Empresa de anestesista recebeu meio milhão em prestações de serviços no ano passado

A falta de anestesistas tem obrigado os hospitais a contratar especialistas em regime de prestação de serviço. Há empresas a receber quase o dobro do estipulado.

Segundo o Diário de Notícias, são várias as empresas onde os anestesistas recebem quase  o dobro do estipulado por lei. A notícias é avançada pelo matutino esta segunda-feira, numa altura em que a greve no Hospital Amadora-Sintra vem alertar para a falta destes profissionais no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

No ano passado, uma empresa recebeu quase 500 mil euros em prestações de serviço no Centro Hospitalar do Médio Tejo. De acordo com o diário, o anestesista em causa chegou a ganhar 42,21 euros por hora, quando o despacho publicado em 2018 em Diário da República estabelece que os médicos prestadores de serviço devem receber 22 euros e os especializados 26. Só em casos excecionais, e de forma temporária, o valor pode chegar, no máximo, aos 39 euros.

Este está longe de ser o único caso, mas chama a atenção pelo número de horas que conseguiu acumular, numa altura em que a greve de uma semana no Amadora-Sintra vem alertar novamente para a falta de anestesistas no Serviço Nacional de Saúde: os hospitais públicos têm 541 anestesistas em falta, segundo os Censos de Anestesiologia de 2017.

O Ministério da Saúde admitiu ao DN que têm sido autorizados regimes especiais que ultrapassam o imposto por lei “em zonas de reconhecida carência de recursos humanos”.

No entanto, o ministério garantiu que “o recurso ao pagamento de médicos em prestação de serviço tem sido uma opção em última instância, a que se tem recorrido para garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses”.

Em dezembro do ano passado, Marta Temido chegou mesmo a mostrar disponibilidade para pagar 500 euros à hora a um anestesista que assegurasse o serviço na Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa, durante o Natal.

“Não tenho conhecimento de que esse valor [500 euros] tenha sido pago em lado algum. O valor mais elevado de que ouvi falar foi 100 euros. Isso sim, acredito que em situações muito críticas – no verão, no Algarve, que é uma zona muito carenciada, – valores como este poderão ter acontecido”, refere Rosário Órfão, presidente da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia, ao Diário de Notícias.

Esta segunda-feira, os médicos anestesistas do Hospital Amadora-Sintra começam uma greve de cinco dias para exigir a contratação de mais especialistas e condições de segurança clínica.

Há vários anos que os anestesistas deste hospital chamam “a atenção para a séria e grave limitação de anestesistas por excesso de trabalho sem qualquer tipo de resposta por parte do Ministério da Saúde ou mesmo do Conselho de Administração” do hospital, disse à Lusa o secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos, Roque da Cunha.

De acordo com dados adiantados ao DN pela Sociedade Portuguesa de Anestesiologia, faltam 541 anestesistas no SNS. A presidente da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia adiantou este não é só um problema português e está relacionado com o envelhecimento da população, que passa a precisar de mais cuidados de saúde.

“O aumento dos atos que pedem a presença de um anestesista cresceu de uma forma exponencial, que não foi compensado em nenhum sítio do mundo”, afirmou Rosário Órfão.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Piloto do avião desaparecido da Malaysia Airlines terá cortado o oxigénio

Já lá vão mais de cinco anos desde o desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines, que continua um mistério até hoje. Agora, acredita-se que o piloto terá cortado o oxigénio no avião. A noite de …

Sergio Moro diz que sai do Governo caso se provem irregularidades

O ministro da Justiça brasileiro reiterou a sua inocência no Senado, esta quarta-feira, mas afirmou que deixa o cargo caso se provem irregularidades nas mensagens trocadas com procuradores da Operação Lava Jato. "Estou absolutamente convicto das …

Nuvens brilhantes invadiram o céu de Espanha. Foi um "espetáculo quase inédito"

Este fim de semana, as nuvens noctilucentes (que em latim significa “brilho noturno”) ou nuvens mesosféricas polares foram vistas em Espanha. Surgem antes do amanhecer ou depois do pôr do sol, a sua cor varia normalmente …

Luís Enrique deixa comando da seleção espanhola (e já tem substituto)

Luis Enrique foi obrigado a abandonar o cargo de selecionador espanhol devido a um problema familiar que se arrasta desde março. “As razões que me impediram, desde março, de exercer normalmente as minhas funções de treinador …

Urso polar localizado em cidade russa longe do habitat natural

Um urso polar emagrecido foi visto numa cidade industrial da Sibéria, afastado para sul dos seus territórios de caça. As entidades de emergência da cidade de Norilsk, no Ártico Russo, alertaram na terça-feira os residentes locais …

Teixeira dos Santos não se arrepende de ter nomeado Vara e Santos Ferreira

O ex-ministro das Finanças disse, esta quarta-feira, no Parlamento que não tem "razões para se arrepender" de ter nomeado Armando Vara e Carlos Santos Ferreira para a administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD). "Até este …

Rio disponível para acordo com PS na Lei de Bases da Saúde

O presidente do PSD considera haver margem para um acordo com o PS para uma nova Lei de Bases da Saúde, estando os sociais-democratas a identificar as propostas que considera essenciais, nas quais inclui as …

Boris Johnson soma e segue. Rory Stewart eliminado

O ministro para o Desenvolvimento Internacional, foi eliminado, esta quarta-feira, da eleição interna para a sucessão de Theresa May no partido conservador e para assumir o cargo de primeiro-ministro britânico, restando assim quatro dos dez …

Homem detido por suspeitas de envolvimento na morte de Emiliano Sala

Um homem de 64 anos, de North Yorkshire, no Reino Unido, foi detido esta quarta-feira por alegado envolvimento na morte do futebolista Emiliano Sala. A polícia de Dorset anunciou, esta tarde, a detenção de um homem …

População mundial pode atingir os 10 mil milhões em 2050

A população mundial está a ficar mais velha e a crescer a um ritmo mais lento, mas espera-se que suba dos atuais 7,7 mil milhões para 9,7 mil milhões em 2050, segundo o novo …