Estado de emergência impede lojistas de terminarem contratos de arrendamento

Os lojistas que fecharam os seus estabelecimentos por causa da pandemia não podem acabar com os contratos de arrendamento por causa da queda das receitas.

De acordo com o Diário de Notícias, o decreto-lei do Governo que executa o decreto presidencial do estado de emergência estabeleceu que os comerciantes que fecharam por causa da pandemia não podem acabar com os contratos de arrendamento.

“O encerramento de instalações e estabelecimentos ao abrigo do presente decreto não pode ser invocado como fundamento de resolução, denúncia ou outra forma de extinção de contratos de arrendamento não habitacional ou de outras formas contratuais de exploração de imóveis”, refere o diploma.



A suspensão da atividade também não pode servir de “fundamento de obrigação de desocupação de imóveis em que os mesmos se encontrem instalados”, ou seja, o facto de estar fechado, não lhe confere o direito de denunciar ou desocupar o espaço.

Para colmatar a situação, os comerciantes afetados pela crise podem pedir para adiar o pagamento da renda, uma moratória que ainda aguarda publicação em Diário da República.

Ainda assim, o texto é claro: “o arrendatário que preencha o disposto no artigo anterior [quebra de rendimentos] pode diferir o pagamento das rendas vencidas nos meses em que vigore o estado de emergência e no primeiro mês subsequente, para os 12 meses posteriores ao término desse período”, ou seja, tem um ano para pagar as rendas.

O DN realça que as prestações mensais não podem ser “inferiores a um duodécimo do montante total, pagas juntamente com a renda do mês em causa”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Numa nota adicional e para referir uma situação pela qual muito pequenos empresários estão a passar: Num caso muito próximo de mim, o arrendatário, um pequeno empresário que arriscou iniciar a sua actividade no final do ano passado (é preciso ter azar….) e que depende nesta fase das vendas diárias para manter o seu negócio falou com o senhorio numa tentativa de o sensibilizar para as suas dificuldades tendo em conta o estado do pais. A resposta foi a mais abjecta indiferença.

    Aparentemente, os senhorios (alguns pelo menos) preferem ter os espaços vazios do que perdoar 2 ou 3 rendas a inquilinos sérios, que sempre cumpriram pontualmente as suas obrigações e que apenas querem trabalhar.

    Assim vai o mundo.

  2. É mais um escândalo. Todos sabem a enorme especulação que havia sobretudo nas grandes cidades ao nível das rendas comerciais e uma vez mais este governo demonstra que desconhece a realidade e não tem força para fazer impor medidas justas do ponto de vista da economia e da sociedade.
    O que se pede é que os pequenos empresários paguem as rendas (ou atrasem os seus pagamentos), continuem a pagar aos trabalhadores 2/3 dos seus salários que pode ser que depois a segurança social, no dia em que voltar D. Sebastião, lhes pague 70% deste valor e pelo meio temos a banca que vai buscar a -0,7% para emprestar entre 1 a 3% de spread com 80 ou 90% do total do capital emprestado totalmente garantido pelo Estado.
    Isto tudo é no mínimo escandaloso!

RESPONDER

Espanha 0-0 Suécia | Muro amarelo trava fúria espanhola

A Espanha e a Suécia empataram hoje 0-0 em jogo da primeira jornada do Grupo E do Euro2020 de futebol, naquela que foi a primeira partida sem golos na competição até ao momento. No estádio La …

Covid-19. Variante indiana causa doença mais grave, dizem médicos chineses

A Delta está a causar doença mais grave e mais rapidamente do que durante a primeira vaga, informaram médicos na zona de Guangzhou, no sudeste da China, onde surgiu um surto recente provocado por esta …

Do café aos brinquedos. Preço do transporte de mercadorias vai atingir a nossa carteira mais cedo do que se pensava

Os preços exorbitantes do transporte de mercadorias pelo mundo poderão atingir a sua carteira mais cedo do que pensa. Mais de 80% de todo o comércio de mercadorias é transportado pela via marítima, mas o alto …

Tal é a qualidade de Portugal, que o treinador da Hungria "podia ser motorista ou roupeiro"

O selecionador da Hungria, o italiano Marco Rossi, afirmou hoje que "até podia ser o motorista ou rapaz dos equipamentos" da seleção portuguesa, tal é a qualidade dos jogadores lusos que vão disputar o Euro2020. “Estamos …

Destroços de avião descobertos no fundo de um lago nos EUA podem pôr fim a um mistério de 56 anos

Trabalhadores que testam equipamentos de investigação subaquática dizem ter encontrado os destroços de um pequeno avião nas profundezas do lago Folsom, na Califórnia. A confirmar-se, podem ter resolvido um mistério com 56 anos. As imagens de …

Norte-americanos envolvidos na fuga de Carlos Ghosn declaram-se culpados

Os dois norte-americanos acusados de ajudarem o ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn a fugir do Japão quando aguardava julgamento em liberdade sob fiança declararam-se esta segunda-feira culpados perante a justiça japonesa. De acordo com fontes da …

Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida. O teste do íman resulta …

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …

Paquistão. Quem não se vacinar pode ficar sem acesso ao telemóvel

O governo regional de Punjab, no Paquistão, decidiu que os cidadãos que não se vacinarem contra a covid-19 "ao fim de um certo tempo" podem ver o cartão SIM do seu telemóvel bloqueado. "Estamos a fazer …

Seleção Nacional testa negativo na véspera da estreia no Europeu

Depois do susto de João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, a seleção nacional respira de alívio na véspera da estreia no Europeu, depois de ter testado negativo à covid-19. Esta segunda-feira de manhã, a …