Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos.

O setor da indústria têxtil e vestuário pode vir a atravessar uma grande crise, equaciona o presidente da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP). Sem garantias, o pior cenário prevê que, até 2025, cerca de um terço das empresas do setor fechem e que haja à volta de 28 mil despedimentos.

De acordo com o Público, industriais, governantes e especialistas do setor vão reunir-se no XXI Fórum da Indústria Têxtil para discutir o futuro da indústria em Portugal. Esta é a previsão mais pessimista daquilo que pode vir a acontecer, deixando o país com pouco “mais de 4000 empresas” e 110 mil trabalhadores.

Ainda assim, nem todos concordam com este cenário. “Não temos um quadro negativo neste momento em termos de emprego. Este cenário foi uma surpresa“, contradisse a FESETE – Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores Têxteis, Lanifícios, Vestuário, Calçado e Peles de Portugal. “As empresas precisam de trabalhadores para o setor, até com alguma especialização. E isso está a ser uma dificuldade muito grande”, acrescentou, em declarações à Antena 1.

Por outro lado, delimita-se objetivos e ambiciona-se que as empresas consigam chegar a uma faturação de 8 mil milhões de euros, com uma grande fatia desse rendimento a vir dos mercados internacionais.

No entanto, o fecho e a falência de empresas do setor já começou este ano, devido à menor demanda e à quebra de exportações. “Foi um ano difícil, mas foi um ano de prova de fogo”, diz o diretor-geral da ATP, Paulo Vaz, citado pelo Dinheiro Vivo. “Não só provamos ser mais resilientes do que outros, como tudo indica que chegaremos ao fim do ano muito estabilizados“, salientou ainda.

Em relação ao dramático cenário apontado para 2025, Paulo Vaz diz que empresas devem-se juntar e criar escala para atuar nos mercados internacionais. “Mais vale ser dono de metade de alguma coisa do que ser dono de 100% de coisa nenhuma”, explicou.

A sugestão do diretor-geral da ATP levaria ao fecho de algumas empresas, mas as que restassem estariam melhor preparadas para uma eventual crise. E quanto aos trabalhadores despedidos, “rapidamente são absorvidos por outras empresas do setor”, como sustenta Isabel Tavares, da FESETE.

O objetivo passa agora por tornar o setor têxtil português numa “indústria inovadora, criativa e credivelmente sustentável”, lê-se no documento “Novo Paradigma, Nova Estratégia – 2025”, ao qual o Expresso teve acesso.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. As empresas querem tudo. Querem que as pessoas aprendam sem lhes ensinar. Se querem tirar proveito têm de dar formação aos trabalhadores. Sempre foi assim, agora habituaram-se a mamar de todos os lados, só olham p/ o umbigo, só querem colher mas para colher é preciso semear. Não venham com desculpas a grande parte das empresas texteis do Vale do Ave pagam tão somente o salario mínimo e quando pagam, horas extras raramente são pagas, vão para banco de horas ou então nem as vêm. GRande parte dos empresários da têxtil têm boas casas, bons carros, boas ferias e BOA VIDA – abrem e fecham empresas sem dó nem piedade em prejuízo dos trabalhadores e dos portugueses.

RESPONDER

Pintura de Jacob Lawrence desaparecida há 60 anos foi encontrada em Nova Iorque

Uma visitante do Met, nos Estados Unidos, descobriu o paredeiro do quadro desaparecido de Jacob Lawrence. A mulher associou o quadro a um pendurado na sala de estar dos seus vizinhos, suspeitando que poderia fazer …

Fezes ancestrais ajudam a descobrir como o microbioma afeta a nossa saúde

Um novo estudo, realizado em Israel e na Letónia, analisou fezes ancestrais e comparou-as com o nosso microbioma para tentar descobrir pistas sobre as doenças modernas. A equipa de investigadores, que trabalhou enterrada até aos joelhos …

Santa Clara 1-2 Sporting | “Leão” mostra POTEncial nas ilhas

Ao final da tarde deste sábado, o Sporting venceu o Santa Clara por 2-1, num duelo a contar para a 5ª jornada da Liga NOS que decorreu no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada. …

Robô ultrarrealista pode vir a substituir os golfinhos em cativeiro em parques temáticos

A empresa de engenharia Edge Innovations, com sede em São Francisco, Estados Unidos, projetou e construiu um golfinho-robô que se parece e age quase exatamente como um. Nadando ao redor da piscina enquanto um grupo de …

PCP avisa: Abstenção é “apenas e só” para discutir o OE2021

O secretário-geral do PCP avisou este sábado que a abstenção anunciada pelo partido visa "apenas e só" fazer passar o Orçamento do Estado de 2021 a "outra fase de discussão" e recusou estar garantido um …

Convento medieval encontrado sob parque de estacionamento em Inglaterra

Uma equipa de arqueólogos britânicos encontrou um convento medieval, há muito perdido, debaixo de um parque de estacionamento em Inglaterra. Há muito que os arqueólogos britânicos especulavam sobre a potencial localização de um antigo convento medieval, …

Virgin Galactic leva cientista planetário ao Espaço pela primeira vez

O norte-americano Alan Stern será o primeiro a realizar experiências científicas financiadas pela NASA, a bordo de uma aeronave comercial da empresa espacial privada Virgin Galactic. A NASA revelou a semana passada que o cientista planetário …

Português responsável por limpeza de hospitais condecorado pela Rainha Isabel II

O português Maciel Vinagre pensou que era mentira ou engano ao ler a notificação de que tinha sido distinguido pela Rainha Isabel II pelo trabalho como responsável da limpeza de dois hospitais públicos britânicos durante …

Japonês inventa sacos de plástico "comestíveis" (para salvar o veado sagrado de Nara)

Um empresário local no destino turístico japonês de Nara desenvolveu uma alternativa aos sacos de plástico de compras para proteger o veado sagrado da cidade. Hidetoshi Matsukawa, que trabalha na Nara-ism, um agente de souvenirs, disse, …

Emissão do programa de Ricardo Araújo Pereira cancelada. Humorista em isolamento

O programa de Ricardo Araújo Pereira na SIC não será emitido este domingo, uma vez que o humorista se encontra em isolamento profilático depois de ter estado em contacto com uma pessoa infetada com covid-19. …