É preciso colocar a Grécia fora do euro – diz um dos arquitetos da sua entrada

O antigo presidente francês Valery Giscard d’Estaing, um arquitecto da entrada da Grécia na União Europeia em 1981, disse esta segunda-feira que o país deve ser suspenso do euro.

“É necessário colocar a Grécia fora do euro”, defendeu Valery Giscard d’Estaing numa entrevista à revista francesa L’Express, considerando que os gregos “abandonaram a união económica, e assim, indirectamente, a união monetária”.

O antigo presidente francês referia-se à eleição do primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras (do partido de esquerda radical Syriza), “uma escolha confirmada pelo referendo” de domingo.

Giscard já tinha defendido uma “saída amigável” da Grécia da zona euro em Fevereiro, referindo que os artigos 108 e 109 do Tratado de Maastricht (que cria o euro) deixam espaço para isso.

Estes artigos aplicam-se a países que “desejam aderir à União Europeia sem adoptar a moeda única”, mas também permitem “avançar com um cenário de saída”, afirmou.

O antigo presidente francês disse não se arrepender da entrada da Grécia na União Europeia, mas considerou, por outro lado, que a adopção do euro em 2001 foi “um erro” e que os líderes gregos “não queriam nem planearam seguir as políticas da zona euro”, de limites de défice e de dívida.

Os gregos rejeitaram no domingo, em referendo, por ampla maioria (61,34 por cento) as propostas dos credores internacionais, (instituições europeias e Fundo Monetário Internacional), agravando o clima de incerteza na zona euro.

Esta segunda-feira, o ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, decidiu demitir-se, a pedido do primeiro-ministro grego e para o final do dia está agendado um encontro entre o chefe de Estado francês e a chanceler alemã, Angela Merkel, para discutir a crise actual.

Na sequência dos resultados do referendo, está também agendada para esta terça-feira uma cimeira extraordinária da zona euro, antecedida de uma reunião do Eurogrupo.

/Lusa

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Estou plenamente de acordo com Giscard d´Estaingne tanto no que toca á adoção do euro como á ideia de que a Grécia deveria ser posta fora do euro uma vez que recusa-se constantemente a cumprir os acordos como ultimamente foram eles o governo grego a ameaçar com a saída do euro e agora recusam-se perentoriamente a fazê-lo o que é lamentável.

  2. Quando pensa este falar da Inglaterra e do Holland que se anunciou como um leão selvagem que ia comer tudo e todos mas afinal não passa dum chienzinho de circo que faz todos os números incluindo andar de moto, só lhe falta rebolar. Bando de ignóbeis.

  3. Este home, contradiz-se!!!

    Critica o Syriza e no entanto acaba por dizer que o fracasso da Grécia, é culpa dos líderes da Grécia, que nunca quiseram seguir as políticas da zona euro. Quem são afinal estes líderes? Não são do Syriza, pois o mal, já estava feito…pelos anteriores líderes.
    Ora, isso é bem percetível quando a notícia diz “O antigo presidente francês disse não se arrepender da entrada da Grécia na União Europeia, mas considerou, por outro lado, que a adopção do euro em 2001 foi “um erro” e que os líderes gregos “não queriam nem planearam seguir as políticas da zona euro”, de limites de défice e de dívida”.

    Estes líderes que este Sr. refere, são os líderes que existiram na Grécia

    • …Não quiseram, logo não planearam nem antes sob 1º resgate nem depois – 2º resgate – nem mostram ser capazes de alterar a ordem económica e financeira interna se houver 3º resgate…
      Querem ver na próxima semana a Grécia adoptar o Rublo como moeda e ameaçar abandonar a NATO?
      Reparem nestas palavras de “ordem” : STOP AUSTERITY – SUPPORT GREACE – CHANGE EUROPE (Tarja colocada a toda a largura do “partenon” do parlamento de lá… e outras DEMOCRACY for EUROPE… STOP CRIMINALS!
      O povo grego sempre quis pagar!?!
      No reino animal uma formiga pode pedir boleia a um elefante mas deve acautelar “contrapartidas” chegados ao outro lado da margem… Não vá o elefante não se contentar com um “obrigada pá!”

      • uma Grécia a serviço de Putin faz mais faz mais pela Rússia dentro da Europa do que fora. basta um não grego e nem sanções económicas da União contra a Rússia poderão ser renovadas.

        pessoalmente acredito que a saída da Grécia da união monetária é já apenas uma questão de quando. a verdadeira festa será ver uma força política de bloqueio ao eixo Alemanha/França/Estado Unidos da América dentro da própria União Europeia.

  4. Os gregos sob o manto dos revolucionários radicais de esqª (Bloco de lá e de cá), devem estar a preparar-se para prescindir da “caridadezinha” das 18 democracias do eurogrupo a favor da mama nas férteis tetas do socialismo bloquista syrizista!

RESPONDER

Governo dá sete milhões às escolas para compra de material de proteção

O Ministério da Educação disponibilizou cerca de sete milhões de euros para as escolas comprarem máscaras e outros materiais e equipamentos de proteção individual contra a covid-19. Concretamente no que respeita às máscaras, o Ministério da …

Internamentos voltam a descer. Portugal regista 949 novos casos e 28 mortes

Portugal registou esta sexta-feira 949 novos casos de infeção por covid-19 e mais 28 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde, nas …

Papa inicia hoje visita ao Iraque como "peregrino da paz"

O Papa Francisco inicia hoje uma visita de quatro dias ao Iraque, a primeira de um papa a um país muçulmano de maioria xiita, numa missão em que se apresenta como "peregrino da paz". "Venho como …

Novo Banco. Carlos Costa pede para ser ouvido por videoconferência devido à sua idade e saúde

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, pediu à comissão de inquérito sobre o Novo Banco para ser ouvido remotamente, por videoconferência, devido à sua idade e fragilidades de saúde, segundo informação enviada …

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês já está traçado

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês, incluindo o do antigo primeiro-ministro José Sócrates e o do banqueiro Ricardo Salgado, está decidido. Uma fonte judicial adiantou ao Expresso que só o juiz Ivo Rosa conhece …

Portugal "não está livre de uma quarta vaga" de contágios quando desconfinar

Na quarta-feira, Graça Freitas admitiu que Portugal pode voltar a enfrentar uma nova vaga da pandemia de covid-19 nos próximos meses. O epidemiologista Manuel Carmo Gomes repete o alerta da diretora-geral da Saúde. Portugal pode enfrentar …

PCP propõe estender moratórias por seis meses. BE quer ouvir Centeno

O PCP quer estender as moratórias bancárias, que vão terminar dentro de algumas semanas, por seis meses. O Bloco de Esquerda entregou um requerimento, com carácter de urgência, para ouvir o Governador do Banco de …

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …