Empresário de Braga dissolvido em ácido terá sido estrangulado pelo “Bruxo da Areosa”

Os contornos da morte de um empresário de Braga, cujo corpo foi dissolvido em ácido sulfúrico, continuam a ser revelados, depois de o Ministério Público ter acusado nove pessoas. Entre elas está o “Bruxo da Areosa”, visto como figura preponderante no crime, que teria em sua posse dados confidenciais da PJ.

O Ministério Público (MP) concluiu que João Paulo Fernandes, um empresário de Braga, foi raptado, assassinado e o seu cadáver foi dissolvido em ácido sulfúrico, de acordo com o despacho de acusação contra nove arguidos, entre os quais estão dois advogados e um economista.

Entre os suspeitos do crime está também Emanuel Paulino, mais conhecido como “Bruxo da Areosa”, que de acordo com o Correio da Manhã terá sido “quem estrangulou o empresário de Braga”.

O diário cita o despacho do MP onde se realça o alegado papel preponderante do “Bruxo” no crime cometido a 11 de Março deste ano. A acusação sublinha que este homem “tinha um ascendente sobre todos os arguidos”, conforme sustenta o CM. Vários dos suspeitos implicados no caso acreditariam nos “poderes divinos” do “Bruxo”, afiança o jornal, notando que era esse o caso do advogado Pedro Bourbon, que acreditaria que a mulher engravidou graças à sua intervenção.

Pedro Bourbon, que chegou a pertencer à Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados, está ligado ao Partido Democrata Republicano (PDR) de Marinho e Pinto, tendo sido suspenso do cargo de secretário-geral na sequência deste caso judicial.

O CM afiança que, após a morte do empresário, e fruto da sua extrema “crença no Além”, o advogado terá pesquisado na Internet “se o cheiro da morte ficava preso a uma pessoa e se os fantasmas sabiam quem os tinha assassinado”.

“Bruxo” tinha dados confidenciais da Polícia

As investigações efectuadas no processo levaram as autoridades a detectar que o “Bruxo da Areosa” teria “na sua posse informação confidencial sobre investigações da Judiciária“, conforme noticia o CM.

Estes dados só poderiam ter sido obtidos através do acesso ao sistema informático daquela polícia, segundo salienta o jornal, notando que o MP sugeriu assim, a abertura de uma nova investigação autónoma para descobrir quem terá fornecido os dados ao suspeito.

Nas escutas telefónicas realizadas aos arguidos do caso, o “Bruxo” terá sido apanhado a descansar os outros suspeitos com a frase “Não há corpo, não há crime”. Ele acreditaria que, depois de se ter alegadamente dissolvido o corpo do empresário em ácido sulfúrico, teriam cometido o crime perfeito.

Entretanto, a Polícia está à espera de análises laboratoriais efectuadas a partir de amostras de um aterro sanitário em Vila Nova de Gaia, onde se acredita que os restos mortais do empresário terão sido despejados. A expectativa é que sejam detectados vestígios biológicos que comprovem a tese da acusação.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde,
    O caso é macabro mas com bruxo ou sem bruxo todos são igualmente criminosos.
    Deixo aqui as minhas condolências à família.
    No entanto vendo a coisas com alguma frieza é importante lembrar que o Empresário recorreu aos serviços desta rede no passado por isso tal como eles de inocente teria muito pouco. Quando se entra numa rede destas as pessoas devem esperar tudo…
    Importa ainda referir o pais que temos pois constatou-se que a família do falecido recorreu a esta rede organizada para desviar milhões de uma massa falida. Passado 3 anos não sendo possível recuperar os milhões ocultos/desviados recorrem à justiça para recuperar esses milhões. Assim sendo em que pais estamos nós?
    Se houvesse justiça mesmo antes do homicídio acontecer deveriam ser todos presos por ocultações de milhões “roubados” ao estado e a um basto conjunto de pessoas que foram prejudicadas com todo este esquema de desvio de dinheiro.
    E quem responde pelos problemas criados pela falta de pagamento a estas pessoas? Não deveria os milhões desviados reverterem novamente para a massa falida de forma a serem distribuídos a quem de direito?

