/

Empresário vive numa caverna (com wi-fi) de 250 milhões de anos

1

A maior parte das pessoas poderá não ter qualquer vontade de voltar ao tempo do homem das cavernas. Mas esse era exactamente o sonho do australiano Angelo Mastropietro.

Angelo Mastropietro, proprietário de uma agência de head hunting na Austrália, gastou cerca de 200 mil euros para transformar uma caverna com 250 milhões de anos numa habitação luxuosa com todas as comodidades que hoje temos.

Há cerca de 15 anos, durante um passeio de bicicleta em Worcestershire, na Inglaterra, o empresário australiano de 38 anos abrigou-se da chuva numa caverna local.

A caverna é uma das mais antigas em pedra na Europa, tendo sido habitada durante os últimos séculos, mas estava abandonada desde 1940.

Durante uma passagem pelo Reino Unido em 2010, Mastropietro descobriu que o terreno onde se encontrava a milenar caverna estava à venda.

Um diagnóstico de esclerose múltipla, em 2007, tinha mudado as prioridades de Angelo Mastropietro, e o empresário não hesitou em comprar a caverna e dedicar-se a transformá-la na casa dos seus sonhos.

Mastropietro gastou 200 mil euros e cerca de 1.000 horas de trabalho a partir pedra (literalmente), e o resultado é uma habitação inesperadamente luminosa, que não provoca a sensação de claustrofobia que se esperaria numa caverna.

A espaçosa casa tem todas as comodidades de uma habitação moderna: energia eléctrica, aquecimento central, ar condicionado, chão aquecido, lareira, janelas e portas em vidro, cozinha e casa-de-banho completamente equipada… e internet wi-fi.

“Tenho 38 anos, e sou um homem das cavernas”, diz Mastropietro à Barcroft Media.

E vive numa casa de fazer inveja a Fred Flinstone!

ZAP

1 Comment

  1. Mais rigor por favor! Os penhascos onde a caverna se encontra é que têm 250 milhões de anos… o próprio título do video diz que a caverna tem (apenas) 700 anos, e é dito pelo narrador a 1min:35seg!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE