”Me and Earl and the Dying Girl” vence Festival de Sundance

O filme dramático “Me and Earl and the Dying Girl”, do realizador espanhol espanhol Alfonso Gómez-Rejón, foi o grande vencedor da trigésima primeira edição do Festival de Sundance, anunciou neste domingo a organização numa cerimónia em Park City, em Utah.

O filme ganhou os prémios do Público e do Grande Júri para melhor filme dramático, com a história de um estudante de cinema que vê a sua vida ser interrompida quando a mãe o obriga a fazer amizade com uma aluna que tem leucemia.

Thomas Mann, Olivia Cooke e Connie Britton compõem o elenco do filme, a segunda longa-metragem da carreira de Alfonso Gómez-Rejón, um realizador de raízes mexicanas, nascido em Laredo, no Texas, e que já trabalhara como assistente de realizadores de renome.

Alfonso Gómez-Rejón era membro habitual da equipa técnica de Alejandro González Iñárritu (realizador de “Babel” e “21 Gramas”), de Nora Ephron (“Julie & Julia”), de Kevin MacDonald (“The Eagle”) e ainda trabalhou com Ben Affleck no filme “Argo” e Martin Scorsese em “Casino”.

“Isto é totalmente um sonho. Esta semana tem sido uma catarse incrível por muitas razões. Este filme significa muito para mim”, afirmou Alfonso Gómez-Rejón, que dedicou o prémio do Público a todos os “jovens artistas” da sua cidade e da sua irmã de fronteira, a cidade mexicana de Nuevo Laredo.

O realizador assegurou que a sua longa-metragem foi uma homenagem à memória do seu pai, recordando-o emocionado e nervoso no momento de receber o galardão do júri na gala celebrada em Park City, em Utah.

O prémio do júri para melhor filme estrangeiro foi para a coprodução britânico-neozelandesa “Slow West”, enquanto o prémio para melhor documentário internacional foi entregue a “The Russian Woodpecker”.

The Wolfpack“, a história de uns jovens fechados em casa e criados à base de filmes, recebeu do júri o título de melhor documentário feito nos EUA.

O público escolheu “Meru” na categoria de melhor documentário norte-americano e “Dark Horse” (do Reino Unido) na categoria de melhor documentário estrangeiro.

O filme indiano “Umrika” foi o preferido do público na categoria de melhor filme estrangeiro.

O Festival Sundance de cinema independente, que começou no dia 22 de Janeiro e termina hoje, reconheceu ainda o trabalho de Matthew Heineman, que obteve dois prémios, o de melhor diretor de documentário e o de melhor fotografia por “Cartel Land”, no qual retrata o grupo de autodefesa de Michoacán (México) na sua luta contra um cartel de droga.

O júri atribuiu também um galardão especial aos realizadores Bill Ross e Turner Ross pelo seu documentário “Western”, sobre a relação entre duas cidades fronteiriças dos EUA e do México.

O cinema brasileiro foi igualmente recompensado este ano no Sundance, onde as atrizes Regina Casé e Camila Márdila receberam um prémio especial do júri pelas suas interpretações em “Que horas ela volta”.

No total, a presente edição do Sundance, o maior e mais prestigiado festival de cinema independente, apresentou 123 longas-metragens, 56 em competição, dos quais 106 foram estreias mundiais.

/Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Vox quer Armada Espanhola a controlar embarcações de imigrantes

O partido espanhol de extrema-direita Vox pediu esta segunda-feira ao Governo que mobilize a Armada Naval para fazer face ao aumento do número de embarcações com imigrantes que chegam à costa espanhola. Segundo a agência EFE, citada …

Liga Portugal abre inquérito à SAD do Feirense

A Liga vai solicitar a abertura de um processo de inquérito ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), devido à ligação do detentor maioritário da SAD do Feirense a uma casa de …

Morreu John Hume, artífice da paz na Irlanda do Norte

O político da Irlanda do Norte, Prémio Nobel da Paz e artífice da reconciliação na província britânica marcada por décadas de conflito morreu, esta segunda-feira, aos 83 anos, anunciou a família. "John Hume morreu de madrugada na …

OMS admite que pode nunca vir a existir "uma panaceia" contra a covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou, esta segunda-feira, que talvez nunca venha a existir "uma panaceia" contra a pandemia de covid-19, apesar das investigações em curso que procuram conseguir uma vacina contra a doença. "Não …

"Lei fundamental é violada por todos os lados". Oposição venezuelana recusa-se a participar nas eleições

Os 27 partidos políticos venezuelanos que se opõem ao chavismo decidiram no domingo não concorrer às eleições legislativas agendadas para dezembro por considerá-las uma "fraude". Entre os partidos, estão aqueles com representação parlamentar, que assinaram um …

Médias dos exames nacionais subiram. Só MACS teve média negativa

As médias nos exames nacionais deste ano subiram em todas as disciplinas em relação ao ano passado, com exceção de duas provas, segundo dados oficiais divulgados esta segunda-feira. De acordo com os dados do Júri Nacional …

Mortes por covid-19 no Irão são quase o triplo dos números oficiais

O número de mortes causadas pela covid-19 no Irão pode ser quase três vezes superior aos números oficiais, o que significa que as autoridades iranianas estão a tentar esconder a gravidade da pandemia no país. Segundo …

Revelado contrato oferecido pelo Real Madrid a Lewandowski. Só faltava assinar

O diário polaco Onet Sport revelou esta domingo o contrato oferecido pelo Real Madrid a Robert Lewandowski no verão de 2014. De acordo com o jornal, Lewandowski esteve muito próximo de rumar a Madrid e …

Capturado El Marro, líder de um cartel dedicado ao tráfico de gasolina no México

Este domingo, as autoridades mexicanas capturaram José Antonio Yépez Ortiz, um dos criminosos mais procurados do país. Forças militares capturaram no domingo José Antonio Yépez, apelidado de "El Marro", líder de um poderoso cartel dedicado ao …

Editoras criticam prazo apertado para distribuir manuais escolares

Uma vez que os alunos não vão ter de devolver os manuais escolares este ano, as editoras são obrigadas a responder ao aumento da procura num "curtíssimo" período de tempo. Este ano, face à pandemia, os …