    Quem a cama faz na cama se deita… só se lamentando no meio de todo este processo o crime bárbaro cometido e os eventuais traumas provocados à criança porque de resto talvez estejam todos a “pagar na terra” aquilo que só o inferno poderia cobrar.

  2. Sem duvida. Ainda ha gente com nível. Comentário do Armindo é realíssimo. Pena a criança que nada tem a ver com esta teia…. E é a q mais sofre.. É injusto!!!

  3. Tudo isto é de loucos logo a começar pelo empresário e seu pai, este já pagou, agora esperamos que todos eles sem exceção paguem e bem pelo crime horroroso que praticaram, um advogado que acredita que a mulher engravidou por ação do bruxo até será bem possível que este tenha tido o prazer de a engravidar.

  4. Armindo, Enzo e Vasco estão de parabéns, os vossos comentários estão mais esclarecedores do que muitas peças jornalísticas.
    As minhas condolências à menina.

RESPONDER

Quatro mortos em manifestações na Bolívia. São 23 desde o final de outubro

Comissão Interamericana de Direitos Humanos registou pelo menos 122 feridos desde sexta-feira. Já houve 23 vítimas mortais desde o final de Outubro, início da crise social e política na Bolívia. Quatro pessoas morreram no sábado em …

UE acusada de pagar aos próprios traficantes para travar imigração

A União Europeia conta com um processo no Tribunal Penal Internacional interposto por Omer Shatz e Juan Branco. A UE é acusado de pagar aos próprios traficantes para parar a imigração. Omer Shatz, advogado e professor …

Governo quer ter a primeira refinaria de lítio da Europa

O Governo quer abrir a primeira refinaria de lítio no continente europeu. No entanto, João Galamba refere que tudo depende dos resultados do estudo de impacto ambiental das minas. Sem confirmar que venha a haver minas …

Cientistas desvendam novas pistas sobre o maior macaco que já existiu

O mítico "Bigfoot" é uma criatura lendária mas, durante milhões de anos, o verdadeiro — um símio com o dobro do tamanho de um ser humano adulto — percorreu as florestas do Sudeste Asiático, antes …

Preço do tabaco pode aumentar. Decisão cabe ao Governo

Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um aumento do preço do tabaco, e a decisão depende agora do Governo. Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um …

Derrocada em Borba. Um ano depois, ainda é uma ferida aberta e problemas continuam

Um ano depois do acidente na pedreira de Borba, o sindicato que representa os trabalhadores garante que os perigos persistem, enquanto a associação Assimagra salienta que foi um caso “isolado” e está a avançar com …

Caracóis estão a ficar amarelos para se adaptarem às alterações climáticas

Nas áreas urbanas, os caracóis estão a ficar com as cascas amarelas para se adaptarem às alterações climáticas. Os cientistas vão agora analisar os padrões das penas dos pássaros, para perceberem se também há uma …

Os terrenos contaminados de Fukushima vão tornar-se num centro de "energia verde"

Fukushima, local que sofreu um dos maiores desastres nuclear do mundo, vai reinventar-se e tornar-se num centro de energia renovável. Depois de ser atingido por um terramoto e um tsunami de 15 metros em 2011, três …

Cientistas identificaram neurónios específicos que mapeiam memórias

Neurocientistas descobriram um aspeto curioso de como a nossa memória funciona: Quando o cérebro precisa de recuperar informação relacionada com um lugar específico, neurónios individuais podem atingir memórias específicas. De acordo com o estudo publicado na …

Grande tempestade de areia pode ter ditado o fim de um império da Mesopotâmia

O Império Acádio da Mesopotâmia entrou em colapso devido a uma enorme tempestade de areia, sugeriu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Hokkaido, no Japão. Em comunicado, os especialistas explicam …