonaro critica pessoas que mantêm isolamento social na pandemia

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, criticou os brasileiros que seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mantêm isolamento social na pandemia, a quem chamou de 'idiotas', em conversa com os seus …

SEF com 18 casos de exploração de imigrantes na agricultura na região Oeste

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tem em investigação 18 casos associados a auxílio à imigração ilegal, angariação de mão-de-obra ilegal e tráfico de pessoas em explorações agrícolas da região Oeste desde 2017. Questionado pela …

Carlos Costa compara venda do Novo Banco a cabaz de fruta "parcialmente apodrecida"

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, considerou que o processo de venda do Novo Banco, em 2017, foi como alienar "um cabaz de fruta que está parcialmente apodrecida". "A questão é sempre a …

Irmãos presos injustamente durante 31 anos recebem 75 milhões de dólares

Henry McCollum e Leon Brown estiveram presos durante mais de 30 anos por um crime que não cometeram. Foram detidos em 1983 e condenados à pena de morte pela violação e homicídio de uma criança. …

"Há ali algumas coisas em que tem razão". Rui Rio concorda com críticas de Alberto João Jardim

Alberto João Jardim defendeu que o PSD nacional tem de "acordar" e "mudar já". Rui Rio ouviu o antigo governante madeirense "com atenção" e considera que tem razão. No artigo de opinião no jornal da Madeira …