Emigrantes querem votar por correio nas presidenciais

O movimento de emigrantes “Também somos portugueses” pede a alteração urgente das leis eleitorais para que possam votar por correio, no mesmo dia em que Marcelo Rebelo de Sousa, atual Presidente da República, anuncia a data das eleições.

O movimento “Também somos portugueses” alerta para as restrições às deslocações impostas pela pandemia de covid-19 e apela à “alteração urgente” das leis eleitorais, por forma a permitirem aos emigrantes portugueses o voto por via postal nas presidenciais em janeiro de 2021.

As limitações impostas pelo combate à pandemia “vão tornar impossível” o voto presencial dos portugueses que vivem no estrangeiro nas próximas presidenciais, alerta o movimento, num comunicado enviado esta segunda-feira às redações.

O “Também somos portugueses” dirigiu, por isso, um apelo a todos os grupos parlamentares para que “assumam as suas responsabilidades democráticas” e, “em modo de urgência”, tomem a iniciativa de propor e votar favoravelmente as alterações legislativas necessárias para permitir o voto via postal para as próximas eleições.

O movimento recorda que “em 2019 o número de votos para a Assembleia da República, em que se pode votar pelo correio, foi mais de 11 vezes superior aos da votação para o Parlamento Europeu, para o qual só foi admitido o voto presencial nos consulados”.

A eleição presidencial, à semelhança das eleições europeias, exige o voto presencial, mas as “condições excecionais em que se vive um pouco em todo o mundo devido à pandemia da covid-19” vão “tornar impossível o exercício do direito de voto dos emigrantes portugueses a não ser que seja permitido o voto postal”, sublinha o movimento, que “assume como suas as preocupações recentemente expressas pelo Conselho Regional das Comunidades Portuguesas na Europa” sobre a participação eleitoral dos emigrantes.

“Votar presencialmente já é mau normalmente, em cenário de pandemia não faz sentido nenhum. Em muitos lugares não é possível uma pessoa deslocar-se. Há confinamentos nesta altura e nada nos garante que na altura das eleições presidenciais não haja confinamentos outra vez”, justificou Paulo Costa, representante do movimento, à TSF.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Biden propõe estímulo de 1,9 mil milhões. Republicana promete processo de destituição após tomada de posse

O presidente eleito norte-americano Joe Biden pretende aplicar 1,9 mil milhões de dólares em medidas de aceleração da vacinação para a covid-19 e assistência financeira a indivíduos e empresas. Biden, cuja tomada de posse está marcada …

StayAway Covid só enviou 2.708 alertas de contágio. 60% já desinstalaram a app

Apenas 39% das quase três milhões de pessoas que instalaram a StayAway Covid é que a continuam a usar. A app só enviou 2.708 alertas de contágio. A StayAway Covid, a aplicação móvel criada para rastrear …

DGS define quais os cancros que não podem ficar por operar. Hospital de campanha fechado por falta de profissionais

Até ao final do mês os hospitais vão ter como foco a prestação de cuidados intensivos, podendo deixar de assegurar a atividade programada. A oncologia é uma área vital e os polos do Instituto Português …

"Vão fechar o Tozé". Mayan corta o cabelo (e alerta para dificuldades dos pequenos empresários)

O candidato presidencial Tiago Mayan Gonçalves foi esta quinta-feira cortar o cabelo a um barbeiro, no Porto, para alertar para as dificuldades decorrentes do encerramento desta atividade a partir de sexta-feira no âmbito do …

ERC cancela debates de Vitorino Silva com todos os candidatos no Porto Canal

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) cancelou os debates de Vitorino Silva com todos os candidatos presidenciais no Porto Canal, na sequência da queixa apresentada pelo PCP à Comissão Nacional de Eleições (CNE). Esta …

Bancos contestam lei da banca (mas Deco aplaude). Centeno admite ajustar medidas

O Banco de Portugal (BdP) quer alterar o Código da Atividade Bancária (CAB). Se por um lado, os bancos contestam algumas das normas, por outro, outras entidades, como a Deco, aplaudem as medidas. A consulta pública …

Mulher com covid-19 em coma e ventilada conseguiu o "milagre" de dar à luz

Em outubro de 2020, Elisângela Neves, de 31 anos, foi infetada com covid-19 quase morreu. A mulher estava grávida de 27 semanas, mas precisou de ser ventilada e ligada a uma máquina que respirou por …

Mais de 95% dos vacinados do São João apresentaram anticorpos em 15 dias

Entre 95 a 97% dos profissionais de saúde vacinados contra a covid-19 no Hospital de São João, no Porto, apresentaram, 15 dias após a primeira toma, anticorpos que conduzem à imunidade, revelou esta quinta-feira o …

É mais "um conjunto de meias medidas". Governo criticado por manter escolas e universidades abertas

As novas medidas tomadas pelo Conselho de Ministros para controlar a pandemia de covid-19 entraram esta sexta-feira em vigor. No entanto, as exceções decididas pelo Governo relativamente ao novo confinamento têm sido alvo de duras …

Berlusconi hospitalizado no Mónaco com problemas cardíacos

Silvio Berlusconi, antigo primeiro ministro italiano, está hospitalizado no Mónaco, depois de ter sofrido uma arritmia cardíaca. O ex-primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, está hospitalizado desde segunda-feira no Mónaco, após sofrer um problema cardíaco, explicou esta quinta-feira …