/

Edward Snowden vai abrir a Web Summit 2019

Svein Ove Ekornesvaag / EPA

Edward Snowden, o homem que expôs os programas de espionagem e cibervigilância feitos pelos Estados Unidos, é o convidado principal do primeiro dia da Web Summit 2019.

Edward Snowden é o mais recente nome a juntar-se à lista de oradores convidados para a Web Summit deste ano, que se voltará a realizar em Lisboa, entre os dias 4 e 7 de novembro. O anúncio foi feito pela organização esta quarta-feira.

O antigo informático da Agência Nacional de Segurança (NSA), atualmente a viver em Moscovo, vai participar na sessão de abertura da Web Summit. Snowden, que acaba de publicar um livro de memórias – Vigilância massiva, registo permanente -, entrará na sessão de abertura por vídeo em direto, dado que a perseguição judicial do Governo norte-americano o impede de sair da Rússia, que lhe concedeu direito de permanência no país, através de asilo temporário.

De acordo com a organização do evento, Snowden vai “revelar a história por detrás da NSA, como ajudou a construir um sistema de vigilância global que recolheu milhões de chamadas telefónicas, de mensagens e de emails de cidadãos dos EUA e por que escolheu revelar isto da forma como o fez”.

Em 2013, Edward Snowden revelou a existência de um sistema de vigilância mundial de comunicações e de internet, tendo sido acusado pelos Estados Unidos de espionagem e apropriação de segredos do Estado.

Snowden viu a França recusar-lhe recentemente a concessão de asilo político. O ativista da liberdade de imprensa, tornou-se presidente da Fundação para a Liberdade de Imprensa, sediada em São Francisco, nos Estados Unidos. Segundo o Público, o país dele revogou-lhe o passaporte e o governo de Washington quer confiscar-lhe as receitas obtidas com a venda do livro de memórias lançado em setembro.

A 4 de novembro, a voz de Snowden vai fazer-se ouvir perante os mais de 70 mil participantes que são esperados pela organização da maior conferência sobre tecnologia realizada em Portugal. Outros nomes estão confirmados em Lisboa, como Tony Blair e Magrethe Vestager.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.